Brilho, cores, texto ou imagens? Estudo revela como é que as apps captam a nossa atenção

Um novo estudo mostrou quais são os elementos que captam o interesse e a atenção visual das pessoas em smartphones e tablets.

As aplicações são desfrutadas de forma distinta num telefone e num computador: no fundo, uma tela mais pequena que oferece um layout vertical influencia a forma como os utilizadores usam uma determinada app. “Até agora não estava claro de que forma estes fatores afetam a maneira como as aplicações atraem a nossa atenção”, disse Antti Oulasvirta, da Universidade de Aalto, citado pelo EurekAlert.

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da universidade finlandesa, mostrou que o comportamento que ocorre com telas maiores, como computadores, não é necessariamente replicado em dispositivos mais pequenos, como smartphones ou tablets.

Este é o primeiro estudo a testar empiricamente de que forma os olhos dos utilizadores acompanham os elementos das aplicações móveis, enquanto que as investigações anteriores se concentraram em interfaces de desktop e web. O artigo científico foi publicado na IEEE Explore.

Pesquisas anteriores, que se concentraram em monitores de computador, indicaram que os olhos focavam nos elementos maiores e mais brilhantes, e que permaneciam nessas áreas durante mais tempo. Além disso, em certas imagens, a atenção localizava-se no centro da tela movendo-se horizontalmente, em vez de apresentar um movimento vertical.

Nas interfaces móveis não se verifica o mesmo comportamento: na verdade, as cores brilhantes não afetam a maneira como as pessoas veem os detalhes da app. Os cientistas avançam que uma possível explicação para o brilho ser desvalorizado nos telemóveis é o facto de a interface móvel estar repleta de elementos brilhantes e coloridos.

Ainda assim, há princípios de design que devem ser tomados em consideração. O olhar do utilizador move-se para o canto superior esquerdo, como uma indicação de exploração.

O texto também desempenha um papel fundamental, devido ao seu papel na transmissão de informações. Isto significa que os utilizadores tendem a concentrar-se nos elementos de texto de uma aplicação móvel, em vez de prestarem atenção aos ícones ou logotipos.

Apesar de as imagens atraírem atenção visual com mais frequência, o tempo médio que os utilizadores gastam a olhar para elas é muito semelhante ao tempo gasto em outros detalhes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …

Marta Temido antevê dias complicados e alta pressão sobre o SNS (e admite novas medidas)

A ministra da Saúde disse que se vive "um momento muito difícil da evolução da pandemia em Portugal e na Europa" e que "os próximos dias se anteveem complicados e com elevada pressão sobre o …

O maior navio de guerra americano disparou o seu primeiro míssil

O maior navio de guerra norte-americano, o USS Zumwalt, disparou pela primeira vez um míssil. O projétil disparado intercetou com sucesso o alvo de teste. Em 2015, o maior e mais futurista contratorpedeiro da Marinha norte-americana …

Republicanos no Senado preparam-se para um possível "mundo pós-Trump"

Enquanto os republicanos enfrentam um eleição que pode trazer más notícias para o Presidente e o seu partido, alguns começam a se distanciar de Donald Trump, ao mesmo tempo que tentam não atrair a sua …