Comissões prendem Rafa em Braga (e caso pode ir a tribunal)

Hugo Delgado / Lusa

-

O empresário do jogador nega o comunicado do clube minhoto, que lhe atribui responsabilidades no “impasse” para o Benfica, admitindo mesmo recorrer aos tribunais “por tão graves e difamatórias afirmações”.

O clube minhoto afirmou que a saída de Rafa Silva para o Benfica continua sem concluir-se porque a empresa Onsoccer International, que agencia jogadores de futebol, exige uma comissão adicional de 1,6 milhões de euros por uma intermediação que o Braga, contudo, diz não ter existido.

Num comunicado publicado no site oficial, o clube bracarense revela que, a 15 de agosto, o presidente dos bracarenses, António Salvador, e o líder do Benfica, Luís Filipe Vieira, chegaram a acordo, via telefone, para a transferência do jogador, por 16 milhões de euros por 90% dos direitos económicos, e “negociando e adquirindo [o Benfica] em separado à Onsoccer International – Gestão de Carreiras Desportivas SA os 10% dos direitos económicos que a esta pertencem”.

Segundo o Braga, “a negociação foi integralmente levada a cabo entre presidentes” pelo que “não pode a Sporting de Braga SAD ser onerada com um custo conexo com um serviço que não foi prestado“.

“A intermediação entre clubes não existiu nem foi passado pela Sporting de Braga SAD ou Benfica SAD (tanto quanto sabemos) qualquer mandato à Onsoccer International ou outra pessoa/entidade para o efeito”, pode ler-se na nota.

De acordo com os minhotos, a empresa surgiu a querer “impor ao Benfica a inclusão de uma cláusula no contrato de transferência” através da qual as partes reconheceriam que, no acordo entre clubes, existiu a sua intermediação em representação da SAD do Sporting de Braga.

“Como tal facto não corresponde à verdade, a Sporting de Braga SAD recusa tal cláusula”, frisa o clube.

“Má-fé e despudor”

Em resposta, a empresa ligada a António Araújo “repudia veementemente” o teor do referido comunicado, “desmentindo de forma perentória as afirmações ali veiculadas, por notoriamente falsas, levianas e totalmente desconformes com a realidade e com os compromissos contratuais assumidos por aquela SAD”.

A empresa defende que foi “habilitada prévia e contratualmente” pelo Sporting de Braga “para intermediar a transferência entre clubes” de Rafa, “auferindo a correspondente remuneração e que, única e exclusivamente, por via da sua ação, em representação e no interesse do Sporting de Braga, foi possível obter um princípio de acordo com o Benfica”.

“Lastima-se a má-fé e despudor evidenciados pelo Sporting de Braga, assim como a forma grave e artificiosa com que procura justificar publicamente o incumprimento das suas obrigações contratuais, após ter como certos os resultados pretendidos”, pode ler-se no site da empresa.

A Onsoccer conclui revelando que se reserva no direito de “agir judicialmente contra a administração” do Sporting de Braga “por tão graves e difamatórias afirmações”.

A notícia de que o jogador português já seria oficialmente das águias começou a circular na semana passada, depois de uma forte disputa entre Benfica, FC Porto e Zenit.

ZAP / Lusa / Futebol 365

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Pergunto porque razão terão que existir empresários de futebol que comem milhões inutilmente e ninguém parece estar interessado em acabar com o mal.

RESPONDER

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …