Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

Julien Harneis / wikimedia

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck.

A vacina estava a ser produzida desde o surto de Ébola na África Ocidental, em 2014. Agora, está a ser utilizada no surto que decorre na República Democrática do Congo (RDC), com base em um protocolo de “uso compassivo”, noticiou a Ars Technica esta quarta-feira.

O atual surto na RDC já vitimou cerca de 2.200 desde agosto de 2018, registando-se quase 3.300 casos. Este é o segundo maior surto registado, superado apenas pelo surto da África Ocidental, que originou 28 mil casos e causou mais de 11 mil mortes.

Dados preliminares da utilização da vacina na RDC mostraram que a Ervebo é 97,5% eficaz na prevenção da doença, tendo protegido mais de 90 mil pessoas expostas ao surto.

A vacina protege contra uma das quatro variantes do Ébola, conhecidas por infetar seres humanos: a do Zaire. Esta é responsável pelos surtos na RDC e na África Ocidental, e por quase todos os outros registados desde que o vírus foi descoberto, em 1976.

“Encontrar uma vacina o mais rapidamente possível contra esse terrível vírus é uma prioridade para a comunidade internacional desde que o Ébola atingiu a África Ocidental, há cinco anos”, afirmou o comissário europeu Vytenis Andriukaitis, num comunicado divulgado no domingo. “A decisão de hoje é, portanto, um grande passo para salvar vidas”.

A vacina foi inicialmente desenvolvida por investigadores do Laboratório Nacional de Microbiologia da Agência de Saúde Pública do Canadá, que posteriormente a licenciou para a NewLink Genetics Corporation. A Merck obteve a licença em 2014, quando já decorria o surto na África Ocidental, tendo continuado o seu desenvolvimento.

“Este é um marco histórico e uma prova do poder da ciência, inovação e parceria público-privada”, disse o CEO da Merck, Kenneth Frazier, em comunicado. “Depois de reconhecer a necessidade e a urgência de uma vacina contra o Ébola Zaire, muitos se reuniram em vários setores para responder à demanda global para a preparação contra os surtos. Nós, da Merck, temos a honra de participar dos esforços na resposta aos surtos de Ébola e continuamos comprometidos com nossos parceiros e com as pessoas a quem servimos”.

A Food and Drug Administration, agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, deve tomar uma decisão sobre a comercialização da vacina em março de 2020.

Enquanto isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou na terça-feira que “pré-qualificou” a Ervebo, sinalizando aos países membros que a vacina atende aos seus padrões de segurança, qualidade e eficácia.

Em comunicado, a OMS observou que este foi “o processo de pré-qualificação de uma vacina mais rapidamente realizado” pela organização, tendo ocorrido menos de 48 horas depois que a Comissão Europeia aprovou a vacina. A organização acrescentou que está a trabalhar para facilitar o licença de comercialização em países em risco de surtos de Ébola.

A pré-qualificação “é um passo histórico para garantir que as pessoas que mais precisam possam aceder a esta vacina que salva vidas”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Há cinco anos, não tínhamos vacina nem terapia para o Ébola. Com uma vacina pré-qualificada e com a terapêutica experimental, o Ébola agora é evitável e tratável”, concluiu.

Taísa Pagno ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …