Comer comida de plástico aumenta o risco de depressão

Os maus hábitos alimentares e a manifestação da depressão estão relacionados, segundo uma análise intensa de dezenas de estudos sobre a ligação entre a dieta e a doença.

Um estudo recente, publicado na revista Molecular Psychiatry, é o resultado de uma análise de 41 trabalhos de investigação sobre a relação da alimentação com a depressão.

Desta forma, os cientistas envolvidos neste estudo concluíram que quem adota uma dieta mediterrânea tem um risco de ter uma depressão muito inferior – devido à abundância de peixe, vegetais e fruta -, da mesma forma que quem ingere regularmente junk food vê esse risco aumentar significativamente.

“Uma dieta pró-inflamatória pode induzir inflamação sistémica e isto pode aumentar diretamente o risco de depressão”, explica a principal autora, Camille Lassale, citada pela Visão.

Com isto, a investigadora quer dizer que o facto de os alimentos serem processados, assim como terem grandes quantidades de gordura ou açúcar, leva a processos inflamatórios nos intestinos e em todo o organismo, à semelhança do que acontece com o tabaco, a poluição, a falta de exercício ou a obesidade.

Quando se torna crónica, esta inflamação sistémica “pode afetar a saúde mental ao transportar até ao cérebro moléculas pró-inflamatórias e também pode afetar os neurotransmissores responsáveis pela regulação do humor”, detalha a investigadora do departamento de epidemiologia e saúde pública da University College London.

Ainda assim, os cientistas ressalvam que a conclusão não pode ser explicara por um maior consumo de comida de plástico por parte das pessoas deprimidas. Em vez disso, sublinham uma provável ligação causal – e não apenas uma associação – entre a alimentação e o problema de saúde mental.

Esta conclusão não espante o especialista Cosmo Hallstrom, que defende que a química do intestino é muito semelhante à química do cérebro. “Portanto, não é surpreendente que o que influencia o intestino possa influenciar também o cérebro.”

Acredita-se que um em cada seis adultos no Reino Unido sofra de depressão, refere o jornal The Guardian. Tasnime Akbaraly, investigador e co-autor da pesquisa, adianta que “estudos recentes mostraram também efeitos benéficos da melhora na dieta no que diz respeito à depressão”, havendo agora fortes argumentos a favor da dieta como a corrente principal na medicina psiquiátrica.

“As nossas nossas descobertas apoiam o aconselhamento dietético de rotina como parte integrante de uma consulta, especialmente com profissionais de saúde mental”, sustenta.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …