Centauros são maior perigo para a vida na Terra que os asteróides

Uma equipa de astrónomos do Observatório de Armagh e da Universidade de Buckingham, no Reino Unido, identificou centenas de cometas gigantes durante as últimas duas décadas.

Agora, num estudo publicado no jornal da Royal Astronomical Society, os investigadores afirmam que esses objectos representam um perigo muito maior para a vida na Terra do que os asteróides.

Os cometas gigantes, ou centauros, possuem tipicamente de 50 a 100 quilómetros de diâmetro ou mais, e um único desses objectos contém mais massa do que toda a população de asteróides que passaram próximo da Terra até hoje.

Tal como na mitologia, os centauros são híbridos, incorporando características de asteróides e de cometas.

Actualmente, os cientistas estimam que haja mais de 44.000 centauros no Sistema Solar, concentrados sobretudo numa banda entre as órbitas de Júpiter e Plutão.

Os centauros movem-se em órbitas instáveis que cruzam os caminhos de planetas maciços como Júpiter, Saturno, Úrano e Neptuno.

Os campos gravitacionais planetários desses gigantes, no entanto, podem ocasionalmente provocar o desvio destes objectos em direcção à Terra.

Os cálculos da taxa com a qual os centauros entram no sistema solar interno indicam que uma vez em cada 40.000 a 100.000 anos um deles vai ser desviado para um trajecto que cruza a órbita da Terra.

Quando estiverem muito próximos de nós, podem-se desintegrar em pó e fragmentos maiores, inundando o sistema solar interior com restos de cometas e tornando os impactos com nosso planeta inevitáveis.

Os cientistas acreditam que, há 30.000 anos atrás, um centauro chegou à Terra, baseado em informações que temos sobre perturbações graves do ambiente terrestre e interrupções no progresso de civilizações antigas, juntamente com o nosso crescente conhecimento da matéria interplanetária no espaço próximo da Terra.

Este cometa gigante ter-se-á espalhado pelo sistema planetário interior com detritos de até vários quilómetros de diâmetro.

Episódios específicos de turbulência ambiental cerca de 10.800 aC e 2.300 aC, identificados por geólogos e paleontólogos, também são consistentes com esta nova compreensão das populações de cometas.

Algumas das maiores extinções em massa do passado, por exemplo, a morte dos dinossauros há 65 milhões de anos, podem igualmente ser associadas com essa hipótese.

Os cientistas também encontraram provas em campos distintos da ciência para apoiar este modelo.

Por exemplo, as crateras submilimétricas identificadas nas rochas lunares que foram recolhidas durante o programa Apollo possuem, quase todas, menos de 30 mil anos, indicando um grande aumento na quantidade de poeira no interior do sistema solar desde então.

“Nas últimas três décadas, temos feito um grande esforço para rastrear e analisar o risco de uma colisão entre a Terra e um asteróide”, diz um dos autores do estudo, o professor Bill Napier, investigador da Universidade de Buckingham.

“O nosso trabalho sugere que precisamos de olhar para lá da nossa vizinhança imediata, de olhar até para lá da órbita de Júpiter, para encontrar centauros”, acrescenta Napier, citado pelo Science Daily.

“Se estivermos certos, então estes cometas distantes poderiam ser um perigo grave, e é altura de os entender melhor”, conclui o astrónomo.

ZAP / Hypescience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O Homo Sapiens (para não falar em todas as espécies hominídeas e não hominídeas que viveram antes) só sobreviveu até hoje porque os cientistas ainda não tinham descoberto os centauros. Agora que os descobriram, a Terra está por pouco.

RESPONDER

Eutanásia. Jurisdição do PSD considera haver matéria para processo disciplinar a Rio e Adão Silva

O Conselho Nacional de Jurisdição do PSD considerou que existe "matéria bastante para abertura de processo disciplinar" ao presidente do partido e ao líder parlamentar por violação de uma decisão do Congresso sobre eutanásia, faltando …

"Um charro para uma vacina." Ativistas oferecem canábis a nova-iorquinos vacinados

"Um charro para uma vacina." Este é o mote dos ativistas pela legalização da canábis que, esta terça-feira, ofereceram um charro às pessoas que receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 …

Recurso de Amorim arquivado. Sporting avança para a "impugnação judicial"

O Sporting anunciou, esta quarta-feira, que o seu treinador vai avançar com uma "impugnação judicial" do castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Portuguesa (FPF). Num comunicado, o clube de Alvalade lamentou …

Casa Branca exige que Congresso aprove reformas de práticas policiais

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, quer que o Congresso aprove reformas relativas às práticas policiais para fazer justiça ao legado do afro-americano George Floyd, depois de o ex-polícia Derek Chauvin ter sido …

Fernando Santos abre a porta da seleção a Otávio

O selecionador nacional admitiu a possibilidade de vir a convocar o médio do FC Porto ainda antes do Europeu, que acontece em junho deste ano. Em entrevista à "Bola Branca", da rádio Renascença, Fernando Santos não …

"Comissão de acompanhamento do PRR deve poder travar projetos", diz Costa Silva

António Costa Silva, que presidirá a comissão de acompanhamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), quer ter poderes para travar projetos ou para corrigi-los, quando necessário. "Pode haver projetos que são executados, depois faz-se o …

Aethel Partners nega qualquer relação com a família Espírito Santo

A Aethel Partners negou, esta terça-feira, qualquer relação com a família Espírito Santo, depois de ter sido referida por Sérgio Monteiro, antigo consultor para a venda do Novo Banco, sobre uma proposta de compra, numa …

Governo diz que não há reavaliação da taxa de recursos hídricos nas barragens vendidas pela EDP

O Ministério do Ambiente e Ação Climática considera que não há lugar a uma reavaliação do valor da Taxa de Recursos Hídricos (TRH) depois da venda das barragens da EDP à Engie. Este esclarecimento foi divulgado …

Bloco entrega proposta na AR para criminalizar enriquecimento injustificado

O Bloco de Esquerda propõe que os titulares de altos cargos públicos sejam obrigados a declarar como a justificar "acréscimos patrimoniais acima de 50 salários mínimos nacionais", prevendo pena de prisão até cinco anos em …

1.º de Maio. CGTP cumpre a tradição na rua, UGT com conferência sindical

A CGTP vai assinalar o Dia do Trabalhador com concentrações, desfiles e manifestações. Já a UGT vai promover uma conferência sobre os desafios da negociação coletiva. A Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGT) vai assinalar o …