Comerciantes de Fátima venderam mais guarda-chuvas que artigos religiosos

Daniel Rocal / Flickr

-

Os comerciantes de Fátima queixaram-se este domingo de que venderam mais guarda-chuvas e capas impermeáveis do que artigos religiosos, devido à chuva intensa que se fez sentir na cidade, a poucas horas do início da peregrinação de 12 e 13 de outubro.

“Tem-se vendido mais guarda-chuvas e capas impermeáveis que outras coisas”, disse à agência Lusa Sandra Campos, de 36 anos, sentada numa cadeira na loja enquanto espera por clientes.

A comerciante adiantou que os peregrinos pedem “guarda-chuvas, capas impermeáveis e casacos de inverno”, porque vêm “desprevenidos”.

Quanto aos artigos religiosos, do estabelecimento, a cerca de 50 metros do santuário, “saem coisas pequenas e baratas“, referiu, considerando que o “tempo desagradável é mau para os peregrinos e para o negócio”.

“Os peregrinos abrigam-se e não andam na rua”, acrescentou.

Na mesma rua, numa outra loja, uma empregada assegurou que hoje, “por causa da chuva, vende-se mais guarda-chuvas que imagens religiosas”.

Não é a regra, mas hoje é“, declarou a funcionária.

E se muitos comerciantes ainda acalentavam amealhar mais algum dinheiro com a última grande peregrinação do ano ao Santuário de Fátima, a chuva encarregou-se de deitar as esperanças por terra.

“O negócio não tem corrido bem e, com esta chuva, ainda pior”, considerou Maria de Fátima, de 56 anos, assegurando que “se tem vendido pouco”, pois “as pessoas não têm dinheiro“.

Fernanda Silva, de 67 anos, outra comerciante, informou que até meias os peregrinos procuram.

“O que está a sair são as coisas para proteger da chuva. Os peregrinos, que vêm de chinelos, procuram também sapatos”, referiu, assegurando que as designadas recordações de Fátima se “vendem pouco”.

Desafiada a fazer um balanço do verão, Fernanda Silva não tem dúvidas que “foi pior que noutros anos”, pois as pessoas preferem lembranças de “um euro, euro e meio”.

“É porta sim, porta sim”, observou a comerciante numa alusão ao número de estabelecimentos de artigos religiosos em Fátima.

Ainda mais o vento a ajudar

Também os peregrinos se queixam da chuva, mas afiançam que, faça chuva ou faça sol, a presença nas celebrações é religiosa.

“A gente vem por devoção. Nada trava a devoção, nem a chuva”, justificou Maria Helena, de 67 anos, do Sabugal, que acabara de comprar um impermeável, destacando que “o dinheiro é gasto nisto”.

Do mesmo grupo, Maria da Ascensão, de 51 anos, que veste blusão com gorro, explicou que os guarda-chuvas que trouxeram “já estão no caixote do lixo por causa do vento“.

O distrito de Santarém está sob aviso laranja devido à precipitação, prevendo-se períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera admite ainda a possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento.

Milhares de fiéis são esperados esta segunda-feira no Santuário de Fátima na peregrinação internacional de outubro, presidida pelo arcebispo de Goa e Damão, na Índia, Filipe Néri Ferrão.

As celebrações começaram este domingo, às 18:30, na Capelinha das Aparições, e terminam esta segunda-feira, com a missa, bênção dos doentes e procissão do adeus, em que se assinala, pela primeira vez, o Dia Nacional do Peregrino.

/Lusa
PARTILHAR

RESPONDER

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …

Elton John obrigado a interromper concerto devido a crise de pneumonia

O cantor britânico foi obrigado a interromper um concerto, na Nova Zelândia, devido a um diagnóstico de pneumonia atípica. No último domingo, o cantor britânico Elton John interrompeu um concerto no Auckland’s Mount Stadium, na Nova …

Tancos. Coronel da GNR nega pacto de silêncio

O ex-diretor de investigação criminal da GNR disse, esta segunda-feira, desconhecer qualquer pacto de silêncio com a Polícia Judiciária Militar que envolvesse a colaboração na investigação do furto das armas de Tancos. Na sessão desta segunda-feira …

Anel de curso perdido nos EUA encontrado 47 anos depois na Finlândia

Um anel de curso de um liceu nos Estados Unidos, perdido em 1973, foi agora descoberto numa floresta da Finlândia. De acordo com o The Guardian, Debra McKenna perdeu o anel de curso do marido em …

Apresentadas mais de 50 queixas contra post de André Ventura sobre Joacine Katar Moreira

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) já recebeu mais de 50 queixas devido à publicação na qual o deputado do Chega sugeria devolver Joacine Katar Moreira ao seu país de origem. Em …