Comer frutas e legumes faz bem à saúde, mas faz mal ao ambiente

Uma dieta saudável à base de legumes, frutas e peixes garante uma vida mais prolongada aos humanos, mas é mais prejudicial para o ambiente do que o consumo de carnes.

Foi o que concluiu um estudo feito em torno das alterações verificadas no uso de energia, de água e de gases poluentes associadas aos padrões de consumo dos norte-americanos.

A investigação feita na Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, foi publicada na Environment Systems and Decisions e constata que uma alimentação vegetariana e saudável tem mais custos para o ambiente do que a carne, por exemplo, por exigir um gasto maior em termos de recursos.

“Comer alface é mais de três vezes pior nas emissões de gases com efeito de estufa do que comer bacon”, refere o professor Paul Fischbeck, um dos envolvidos no estudo, em declarações citadas pelo site Science Daily.

“Muitos vegetais comuns requerem mais recursos por caloria do que se pensaria. Beringelas, aipos e pepinos parecem especialmente maus quando comparados com carne de porco ou galinha“, acrescenta Paul Fischbeck.

“Há uma relação complexa entre a dieta e o ambiente. O que é bom para nós em termos de saúde, nem sempre é o melhor para o ambiente. É importante que os agentes públicos saibam isto e que, de futuro, estejam conscientes deste compromisso quando desenvolvem recomendações alimentares”, refere na mesma publicação Michelle Tom, investigadora também envolvida no estudo.

A investigação centrou-se na forma como a epidemia de obesidade nos EUA está a afectar o ambiente, avaliando-se a cadeia alimentar em termos da produção, do processamento, da venda e do armazenamento para apurar os gastos de recursos energéticos, de água e de gases poluentes.

Se por um lado as conclusões indicam que controlar o peso e comer menos calorias tem um efeito positivo no ambiente, reduzindo o nível de recursos consumidos em cerca de 9%, também revelam que os alimentos como a fruta, os vegetais, os lacticínios e o peixe aumentam o impacto ambiental em todas as categorias avaliadas.

O estudo apurou que estes alimentos saudáveis provocam aumentos de 38% no uso de energia, de 10% no consumo de água e de 6% nos gases com efeito de estufa.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. E batermos a “bota”, mais cedo, ainda melhor.
    Como estes cientistas se dizem e desdizem, sem o menor assumo de vergonha.
    Pois é :hoje azeite, amanhã óleo.

  2. Errado. Está visto que estes jornalistas não leram o artigo cientifico, não é isso que diz, refere-se ao cultivo de legumes e frutas em lugares inóspitos como o deserto.

  3. Que lobys terão pago o estudo?
    E a água e cereal para alimentar uma única vaca, não tem impacto ambiental? O desmatamento intensivo para pastorícia de animais de grande porte e sua alimentação?
    Julgam que por emitirem resultados descabidos de um estudo vão passar atestado de burros à população mundial?
    Não precisamos de ser cientistas para fazer contas!
    Isso só mostra o medo que têm de que as pessoas realmente tomem consciência dos malefícios da carne!

  4. Esta notícia não merece o nome, distorcendo a realidade. Não é preciso ser especialista na matéria para perceber que esta teoria não faz qq sentido, ou como diz o inglês, é simplesmente bullshit.

  5. “mais recursos por caloria” está tudo dito… comparam alhos com bogalhos… estudo da treta, encomendado e faccioso. Alguém acredita que um legume cultivado biologicamente consome mais recursos que carne? Ridículo no mínimo.

RESPONDER

Espanha. PSOE rejeita proposta "inviável" do Podemos para coligação

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) rejeitou nesta terça-feira a proposta do Unidas Podemos para uma coligação fovernamental, que considera "inviável", e convidou a plataforma de esquerda a encontrar "outras fórmulas" que facilitem a governabilidade …

Ex-Presidente do Sudão admite ter recebido mais de 80 milhões da Arábia Saudita

O antigo Presidente do Sudão, que foi deposto em abril após vários meses de protestos, começou a ser julgado esta segunda-feira por corrupção. O julgamento por corrupção do ex-Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, começou esta segunda-feira e, …

Hong Kong. Funcionário do consulado britânico desaparece após enviar mensagem à namorada a pedir para rezar por ele

A 08 de agosto, Simon Cheng Man-kit, de 28 anos, estava a regressar a Hong Kong depois de ter estado na cidade chinesa Shenzhen. No momento em que, a bordo de um comboio de alta …

Open Arms. Procurador siciliano ordena apreensão do navio e desembarque imediato dos ocupantes

Luigi Patronaggio, o procurador da cidade de Agrigento, na Sicília, ordenou esta terça-feira a apreensão do navio Open Arms e o desembarque imediato dos quase 100 migrantes africanos que este levava a bordo. O jurista, que …

Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com …

Em resposta a Macron, Putin diz que autoridades agiram para evitar situação igual à dos "coletes amarelos" em França

O Presidente da Rússia Vladimir Putin disse, durante um encontro com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, que as autoridades russas agiram para garantir que as manifestações dos seus opositores permanecem dentro "da lei", evitando …

Gémeas que viviam em garagem estavam sinalizadas há seis anos

As gémeas de 10 anos que viviam numa garagem no concelho da Amadora estavam sinalizadas há seis anos pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a sua situação conhecida pelo Ministério Público …

Afinal, duração máxima dos contratos a prazo no Estado também baixa para dois anos

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, assumiu o compromisso de emitir uma orientação aos serviços da Administração Pública para respeitarem a redução da duração máxima dos contratos a prazo de …

Turistas franceses arriscam seis anos de prisão. Roubaram areia de uma famosa praia em Itália

Um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados. O casal …

Pedro Dias transferido de Monsanto para Coimbra

Pedro Dias, condenado a 25 anos de prisão pelo triplo homicídio de Aguiar da Beira, distrito da Guarda, em outubro de 2016, foi transferido da prisão de segurança especial de Monsanto, em Lisboa, para o …