Combinação de dois medicamentos pode reverter osteoartrite

SXC

Uma equipa internacional de investigadores comprovou que a combinação de dois medicamentos experimentais poderá reverter a osteoartrite, um problema articular que afeta quase 250 milhões de pessoas em todo o mundo, foi na terça-feira divulgado.

Testes estão atualmente a ser realizados em ratos, mas também em células isoladas de cartilagem humana e a descoberta é um passo importante na luta para encontrar uma cura para a osteoartrite, noticiou a agência Lusa.

A pesquisa, publicada na Protein and Cell, foi dirigida pelo professor Pedro Guillem, da Clínica Centro (Madrid), Juan Carlos Izpisúa, do Instituto Salk (Califórnia, Estados Unidos), e cientistas da Universidade Católica de San Antonio de Murcia (UCAM), da Clínica Hospitalar de Barcelona, da Academia Chinesa de Ciências e da Universidade de Harvard.

As pessoas que sofrem de osteoartrite têm muito poucas opções de tratamento, afirmou na terça-feira o investigador da Clínica Centro, num comunicado à imprensa, enfatizando que não existem medicamentos aprovados que possam impedir ou interromper a progressão da osteoartrite.

“Os tratamentos atualmente usados têm como objetivo reduzir a dor, a inflamação e a incapacidade, retardando o desgaste da cartilagem e a progressão da doença, mas não curam e a cirurgia de substituição articular é inevitavelmente utilizada”, explicou.

Neste estudo verificou-se que a ação de duas moléculas previamente identificadas poderia melhorar a eficácia do tratamento da osteoartrite, levando em consideração que cada um desses medicamentos experimentais separadamente moderou os sintomas da doença.

“Acreditamos que, combinando essas duas moléculas, que funcionam de maneiras diferentes, talvez possamos obter um resultado melhor”, referiu Paloma Martínez-Redondo, investigadora associada do Instituto Salk.

Esta é uma doença crónica e degenerativa que afeta as articulações e leva ao aparecimento de dores e dificuldades que podem incapacitar seriamente as pessoas que sofrem com a enfermidade, lembram os cientistas.

World Bank / Flickr

Na investigação divulgada, os investigadores provocaram osteoartrite no joelho de ratos jovens e injetaram os dois medicamentos experimentais na articulação desses animais. Seis semanas após o tratamento, os ratos que receberam as moléculas terapêuticas mostraram uma recuperação da cartilagem.

Os cientistas observaram que a cartilagem do joelho dos ratos era mais espessa, menos células morreram, houve outras que proliferaram ativamente e a doença reverteu para uma forma “leve” de osteoartrite (grau I) e nenhum efeito colateral negativo foi observado.

Os ratos que não receberam tratamento apresentaram osteoartrite mais grave nos joelhos e a doença progrediu do grau II para o grau IV, o grau máximo da doença.

“Desde a primeira vez que testamos essa combinação de drogas experimentais em apenas alguns animais, vimos uma grande melhoria”, disse Isabel Guillen, investigadora associada do Instituto Salk e coautora do novo estudo.

Para testar se a combinação desses medicamentos experimentais também melhorou a osteoartrite em humanos, os autores do estudo trataram células isoladas da cartilagem articular humana e também obtiveram bons resultados.

“Esses bons resultados obtidos em culturas de células humanas são uma boa indicação de que o tratamento pode funcionar em pacientes”, explicou Martínez Redondo.

“O que é realmente encorajador na descoberta é que a terapia é potencialmente fácil de traduzir para a clínica”, acrescentou o investigador Juan Carlos Izpisua, professor do Laboratório de Expressão Genética do Instituto Salk.

A equipa de investigadores planeia desenvolver uma segunda fase para aprofundar o conhecimento do tratamento combinado desses dois medicamentos experimentais e também determinar se a combinação de medicamentos pode impedir o desenvolvimento de osteoartrite antes que os sintomas se desenvolvam.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …