Comandante nunca entraria nos aviões “absolutamente obsoletos” da SATA

aseemsjohri / Flickr

Avião Airbus A310-304 da SATA

Avião Airbus A310-304 da SATA

O comandante da SATA Internacional Luís Miguel Sancho afirmou esta segunda-feira que os aviões A310 com que a companhia açoriana opera estão “absolutamente obsoletos” e criticou o planeamento que é feito das tripulações, com prejuízos financeiros para a empresa.

“Os Airbus A310 estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece”, afirmou Luís Miguel Sancho, acrescentando, porém: “Não desaconselho os passageiros a voar na SATA”.

Luís Miguel Sancho falava, em Ponta Delgada, numa audição da comissão parlamentar de inquérito ao Grupo SATA, proposta pelo PSD e subscrita pela restante oposição com o objetivo de apurar responsabilidades pela situação financeira em que se encontra a companhia aérea açoriana, que em 2014 teve prejuízos de 35 milhões de euros.

O comandante Sancho, na SATA desde 2001 e que em seis meses teve dois processos disciplinares, considerou que os A310 deveriam ser rentabilizados “mais alguns anos”, mas a companhia aérea já decidiu passar a voar com os A330.

“Os aviões não têm idade, podem voar praticamente para sempre se formos tomando bem conta deles. A questão aqui é sempre a apresentação do avião”, referiu o comandante e auditor na SATA, acrescentando que sempre transmitiu às chefias as “questões relativas à segurança do voo para serem corrigidas e foram sempre desvalorizadas”.

Aero Icarus / Flickr

Os aviões não têm idade, podem voar praticamente para sempre — se formos tomando bem conta deles

Os aviões não têm idade, podem voar praticamente para sempre — se formos tomando bem conta deles

Segundo Luís Miguel Sancho, “não há aqui nenhuma cabala contra a administração, mas as pessoas têm de ser responsabilizadas, porque os problemas foram dados a conhecer de várias formas”.

O comandante, com experiência nacional e internacional no meio aeronáutico, deu também conta do que considerou serem incumprimentos do departamento de escalas da SATA, que “acarretam custos para a empresa e desmotivam trabalhadores”.

“Sou pago para fazer 900 horas por ano, mas a empresa só me dá 300 horas por ano e pagam-me o mesmo ordenado. É uma empresa muito boa para mim, mas é incomportável manter-se as coisas nesses moldes”, afirmou Luís Miguel Sancho, acrescentando que, por outro lado, “há colegas que têm muitas horas extra”, pelo que “a empresa não está a rentabilizar os seus trabalhadores”.

Questionado sobre se há intimidações e medo dentro da empresa, o comandante reconheceu que existem.

Luís Miguel Sancho é o segundo comandante da SATA, depois do comandante Abel Coelho, a ser ouvido nesta comissão parlamentar de inquérito, tendo dito que vê a empresa a afundar-se”, apesar de “ter todas as condições para singrar”.

“Não percebo porque é que a empresa não singra no mercado. Quem escolhe o conselho de administração de uma empresa é o acionista. Já algum olhou para o currículo das pessoas antes de elas entrarem para lá? Não sei se conta ter experiência em aviação ou não”, sustentou o comandante, lamentando que “na SATA não haja uma identidade”.

Na manhã desta segunda-feira os deputados ouviram à porta fechada o ex-diretor de manutenção da SATA.

O mandato desta comissão parlamentar de inquérito termina a 27 de dezembro.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um caso de gestão ruinosa, que interessa a alguns. Esse comandante teve tomates para dizer na cara da comissão de inquérito como é feita a gestão. Entao ele deve voar 900horas, mas apenas faz 300 e é pago pela totalidade? Os gestores são os tais boys, laranjas ou rosas, é tudo a mesma fossa. O contribuinte portugues paga esses desmandos. Para quando a privatização da SATA? Ontem era tarde.

  2. Quem vai pagar esses 35 milhões de euros de prejuízo fora o restante e é preciso ter em conta que o Estado subsidia já viagens entre ilhas e creio que de ilhéus para o continente e vice-versa.

RESPONDER

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …

Bastonário dos Médicos sugere uso obrigatório de máscara na rua (e em todo o país)

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, sugere que o Governo pondere decretar o uso obrigatório de máscara no espaços exteriores de todo o país, à semelhança do que fez a Região Autónoma da …