Coligação internacional admite mais vítimas civis nos bombardeamentos contra o Daesh

U.S. Department of Defense / FLickr

-

A coligação internacional que luta contra o Estado Islâmico admite novas vítimas civis dos seus bombardeamentos no Iraque e na Síria feitos nos últimos meses.

No último balanço oficial, sobe para 55 o número de vitimas civis desde o início da campanha contra o grupo terrorista.

As vítimas dos bombardeamentos, desde agosto de 2014, da coligação liderada pelos Estados Unidos só são reconhecidas depois de longos processos de inquérito.

A coligação internacional é, no entanto, acusada de subestimar largamente o número destas vítimas.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os ataques da coligação na Síria já mataram cerca de 600 civis, dos quais 136 eram crianças.

Uma outra organização não-governamental, também sediada em Londres, à semelhança do Observatório, estima, por seu lado, que o número destas mortes supera os 1.500.

Recorde-se que, na semana passada, o governo sírio exigiu à ONU que se tomassem medidas contra a França e os EUA, depois de dois bombardeamentos que alegadamente provocaram 260 vítimas civis.

Na altura, analistas e especialistas em política internacional consideraram que este ataque pode ter sido uma forma de França se vingar pelo ataque em Nice, que provocou a morte de 84 pessoas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …

Netanyahu terá visitado Arábia Saudita (e reunido com Mike Pompeo e o príncipe herdeiro em segredo)

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, terá viajado no domingo em segredo à Arábia Saudita para se encontrar com o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, divulgaram esta segunda-feira vários meios de comunicação de Israel. De acordo …

Arguidos no processo da queda da árvore na Madeira vão a julgamento

O Tribunal da Comarca da Madeira decidiu, esta segunda-feira, após a fase de instrução, levar a julgamento os dois arguidos no caso da queda da árvore no Funchal que, em agosto de 2017, provocou a …

Ausência de máscara na via pública dá multa a pelo menos 7 pessoas por dia

Entre 28 de outubro e 16 de novembro, a GNR e a PSP aplicaram 825 coimas por incumprimento relativo ao uso de máscara, sendo que mais de 130 foram por falta dela na via pública. De …

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …