Uma Coca-Cola ajudou a resolver crime de violação e homicídio com 28 anos

O assassinato da norte-americana Amanda Teresa Stavik, que foi encontrada morta em 1989, com sinais de violação, foi finalmente resolvido, graças a uma lata de Coca-Cola e a um copo de plástico com vestígios de ADN do suspeito.

Amanda Teresa Stavik foi dada como desaparecida a 24 de Novembro de 1989 quando tinha 18 anos. O seu corpo acabou por aparecer três dias depois a flutuar num rio, a vários quilómetros da sua casa, no condado de Whatcom, em Washington, EUA.

A jovem foi sequestrada, violada e assassinada, mas foram precisos 28 anos para encontrar um suspeito do crime que agora vai ser julgado em Abril de 2019.

O homem foi detido em Dezembro de 2017, mas só um ano depois da detenção se deu um passo decisivo para o incriminar pela morte da jovem, após os tribunais aceitaram uma lata de Coca-Cola e um copo de plástico como provas-chave do processo.

O caso reportado pelo jornal local The Bellingham Herald destaca que ao longo de 28 anos de investigação levada a cabo por vários detectives, foram recolhidas milhares de evidências, mas nunca foi encontrado um culpado.

O facto de terem sido encontrados vestígios de sémen na vítima permitiu definir um perfil de ADN do suspeito, que foi comparado com o de várias pessoas da zona onde a jovem vivia.

O homem agora acusado, Timothy Forrest Bass, de 51 anos, foi contactado pela polícia por duas vezes, mas recusou-se sempre a fornecer amostras de ADN. E como as provas contra ele não eram suficientemente fortes para o poder obrigar a dar essas amostras, nunca foi possível acusá-lo.

Todavia, essa recusa acabou por centrar o olhar das autoridades nas suas rotinas. A polícia tentou obter da padaria onde ele trabalhava como distribuidor uma rota dos seus percursos de entrega, para o investigar, mas a empresa recusou-se a fazê-lo sem um mandado judicial.

Até que em 2017, finalmente, as autoridades contaram com a colaboração de uma colega de trabalho de Bass que forneceu as rotas do homem e o tempo que passava, em média, em cada entrega. Além disso, ela manifestou vontade de recolher provas contra Bass e apanhou do lixo um copo de plástico e uma lata de Coca-Cola utilizados pelo suspeito.

Os exames periciais concluíram que o ADN de Bass nos objectos recolhidos coincidia com o perfil definido a partir do sémen recolhido da vítima, como destaca o The Bellingham Herald.

Bass acabou por ser detido a 1 de Dezembro passado e acusado de homicídio em primeiro grau.

A defesa do suspeito ainda tentou suprimir as provas da acusação, alegando que foram obtidas de forma ilegal. Mas o tribunal entendeu aceitá-las como válidas, notando que a funcionária que as recolheu agiu por iniciativa própria e sem ter sido pressionada pelas autoridades.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …