Co-piloto parcialmente sugado de avião que aterrou em segurança

Um avião de passageiros chinês foi forçado a fazer uma aterragem de emergência depois de o para-brisa da aeronave ter explodido, a cerca de 10 mil metros de altitude, sugando metade do corpo do co-piloto para fora do avião.

O capitão Liu Chuanjian disse que o Airbus A319 estava a voar em altitude de cruzeiro quando um som ensurdecedor invadiu o cockpit. “Não houve aviso”, disse, citado pela BBC.

“O para-brisa partiu, causando um estrondo enorme. A primeira coisa que eu percebi foi que metade do corpo do meu co-piloto tinha sido sugado para fora do avião.” Felizmente, o co-piloto estava a usar o cinto de segurança.

O co-piloto foi puxado de volta para o cockpit, onde imperava o caos: a pressão e a temperatura caíram e os equipamentos estavam a falhar. “Tudo no cockpit estava a flutuar no ar”, disse o capitão. “Eu não conseguia ouvir o rádio. O avião abanava tanto que eu também não conseguia ler os medidores.”

O Sichuan Airlines 3U8633 estava a fazer uma rota de Chongqing, no sudoeste da China, para Lhasa, no Tibete, quando o acidente ocorreu. Os passageiros estavam a receber o café da manhã quando o avião mergulhou, de repente, para 7,3 mil metros.

“Não sabíamos o que estava a acontecer e entramos em pânico”, explicou um deles. “As máscaras de oxigénio caíram… E sentimos alguns segundos de queda livre antes de estabilizar novamente.”

A Administração de Aviação Civil da China disse que o co-piloto teve deslocou o pulso e sofreu alguns cortes no rosto. Outro membro da tripulação sofreu uma pequena lesão na barriga quando o avião caiu bruscamente.

O avião aterrou com todos os 119 passageiros ilesos. Vinte e sete deles fizeram check-ups médicos num hospital em Chengdu, onde o avião fez a aterragem de emergência. Mais de 50 apanharam outro voo, chegando a Lhasa na tarde do mesmo dia.

O piloto Liu tem sido muito elogiado nas redes sociais por aterrar o avião com segurança. Na terça-feira, a hashtag #ChinaHeroPilot tinha 160 milhões de visualizações e 17,8 milhões de comentários no microblog chinês Sina Weibo.

No entanto, enquanto alguns pediram que o capitão recebesse um prémio, outros exigiam melhores medidas de segurança.

A Airbus e a agência francesa de investigação de acidentes BEA enviaram equipas à China para investigar o caso.

O acidente ocorreu apenas dois meses depois de uma mulher morrer após ter sido parcialmente sugada pela janela de um avião comercial dos EUA, cujo motor explodiu no ar.

As quebras nos para-brisas são uma ocorrência razoavelmente comum e podem ser causadas por raios ou por um pássaro – quando as aves atingem o avião em altitudes mais baixas. No entanto, a perda de um vidro inteiro é raro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Palavra “mulher” já tem nova definição

O dicionário online Priberam e o canal de televisão FOX Life uniram-se para desafiar os portugueses a participar na revisão do significado da palavra "mulher". Três semanas depois, apresentam-nos o resultado. Esta terça-feira, o dicionário online …

EUA emitem alerta sobre "ataques sónicos" na China

Esta quarta-feira, a embaixada norte-americana na China emitiu uma alerta após um funcionário do Governo ter sofrido uma lesão cerebral. A embaixada norte-americana na China emitiu um alerta depois de um funcionário ter sofrido uma lesão …

Descobertas 481 moedas romanas dos séculos I ao III em Braga

Um museu em Braga descobriu 481 moedas romanas datadas do século I ao século III que permitem perceber o circuito de comércio no Mediterrâneo na época do Império Romano. Esta quarta-feira, o Museu Pio XII, em …

José Manuel Coelho condenado a ano e meio de prisão domiciliária

O deputado do PTP/Madeira foi, esta quarta-feira, condenado a um ano e seis meses de prisão domiciliária pela prática de vários crimes de difamação e de divulgação de fotografias ilícitas. José Manuel Coelho foi julgado na …

Maternidade só deixa mãe ver as filhas recém-nascidas depois de pagarem a conta

Uma mãe esperou cinco dias para ver as suas filhas recém-nascidas porque não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas. Juliana Logbo esperou cinco dias depois do parto para ver as suas filhas gémeas e recém-nascidas …

Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. "Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios …

94% das universitárias de Coimbra já foram alvo de assédio sexual

Um estudo realizado pela UMAR Coimbra sobre a violência sexual em contexto académico revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido …

Israel admite: o famigerado F-35 já se estreou em combate

A força aérea israelita admitiu ter usado, pela primeira vez, o poderoso caça bombardeiro numa ação de combate contra dois tanques, numa missão recente. Um dos aviões de combate mais avançados do mundo, o novo caça-bombardeiro …

Proposta do PS sobre a habitação suspende despejos já em curso

O PS avançou com uma proposta de alteração ao seu próprio projeto. A medida abrange inquilinos com mais de 65 anos ou com grau de incapacidade igual ou superior a 60% desde que residam há …

Função Pública vai ter aumentos em 2019 (mas não nos salários)

O ministro das Finanças referiu, esta quarta-feira, no Parlamento, que os funcionários públicos vão ter aumentos em 2019, através da "via do descongelamento de carreiras". Mas sobre um eventual aumento dos salários não se pronunciou. "Todos …