Clubes que desistiram da Superliga vão ter de pagar multa (que pode ser de 300 milhões)

1

Fabio Frustaci / EPA

Os clubes que desistiram da ideia de formar uma Superliga Europeia vão ter de pagar uma multa. Apenas Real Madrid e Barcelona ainda não anunciaram a sua saída.

Os relatos relativamente ao valor da coima variam drasticamente. Enquanto o Arsenal fala de uma multa que não chega sequer aos 9 milhões de euros, em Espanha, o portal Vozpopulí fala em 300 milhões de euros.

O site espanhol sugere que o valor está estipulado no “contrato vinculativo” mencionado por Florentino Pérez, presidente do Real Madrid e da Superliga Europeia.

A verba será correspondente ao encaixe a que cada um dos clubes teria direito logo à cabeça, em função do empréstimo de 3,2 mil milhões acordado com a JP Morgan.

Por sua vez, Vinai Venkatesham, CEO do Arsenal, diz que “o valor não chega aos nove milhões de euros de que falam”.

Dos 12 membros fundadores, Real Madrid e Barcelona são os únicos que ainda não anunciaram a sua desistência, embora os catalães admitam estar a considerar fazê-lo.

Em sentido contrário, AC Milan, Arsenal, Atlético Madrid, Chelsea, Inter de Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham Hotspur já comunicaram a sua saída.

Ainda assim, esta quarta-feira, Florentino Pérez realçou que nenhum dos desistentes estava oficialmente desligado da Superliga, devido aos compromissos assumidos no referido contrato, escreve o jornal O JOGO.

O banco norte-americano JP Morgan reconheceu hoje ter avaliado mal o projeto da Superliga europeia de futebol, que iria financiar com cerca de quatro mil milhões de euros.

“Obviamente, avaliámos mal como esta operação seria percebida pelo mundo do futebol em geral e o impacto que teria no futuro. Vamos aprender as lições”, disse um porta-voz do banco. Contudo, o banco não revelou se vai cortar definitivamente as ligações com a Superliga.

  Daniel Costa, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE