/

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Getty Pool / EPA

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois golos.

A equipa de Pep Guardiola era favorita, mesmo na condição de visitante frente ao Borussia Monchengladbach, atual oitavo classificado da Bundesliga. E o caminho para o triunfo foi aberto por Bernardo Silva, aos 29 minutos, com um golo 100% português, com João Cancelo a efetuar o cruzamento para as costas da defesa alemã e o n.º 20 dos citizens a desviar a bola de cabeça, que não é o seu ponto forte, para o fundo das redes.

O atual líder da Premier League deteve quase sempre a iniciativa e o controlo do jogo e, a partir do momento em que inaugurou o marcador, ficou ainda mais confortável perante um Borussia que ficou sem soluções quando foi preciso ir à procura do empate.

Na segunda parte, os citizens continuaram por cima do jogo e chegaram ao segundo golo, aos 65 minutos, por Gabriel de Jesus, mas “fabricado” pela dupla João Cancelo/Bernardo Silva, com o primeiro a cruzar e o segundo a amortecer para o avançado brasileiro.

No final da partida, Pep Guardiola rasgou elogios a Bernardo Silva e a Cancelo.

O Bernardo Silva é tão inteligente… Precisamos de médios ofensivos que saibam atacar o espaço na área e [o Bernardo] fê-lo», disse, falando ainda sobre a época passada do internacional português e das suas capacidades no jogo aéreo.

“Ele tem estado ao nível das duas primeiras épocas [que fez pelo City]. Talvez, na época passada, tenha caído um pouco de rendimento, mas sempre que joga é excecional, com muita qualidade (…) “É muito bom no jogo aéreo! Já vi nos treinos, quando sobes para cabecear tens de usar o corpo e ele é forte nesse aspeto, é um bom cabeceador, para dizer a verdade. O golo foi fantástico, a forma como finalizou. Tem essa qualidade especial”.

O técnico espanhol elogiou também as prestações de Cancelo: “O Cancelo está a jogar muito bem. Por vezes, naquela posição, temos de controlar o risco. É um jogador com enorme qualidade e tem uma capacidade física assombrosa. Estaria pronto para jogar amanhã, caso fosse preciso, e as duas assistências dele foram brilhantes. Tem de ter qualidade para conseguir colocar a bola da forma como colocou. Foi perfeito.

Bernardo treina jogo aéreo com Rúben Dias

No final da partida, Bernardo Silva reconheceu que esta foi uma vitória importante para o City e confessou que treina muito situações de jogo aéreo, especialmente depois da chegada de Rúben Dias, que também foi titular no jogo de ontem.

“Foi um bom jogo da nossa parte. Sabemos como esta competição é difícil. Tentámos jogar simples, sem cometer erros. Boa vitória, mas ainda não está terminado“.

“Habitualmente não sou mortífero de cabeça. Tento praticar muito, especialmente agora com Rúben Dias. Fazemos competição a ver quem faz mais golos de cabeça. Penso que hoje tive sorte pelo facto de o João [Cancelo] me servir com aquela grande bola. Estou feliz por marcar e ajudar a equipa”, disse, recordando ainda a boa ligação que tem com João Cancelo dentro das quatro linhas, fruto dos anos que jogaram juntos no Benfica.

“O João é um jogador incrível. Joguei com ele sete anos no Benfica e somos da mesma geração. Conheço-o muito bem. Temos uma boa ligação. Ele sabe o meu timing e sei o quão bom ele é a colocar aquelas bolas. Foi um bom golo. Está a fazer uma grande época e ficou feliz por ele”, rematou o internacional português.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Com esta vitória, a 18.ª consecutiva dos blues, o City tem caminho desbravado para os quartos de final da liga milionária. A segunda parte da eliminatória joga-se a 16 de março.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.