Cineasta americana luta para anular copyright de “Happy Birthday” (e pode ganhar)

Um processo judicial que parecia uma causa perdida contra uma gigante do entretenimento, envolvendo uma das músicas mais cantadas no mundo, sofreu repentinamente uma reviravolta.

A cineasta norte-americana Jennifer Nelson moveu uma acção judicial contra a Warner-Chappell, editora do grupo Warner Music, por cobrar indevidamente direitos de autor pela reprodução de “Happy Birthday to You”, a versão anglófona da popular música “Parabéns a Você”.

Para usar a música num dos seus filmes, Jennifer Nelson descobriu que teria de pagar cerca de 1300 euros.

Indignada, a cineasta decidiu procurar provas contra a apropriação da canção pela empresa fonográfica, e apresentou em 2013 um processo judicial para anular os direitos de autor da música.

“Happy Birthday to You”, escrita em 1893 pelas professoras primárias Mildred e Patty Hill, chamava-se originalmente “Good Morning to All” e era usada para receber os alunos na sala de aula.

Uma das mais famosas músicas do mundo, foi adaptada para aniversários em 1924. É considerada pelo Guinness Book of World Records como a “música de língua inglesa mais conhecida no mundo”.

A canção foi comprada pela já extinta editora Summy, que a registou em 1935 – garantindo com isso, pelas leis de propriedade intelectual norte-americanas, direitos de autor sobre a música até 2030.

Omnipresente em todas as festas de aniversário americanas, a música rende 1.8 milhões de euros por ano nos Estados Unidos. O lucro é dividido entre a editora e os herdeiros das irmãs Hill.

Em 1988, a Warner comprou a parte que pertencia à Summy, numa transacção estimada em 22 milhões de euros.

Mas, numa inesperada reviravolta, Jennifer Nelson apresentou em tribunal provas que podem anular os direitos de autor da obra, e colocá-la livremente disponível a todos.

Os advogados de Nelson encontraram uma versão de 1922 da música, já assinada pela Summy.

Ou seja, a editora já era proprietária da canção em 1922, e as leis da propriedade intelectual nos EUA definem que qualquer obra anterior a 1923 está automaticamente no domínio público.

O advogado de acusação, Mark Rifkin, citado pela Folha de São Paulo, adianta que a Justiça americana deverá decidir o caso dentro dos próximos dois meses.

“Estamos otimistas, embora a Warner alegue que não tem certeza se o registo de 1922 era mesmo da Summy”, diz Rifkin.

Na Europa, “Parabéns a Você” tem direitos de autor válidos até 31 de Dezembro de 2016 – mas não se preocupe, pode continuar a cantar a música nas suas festas de aniversário.

Apenas não publique o vídeo no YouTube.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …

Grávidas e crianças até aos 10 anos não devem comer peixe-espada e atum, recomenda Espanha

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio. Em causa …