Cigarros eletrónicos podem causar enfartes e depressão

Os fumadores de cigarros eletrónicos correm um risco 56% maior de ter um ataque cardíaco comparativamente com os não fumadores. Também o risco de sofrer um acidente vascular cerebral é maior cerca de 30%.

Estes são alguns dos principais dados de um novo estudo de uma equipa de cientistas da Escola de Medicina do Kansas, nos Estados Unidos, liderada Mohinder Vindyhal. Os resultados serão apresentados no próximo dia 18 de março no Congresso de Cardiologia ACC19, no estado norte-americano de Nova Orleães.

A investigação avaliou ainda dados do foro emocional, tendo concluindo que a depressão, os transtornos de ansiedade e emocionais são cerca de duas vezes mais comuns em fumadores de cigarros eletrónicos do que em não fumadores.

“Descobrimos que não importa quantas se consomem cigarros eletrónicos e, mesmo que apenas aconteça nalguns duas da semana, é mais provável que [o fumador] sofra um ataque cardíaco ou uma doença coronária”, explicou o professor de medicina.

O novo estudo refuta a corrente generalizada que sustenta que os cigarros eletrónicos representam menor perigo para a saúde, uma vez que não produzem fumo e, por isso, um menor número de toxinas do processo de combustão entra nos pulmões.

Na pesquisa, contudo, os cigarros “normais” tiveram um desempenho significativamente pior do que os cigarros eletrónicos: o risco de um ataque cardíaco foi 165% maior, assim como a probabilidade de contrair uma doença arterial coronária (94% maior) e de sofrer um acidente vascular cerebral (78% maior).

Para a investigação, Vindyhal recorreu a dados dum estudo de grande escala do Centro de Saúde dos Estados Unidos. Nesta pesquisa, 96.467 participantes responderam – em 2014, 2016 e 2018 – a várias questões sobre o seu uso ou não uso de cigarros eletrónicos. Com uma idade média de 33 anos, os consumidores de cigarros eletrónicos eram mais jovens que os fumadores de cigarros “normais”, com idade média superior a 40 anos.

Segundo os cientistas, muitos dos consumidores de cigarros eletrónicos fumaram também, muito provavelmente, tabaco no passado. Neste sentido, o aumento do número de doenças cardíacas pode também estar associada a este facto.

Os cientistas não sabem ainda se o elevado número observado de pessoas com depressão pode estar associado ao facto de os pacientes com doenças psíquicas serem mais propensos ao consumo de estimulantes. Os cientistas alertam que pode tratar-se de uma confusão entre causalidade e relação.

No entanto, Vindyhal vale-se da sua conclusão: “Até agora, pouco se sabia sobre doenças cardíacas relacionada com o uso de cigarros eletrónicos”, acrescentando que estes “dados devem despertar-nos para entrar em ação e aumentar a consciencialização sobre os perigos associados aos cigarros eletrónicos”.

PARTILHAR

RESPONDER

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …

Portugueses vencem "Óscares" de animação em Los Angeles

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu este domingo o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo …

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …

Caso suspeito de infeção por coronavírus em Portugal deu negativo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou este domingo que o primeiro caso suspeita de coronavírus em Portugal, com um paciente sob observação no Hospital de Curry Cabral, em Lisboa, deu negativo após  análises. "A Direção-Geral da …