Cigarros eletrónicos podem causar enfartes e depressão

Os fumadores de cigarros eletrónicos correm um risco 56% maior de ter um ataque cardíaco comparativamente com os não fumadores. Também o risco de sofrer um acidente vascular cerebral é maior cerca de 30%.

Estes são alguns dos principais dados de um novo estudo de uma equipa de cientistas da Escola de Medicina do Kansas, nos Estados Unidos, liderada Mohinder Vindyhal. Os resultados serão apresentados no próximo dia 18 de março no Congresso de Cardiologia ACC19, no estado norte-americano de Nova Orleães.

A investigação avaliou ainda dados do foro emocional, tendo concluindo que a depressão, os transtornos de ansiedade e emocionais são cerca de duas vezes mais comuns em fumadores de cigarros eletrónicos do que em não fumadores.

“Descobrimos que não importa quantas se consomem cigarros eletrónicos e, mesmo que apenas aconteça nalguns duas da semana, é mais provável que [o fumador] sofra um ataque cardíaco ou uma doença coronária”, explicou o professor de medicina.

O novo estudo refuta a corrente generalizada que sustenta que os cigarros eletrónicos representam menor perigo para a saúde, uma vez que não produzem fumo e, por isso, um menor número de toxinas do processo de combustão entra nos pulmões.

Na pesquisa, contudo, os cigarros “normais” tiveram um desempenho significativamente pior do que os cigarros eletrónicos: o risco de um ataque cardíaco foi 165% maior, assim como a probabilidade de contrair uma doença arterial coronária (94% maior) e de sofrer um acidente vascular cerebral (78% maior).

Para a investigação, Vindyhal recorreu a dados dum estudo de grande escala do Centro de Saúde dos Estados Unidos. Nesta pesquisa, 96.467 participantes responderam – em 2014, 2016 e 2018 – a várias questões sobre o seu uso ou não uso de cigarros eletrónicos. Com uma idade média de 33 anos, os consumidores de cigarros eletrónicos eram mais jovens que os fumadores de cigarros “normais”, com idade média superior a 40 anos.

Segundo os cientistas, muitos dos consumidores de cigarros eletrónicos fumaram também, muito provavelmente, tabaco no passado. Neste sentido, o aumento do número de doenças cardíacas pode também estar associada a este facto.

Os cientistas não sabem ainda se o elevado número observado de pessoas com depressão pode estar associado ao facto de os pacientes com doenças psíquicas serem mais propensos ao consumo de estimulantes. Os cientistas alertam que pode tratar-se de uma confusão entre causalidade e relação.

No entanto, Vindyhal vale-se da sua conclusão: “Até agora, pouco se sabia sobre doenças cardíacas relacionada com o uso de cigarros eletrónicos”, acrescentando que estes “dados devem despertar-nos para entrar em ação e aumentar a consciencialização sobre os perigos associados aos cigarros eletrónicos”.

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal foi o país da Europa que mais pagou a agentes de futebol

Em 2019, Portugal foi o país da Europa que mais gastou em comissões a agentes nos processos de venda de jogadores de futebol. Os números são de um relatório FIFA, citado esta quinta-feira pelo Jornal de …

"Agregar, agregar, agregar". Se vencer, Pinto Luz conta com Rio e Montengro

O candidato à liderança do PSD Miguel Pinto Luz disse que caso vença as diretas de 11 de janeiro quer contar os seus adversários nesta corrida - o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o …

Açores são o único arquipélago do mundo com certificado de destino turístico sustentável

Os Açores são a primeira região do país certificada como destino turístico sustentável, distinção atribuída a apenas 13 regiões no mundo e entregue esta quinta-feira com a categoria de "prata" pela certificadora Earthcheck. "É com profundo …

Kendrick Lamar atua em data extra do Alive

O rapper norte-americano Kendrick Lamar vai atuar a 8 de julho, num dia extra do festival Alive, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. Esta será a terceira vez que o rapper atua em Portugal, tendo …

Hugh Grant em campanha porta a porta contra Boris Johnson e o Brexit

Hugh Grant está em campanha contra o primeiro-ministro do seu país. O ator britânico decidiu juntar-se aos trabalhistas e liberais democratas para derrotar Boris Johnson e, nos últimos dias, tem participado em ações de campanha …

Sarah previu a vitória de Trump em 2016. Agora, alerta para o perigo das redes sociais

Sarah Kendzior, que previu a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016, diz que as redes sociais podem ser utilizadas como uma arma política. Quando quase todos menosprezavam a corrida eleitoral de Donald Trump …

Marcelo "afasta-se" do encontro entre Pompeo e Netanyahu

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que o encontro, que decorre em Lisboa, entre o secretário de estado dos Estados Unidos e o primeiro ministro israelita "é uma realidade que …

Economia portuguesa cresce acima da média europeia

As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%). Segundo revelou o …

Atendimento a sem-abrigo passa a ser feito independentemente da morada

O atendimento de emergência a pessoas sem-abrigo passa a poder ser feito em qualquer centro distrital da Segurança Social, independentemente da morada em que a pessoa está registada ou da existência de um processo familiar, …

Catarina Martins presente na contra-cimeira do clima em Madrid

A coordenadora do BE integra a comitiva bloquista que, na sexta-feira, vai a Madrid para a manifestação da contra-cimeira do clima, enquanto decorre na capital espanhola a cimeira da Organização das Nações Unidas, a COP25. Em …