Cientistas ressuscitam um urso de água congelado há 33 anos

Uma equipa de cientistas japoneses conseguiu ressuscitar um exemplar de urso de água encontrado congelado, há 30 anos, no Polo Sul, anunciou o Instituo Nacional de Investigação do Japão, NIPR.

Em comunicado, o NIPR anunciou ter ressuscitado um exemplar de tardigrado, popularmente conhecido como urso de água, que tinha sido encontrado em amostras de musgo obtidas em novembro de 1983 perto da base polar japonesa de Showa, na Antártida Oriental.

O tardigrado é um extremófilo, animal capaz de sobreviver em situações extremas, no vácuo do espaço e em temperaturas abaixo de zero, e é considerado “o animal mais resistente do mundo“.

Em 2007, a Agência Espacial Europeia, ESA, enviou mesmo 3.000 tardigrados para o espaço, durante 12 dias, tornando-os os primeiros animais a sobreviver à exposição ao espaço sideral.

O tardigrado consegue adaptar o seu metabolismo às condições ambientes, diminuindo ou aumentando o seu ritmo, o que lhe permite viver num grande num intervalo de temperaturas que vai desde os -20ºC até aos 100º, e suportar condições extremas de pressão e de radiação.

Este animal microscópico de oito patas, pertencente ao filo dos artrópodes, recebeu a alcunha de urso de água devido à sua aparência e forma de caminhar.

Ressuscitado 33 anos depois

A equipa de cientistas do NIPR iniciou em março de 2014 o processo de descongelamento do tardigrado encontrado há 33 anos, tendo conseguido fazê-lo “regressar à vida”.

Segundo o jornal japonês The Asahi Shimbun, a equipa de cientistas encontrou na amostra de musgo colhida em Showa dois exemplares e um ovo de tardigrado, tendo conseguido descongelar um dos animais e o ovo.

Depois de ressuscitado, o animal começou a movimentar-se e a comer normalmente, tendo posto 19 ovos – dos quais 14 eclodiram.

O processo de ressuscitação usado pela equipa de cientistas foi descrito num artigo, publicado na revista Cryobiology.

O animal encontrava-se em criptobiose, um estado de latência que assegura a sobrevivência em ambientes extremos. Para tal, o tardigrado desidratou-se e entrou em hibernação.

Já tinha sido possível “ressuscitar” animais congelados, mas nunca antes um animal tinha ficado mais de nove anos congelado no gelo.

“Queremos descobrir o mecanismo que permite a estes animais reparar estragos no seu DNA”, disse ao Asahi o principal autor do estudo, Megumu Tsujimoto, investigador do NIPR.

O descongelamento deste exemplar vai agora permitir aos cientistas estudar o processo de  hibernação que lhe permitiu ser ressuscitado ao fim de 30 anos — algo que pode vir a ser muito útil ao Homem no futuro, por exemplo em viagens interplanetárias de longo curso.

AJB, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …

Atriz Felicity Huffman condenada a 14 dias de prisão

A atriz de "Donas de Casa Desesperadas" foi ainda multada em 30 mil dólares e terá de cumprir 250 horas de serviço comunitário. Depois de cumprido o tempo de prisão, Felicity Huffman ficará um ano …