Cientistas rejuvenescem ratos idosos com sangue humano

U.S. Navy / Wikimedia

Um grupo de cientistas injetou sangue de adolescentes em ratos idosos, melhorando a sua memória, cognição e atividade física. Esta descoberta pode ser uma boa notícia para as pessoas que sofrem de doenças degenerativas, como o Alzheimer.

“O método tem potencial para ser utilizado num tratamento para as pessoas”, diz Sakura Minami, investigadora da Alkahest, uma empresa global de saúde e líder mundial em terapias de plasma.

Várias investigações anteriores revelaram que a partilha de sangue entre ratos idosos e ratos jovens tem um efeito interessante: os animais jovens mostram sinais de envelhecimento cerebral, enquanto o cérebro, o fígado e coração dos roedores mais velhos começam a rejuvenescer.

Para descobrir se o plasma sanguíneo de jovens poderia ter os mesmos benefícios, Sakura Minami e a sua equipa recolheram amostras de sangue de humanos com 18 anos de idade, que posteriormente injetaram em ratos com 12 meses.

Quando um rato completa um ano de idade, o equivalente a 50 anos em humanos, o animal começa a mostrar sinais de envelhecimento, tais como a má memória e diminuição da atividade física.

No entanto, quando injetados com sangue humano, os animais começaram a comportar-se como ratos mais jovens, mostrando melhorias em vários aspectos.

Os investigadores colocaram os ratos tratados num dispositivo chamado Labirinto Barnes, uma ferramenta usada para medir a aprendizagem e a memória dos roedores.

Devido à fraca memória, ratos mais velhos tendem a não conseguir movimentar-se no labirinto, mas depois de serem injetados com sangue humano realizaram a tarefa como os ratos jovens.

“É mais ou menos o que esperávamos. O sangue dos jovens deve ter algo que é importante para mantê-los jovens”, afirmou Victoria Bolotina, da Universidade de Boston, citada pela New Scientist.

Os cientistas procuraram pistas sobre a formação de novos neurónios no cérebro – um processo chamado neurogénese, que é importante para a memória e aprendizagem – e descobriram a criação de novas células nos cérebros dos ratos injetados com o sangue humano.

A investigadora Sakura Minami diz ter identificado alguns fatores no sangue jovem que podem ser responsáveis por estes benefícios, mas por enquanto não pode revelá-los.

O método foi apresentado na reunião anual da Sociedade de Neurociência na Califórnia, nos EUA, e já está a ser testado em pessoas com Alzheimer.

BZR, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. ainda bem q os roedores (segundo consta) não sabem ler senão a juventude começaria a ser ratidevorada
    No q à 1ª parte da notícia diz respeito, sempre fui de opinião e sem ter desenvolvido qqr estudo que, comer umas gajas novas surte efeitos rejuvenescedores

  2. Agora há que ensaiar o contrário, injetar sangue de ratos jovens em seres humanos idosos e dar-lhes mais juventude, o pior é que a humanidade já está a ficar muito ratorizada e vai ser um problema acrescido nesse sentido.

RESPONDER

Tribunal do Porto condena 119 pessoas por corrupção com cartas de condução

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou 119 pessoas, entre instrutores, examinadores e alunos de escolas de condução do Grande Porto, a penas de prisão efetiva e suspensa por participarem num esquema de corrupção …

Este pequeno verme é a criatura mais barulhenta dos oceanos

O oceano é um lugar surpreendentemente barulhento. Há baleias cantoras, camarões-pistola que produzem estrondos sónicos e cardumes de peixes barulhentos.  Mas das criaturas grandes e pequenas que habitam os nossos oceanos, poucas se tornam mais barulhentas …

Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante. De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) …

O Hubble encontrou um buraco negro que não devia existir

Algo estranho está a acontecer a 130 milhões de anos-luz da Via Láctea na galáxia espiral NGC 3174. Há um disco fino de material a rodear o seu pequeno e esfomeado buraco negro. Discos como os …

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …

A famosa "Pirâmide Curvada" do faraó Senefuru foi aberta ao público pela primeira vez em mais de 50 anos

No Egito, foi aberta ao turismo, pela primeira vez desde 1965, a famosa "Pirâmide Curvada", construída por ordem do faraó Senefuru há 4.600 anos. Localizada em Dahshur, a 40 quilómetros a sul do Cairo, a pirâmide, …