Cientistas captam o “grito final” de uma estrela devorada por um buraco negro

M. Kornmesser / ESO

Uma rara explosão de luz, emitida por uma estrela ao ser sugada por um buraco negro supermassivo, foi observada por cientistas usando telescópios de todo o mundo.

O fenómeno, conhecido como evento de interrupção da maré, é a erupção mais próxima desse tipo já registada, ocorrendo a apenas 215 milhões de anos-luz da Terra. É causado quando uma estrela passa muito perto de um buraco negro e a extrema atração gravitacional do buraco negro fragmenta a estrela em finos fluxos de material – um processo chamado “espaguetificação”.

Durante este processo, parte do material cai no buraco negro, libertando uma explosão brilhante de energia que os astrónomos conseguem detetar.

Os eventos de interrupção da maré são raros e nem sempre fáceis de estudar porque geralmente são obscurecidos por uma cortina de poeira e detritos. Uma equipa internacional de cientistas conseguiu estudar este evento com detalhes sem precedentes porque foi detecado pouco tempo depois de a estrela ser destruída.

A equipa monitorizou a explosão, denominada AT2019qiz, durante um período de seis meses à medida que ficava mais brilhante – até desaparecer.

“A ideia de um buraco negro a sugar uma estrela próxima parece ficção científica. Mas isso é exatamente o que acontece num evento de interrupção da maré ”, disse Matt Nicholl, investigador da Royal Astronomical Society na Universidade de Birmingham, em comunicado. “Conseguimos investigar em detalhe o que acontece quando uma estrela é comida por um monstro assim.”

“Quando um buraco negro devora uma estrela, pode lançar uma poderosa explosão de material que obstrui a nossa visão”, explicou Samantha Oates, da Universidade de Birmingham. “Isso acontece porque a energia libertada conforme o buraco negro devora o material estelar impulsiona os detritos da estrela para fora.”

No caso do AT2019qiz, os astrónomos conseguiram identificar o fenómeno com antecedência suficiente para observar todo o processo.

As rápidas e extensas observações em ultravioleta, ótica, raios-X e rádio revelaram, pela primeira vez, uma ligação direta entre o material que sai da estrela e o clarão emitido quando é devorado pelo buraco negro.

“As observações mostraram que a estrela tinha aproximadamente a mesma massa do que nosso próprio Sol e que perdeu cerca de metade dela para o buraco negro, que é mais de um milhão de vezes mais massivo”, disse Nicholl.

“Como o apanhámos cedo, conseguimos realmente ver a cortina de poeira e detritos a ser desenhada enquanto o buraco negro lançava um poderoso fluxo de material com velocidades de até 10.000 km/s”, disse Kate Alexander, bolsista Einstein da NASA da Universidade Northwestern. “Forneceu a primeira oportunidade de localizar a origem do material obscurecedor e acompanhar em tempo real como engolfa o buraco negro.”

A investigação ajuda os astrónomos a entender melhor os buracos negros supermassivos e a forma como a matéria se comporta nos ambientes de extrema gravidade ao seu redor.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …