Cientistas captam o “grito final” de uma estrela devorada por um buraco negro

M. Kornmesser / ESO

Uma rara explosão de luz, emitida por uma estrela ao ser sugada por um buraco negro supermassivo, foi observada por cientistas usando telescópios de todo o mundo.

O fenómeno, conhecido como evento de interrupção da maré, é a erupção mais próxima desse tipo já registada, ocorrendo a apenas 215 milhões de anos-luz da Terra. É causado quando uma estrela passa muito perto de um buraco negro e a extrema atração gravitacional do buraco negro fragmenta a estrela em finos fluxos de material – um processo chamado “espaguetificação”.

Durante este processo, parte do material cai no buraco negro, libertando uma explosão brilhante de energia que os astrónomos conseguem detetar.

Os eventos de interrupção da maré são raros e nem sempre fáceis de estudar porque geralmente são obscurecidos por uma cortina de poeira e detritos. Uma equipa internacional de cientistas conseguiu estudar este evento com detalhes sem precedentes porque foi detecado pouco tempo depois de a estrela ser destruída.

A equipa monitorizou a explosão, denominada AT2019qiz, durante um período de seis meses à medida que ficava mais brilhante – até desaparecer.

“A ideia de um buraco negro a sugar uma estrela próxima parece ficção científica. Mas isso é exatamente o que acontece num evento de interrupção da maré ”, disse Matt Nicholl, investigador da Royal Astronomical Society na Universidade de Birmingham, em comunicado. “Conseguimos investigar em detalhe o que acontece quando uma estrela é comida por um monstro assim.”

“Quando um buraco negro devora uma estrela, pode lançar uma poderosa explosão de material que obstrui a nossa visão”, explicou Samantha Oates, da Universidade de Birmingham. “Isso acontece porque a energia libertada conforme o buraco negro devora o material estelar impulsiona os detritos da estrela para fora.”

No caso do AT2019qiz, os astrónomos conseguiram identificar o fenómeno com antecedência suficiente para observar todo o processo.

As rápidas e extensas observações em ultravioleta, ótica, raios-X e rádio revelaram, pela primeira vez, uma ligação direta entre o material que sai da estrela e o clarão emitido quando é devorado pelo buraco negro.

“As observações mostraram que a estrela tinha aproximadamente a mesma massa do que nosso próprio Sol e que perdeu cerca de metade dela para o buraco negro, que é mais de um milhão de vezes mais massivo”, disse Nicholl.

“Como o apanhámos cedo, conseguimos realmente ver a cortina de poeira e detritos a ser desenhada enquanto o buraco negro lançava um poderoso fluxo de material com velocidades de até 10.000 km/s”, disse Kate Alexander, bolsista Einstein da NASA da Universidade Northwestern. “Forneceu a primeira oportunidade de localizar a origem do material obscurecedor e acompanhar em tempo real como engolfa o buraco negro.”

A investigação ajuda os astrónomos a entender melhor os buracos negros supermassivos e a forma como a matéria se comporta nos ambientes de extrema gravidade ao seu redor.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump começasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …