Cientistas refutam duas das principais teorias sobre a mítica Ilha de Páscoa

(CC0/PD) Wolk9 / Pixabay

Estátuas Moai, na ilha de Páscoa, no Chile

Uma nova investigação, levada a cabo por uma equipa interdisciplinar de cientistas do Chile Espanha e Noruega, acaba de refutar algumas das principais teorias sobre a dinâmica populacional da Ilha de Páscoa, no Chile.

De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram publicados na revista científica Proceedings of the Royal Society, a população indígena da Ilha de Páscoa não entrou em colapso após a chegada de europeus ao território dos Rapa Nui e os seus problemas também não estiveram relacionados com a sobre-exploração de recursos naturais.

O estudo refuta assim duas das principais teorias sobre o colapso da população da Ilha de Páscoa, que se acredita que foi colonizada nos séculos XII e XIII por marinheiros polinésios – a partir daqui, os locais enfrentaram várias crises.

A nova investigação sugere que as crises sociais foram causadas pelos efeitos a longo prazo das mudanças climáticas sobre a capacidade de produção de alimentos, tirando dos colonizadores a “culpa” pelo colapso da população indígena.

Estudos levados a cabo pela equipa, no campo da Botânica e da Paleontologia, revelarem que a Ilha de Páscoa estava coberta de florestas quando os primeiros colonos chegaram, sendo ocupadas por uma variedade de árvores, arbustos e gramíneas.

Contudo, o desflorestação levada a cabo para a criação de terras de cultivo, bem como a introdução do rato polinésio, levaram a uma desflorestação gradual, afetando, posteriormente, a produção de alimentos para a população.

Atualmente, a Ilha de Páscoa é totalmente coberta por planícies.

Citado pelo portal Phys.org, Mauricio Lima, professor da Universidade Católica do Chile, sublinhou que a história da população Rapa Nui é “bastante polémica”, recordando que foram levantadas duas grandes hipóteses sobre o seu desenvolvimento.

“Uma das hipóteses afirma que a população sofreu um grande colapso com a sobre-exploração dos recursos naturais. A outra hipóteses sustenta que houve um colapso após após a chegada dos europeus à ilha. As nossas investigações mostram que nenhuma das hipóteses é correta”, afirmou o especialista.

Nils Chr. Stenseth, professora da Universidade de Oslo, frisou ainda, citado pelo mesmo portal que a investigação “desfez” ainda outro mito: o que sustenta que a população viveu num equilíbrio idílico com a natureza durante séculos.

“Isso também não é verdade”, rematou.

A mítica Ilha de Páscoa

Localizada no Chile, a Ilha de Páscoa é um dos locais mais misteriosos do nosso planeta. Há dois mil anos, foi lar de uma civilização polinésia que deixou na ilha um grande número de vestígios em forma de moais gigantes que, acreditam os cientistas, personalizam os antepassados dos antigos moradores da região.

A civilização praticamente desapareceu da ilha antes da chegada dos primeiros colonizadores. Desde então, o seu desaparecimento tem levando dúvidas mas, de acordo com as teorias mais aceites pela comunidade científica, a sua extinção pode estar relacionada com a falta de recursos ou então com guerras entre grupos.

No ano passado, o governo chileno anunciou que deverá rebatizar a Ilha de Páscoa, apelidando-a de Ilha Rapa Nui, que significa “Ilha Grande” e é o seu nome ancestral.

Ilha de Páscoa foi a denominação dada pelo explorador holandês Jakob Roggeveen (1659-1729) – oficialmente o primeiro europeu a pisar na ilha –, que, como chegou à região num domingo de Páscoa, resolveu dar-lhe esse nome.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Medida "excessiva". PSD vai pedir a apreciação parlamentar do prolongamento do teletrabalho até final do ano

O PSD vai pedir a apreciação parlamentar do prolongamento do teletrabalho até final do ano, considerando a medida "excessiva". O ECO avança, esta quarta-feira, que o PSD vai pedir, ainda esta semana, a apreciação parlamentar do …

Portugal regista mais 684 casos e 8 mortos. Incidência da doença a subir

O boletim epidemiológico desta quarta-feira indica que Portugal registou nas últimas 24 horas, 684 novos casos de covid-19 e mais 8 óbitos. Segundo o boletim da DGS o país tem 447 doentes com covid-19 internados, dos …

Acesso ao Ensino Superior terá as mesmas exceções do ano passado

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior disse, esta terça-feira, que o acesso ao Ensino Superior terá, este ano, as mesmas medidas excecionais implementadas no ano passado devido à pandemia da covid-19. "Olhar para a …

Europa vai receber mais 50 milhões de vacinas da Pfizer ainda este mês

Depois de se saber que a UE não vai renovar os contratos com a Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano, a Comissão Europeia anunciou que a Pfizer vai fornecer 50 milhões de doses …

Agente que matou Daunte Wright e chefe da polícia demitiram-se. Mas os protestos continuam

A polícia que matou a tiro um jovem afro-americano em Brooklyn Center, nos Estados Unidos, no domingo, e o chefe da polícia local demitiram-se. Mas os protestos continuam na cidade. Mike Elliott, mayor de Brooklyn Center, …

Família de Ihor pondera recorrer se inspetores não forem condenados por homicídio

A família de Ihor Homenyuk está a ponderar recorrer se os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) forem condenados por ofensas à integridade física agravada e não por homicídio qualificado. A notícia é …

"Sofagate". Michel pede desculpa a Von der Leyen por falta de reação a incidente em Ancara

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu esta terça-feira solenemente desculpa à líder da Comissão Europeia (UE) pela falta de reação ao "desplante diplomático" protagonizado por Ancara na semana passada. Von der Leyen destacou …

Altice Portugal acredita que "SIRESP vai acabar a 30 de junho"

O presidente da Altice Portugal disse que a empresa não teve "qualquer tipo de contacto por parte do SIRESP" sobre a continuidade do contrato, pelo lhe parece que a rede de emergência "vai acabar no …

Polícia do Capitólio foi avisada do ataque mas ordenada a não agir agressivamente

A Polícia do Capitólio dos Estados Unidos foi avisada antecipadamente sobre a violência dos atacantes do dia 6 de janeiro, mas os seus comandantes ordenaram aos oficiais que não usassem as suas táticas "mais agressivas" …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …