Afinal, os habitantes da Ilha de Páscoa não têm ADN sul-americano

Ao contrário do que muitos especialistas defendem, um novo estudo revela que os Rapa Nui não conviveram com o povo americano antes da chegada dos europeus. 

No mapa, a Ilha de Páscoa é um ponto remoto situado a mais de 3.200km de distância da costa oeste do Chile. Desde sempre que esta região fascina os arqueólogos, não só pelas centenas de estátuas Moai, como são conhecidas, mas também porque pode guardar pistas sobre as épicas viagens marítimas no Pacífico e as subsequentes misturas culturais antes da chegada dos europeus.

Segundo o Live Science, muitos especialistas acreditam que a ilha, também chamada de Rapa Nui, foi inicialmente habitada pelos polinésios, que chegaram em 1200 d.C. Mas também há sinais de que os nativos interagiram com pessoas da América do Sul antes dos europeus lá aparecerem em 1722.

Agora, um novo estudo, publicado na revista científica Current Biology, conclui que este povo nunca conviveu com outros grupos antes da chegada dos europeus. A equipa de cientistas analisou cinco esqueletos da cultura Rapa Nui e não encontrou nenhum traço genético da ascendência nativa americana.

“Estamos realmente surpreendidos por não termos encontrado nada”, afirmou o líder da investigação, Lars Fehren-Schmitz, professor de antropologia da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, nos EUA, num comunicado.

“Existem imensos sinais que parecem plausíveis, portanto estávamos mesmo convencidos de que íamos encontrar evidências diretas de contacto pré-europeu com a América do Sul”.

Fehren-Schmitz e o resto da equipa analisaram amostras de esqueletos encontrados em 1980. Alguns ossos datavam de 1445, enquanto outros foram enterrados por volta de 1925, ou seja, bem depois do contacto com os europeus. Em todos os casos, não foram descobertos traços de ADN de nativos americanos.

Erik Thorsby, da Universidade de Oslo, na Noruega, que não está envolvido neste novo estudo, anteriormente encontrou marcadores genéticos típicos dos nativos americanos em esqueletos dos Rapa Nui.

O investigador sugere que os nativos americanos poderiam ter chegado à Ilha de Páscoa entre 1280 e 1495 d.C, talvez graças a uma “boleia” com os polinésios, que estariam a regressar ao local depois de visitarem a costa da América do Sul.

Thorsby considera os resultados deste novo estudo interessantes, mas acrescenta que é preciso ter “muito cuidado ao tirar conclusões gerais, um vez que só foi analisado ADN de cinco indivíduos”, disse ao Live Science.

O investigador diz que é possível que apenas poucos nativos americanos alcançaram Rapa Nui e, por isso, os seus genes “podem ter sido facilmente perdidos quando este ADN foi investigado”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco quer acordo por escrito com o PS se houver novo Governo da esquerda

Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, afirma que o partido quer um acordo por escrito com o PS. “Tem de ter como base compromissos mais vastos, compromissos com o país, como recuperar as pensões …

Matteo Salvini considera que pode ser candidato à Comissão Europeia

Matteo Salvini, líder da extrema-direita italiana disse que deveria ser candidato à presidência da Comissão Europeia caso se verifique a vitória de "uma coligação soberanista" nas próximas eleições europeias. “É verdade. Amigos de diferentes países europeus …

Ryanair revela vídeo. Fotografia de tripulantes a dormir no chão foi encenada

Um vídeo divulgado pela Ryanair confirmou que a fotografia dos tripulantes portugueses a dormir no chão foi encenada. A imagem foi denunciada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). De acordo com …

Jornalista saudita. Arábia transferiu 100 milhões para os Estados Unidos

A Arábia Saudita transferiu 100 milhões de dólares para os EUA nesta terça-feira, no mesmo dia em que o secretário de estado norte-americano Mike Pompeo chegou à capital Riade para discutir os contornos da morte …

Benfica contratou russos para investigar e-mails

O Benfica contratou uma empresa de cibersegurança e um escritório de advogados russos para identificar os responsáveis das empresas onde estão alojados os e-mails confidenciais divulgados pelos blogues anónimos. De acordo com a página de jornal …

Demissão de Rovisco Duarte terá sido imposta por novo ministro da Defesa

Rovisco Duarte apresentou a sua demissão ao ministro da Defesa, tendo sido João Gomes Cravinho quem o "empurrou" para a saída, avança o Observador. Esta quarta-feira de manhã, o Chefe de Estado Maior do Exército, Rovisco …

Centeno pode ter mais 150 milhões para aumentos na função pública

O ministro das Finanças já disse e repetiu que só tem 50 milhões de euros para aumentar os salários da função pública em 2019. No entanto, esta verba faz plano de um plano mais generoso, …

Governo muda as regras do jogo. Reforma antecipada só para quem aos 60 tem 40 anos de descontos

O Governo quer limitar, a partir de outubro do próximo ano, o acesso à reforma antecipada aos trabalhadores que começaram a descontar para a Segurança Social antes dos 20 anos. O Governo vai alterar o regime …

Vistos Gold representam um "sério risco de segurança" para a União Europeia

A comissária europeia da Justiça, Vera Jourova, criticou esta terça-feira os Estados-membros que têm a prática de atribuir 'vistos gold' a cidadãos extracomunitários ricos, instando-os a assegurar que a cidadania europeia não é concedida a …

Espanha em alerta vermelho por uma das piores tempestades da última década

Espanha está em alerta vermelho por causa da aproximação de duas tempestades, uma oriunda do Mediterrâneo e outra do Atlântico. O instituto de meteorologia espanhol prevê acumulação de chuva que pode ultrapassar os 100 litros …