Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe com certeza o que causou a surdez do artista.

Ao longo dos últimos séculos, especialistas em medicina têm tentado descobrir o que causado a perda de audição de Beethoven. Alguns sugeriram doença de Paget, com base na sua autópsia. Outras possibilidade passavam por otosclerose, marcada pelo crescimento ósseo incomum no ouvido, sífilis terciária, envenenamento por metais pesados, lúpus, febre tifóide e sarcoidose.

No entanto, nenhuma condição sugerida nos últimos 200 anos conseguia explicar perfeitamente todos os sintomas relatados por Beethoven.

Agora, de acordo com a revista Forbes, um grupo de otorrinolaringologistas, especialistas em doenças do ouvido, nariz e garganta, de Itália, encontraram uma nova pista que pode apontar para a origem da perda auditiva de Beethoven.

Em 2018, os médicos atenderam uma paciente numa clínica na cidade italiana de Padua cujos sintomas pareciam assemelhar-se aos sintomas de Beethoven. Tal como o compositor, a sua audição começou a diminuir e tinha alguns sintomas adicionais que correspondiam aos relatos de problemas de saúde de Beethoven no início da sua vida, como fraqueza geral e dor abdominal.

No caso da paciente, a causa dos seus problemas foi facilmente encontrada: o seu sangue e urina continham níveis excecionalmente altos de chumbo. Durante anos, a italiana usou uma panela velha que constantemente libertava chumbo na comida após o desgaste da camada de cerâmica. Quando iniciou o tratamento para remover o chumbo do corpo – e parou de usar essa panela -, a maioria dos sintomas melhorou, embora a sua perda auditiva fosse irreversível.

Assim, de acordo com o estudo publicado na revista cientifica The Laryngoscope, a perda auditiva de Beethoven pode ter sido causada por envenenamento por chumbo. Não é uma sugestão incomum porque, em 2005, uma análise das amostras de cabelo e crânio de Beethoven mostrou que tinha altos níveis de chumbo no corpo.

Na época, os investigadores especularam que poderia estar relacionado com um cálice de chumbo do qual ele bebia regularmente ou com o vinho barato que bebeu durante vários anos. No tempo de Beethoven, o chumbo era adicionado a alguns vinhos para melhorar o seu sabor.

Embora haja evidências de que Beethoven tinha chumbo no corpo, isso não significa necessariamente que tenha sido isso que causou a perda auditiva. No entanto, algumas das suas outras doenças, como dores abdominais, desapareceriam quando parava de beber, assim como os sintomas da paciente de 2018 desapareceram depois de deixar de estar exposta ao chumbo.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Hackers podem "roubar" satélites e fazê-los colidir, alerta cientista

Um especialista da Universidade de Denver, nos Estados Unidos, alertou recentemente que eventuais vulnerabilidades em satélites artificiais em órbita podem vir a ser exploradas por piratas informáticos (hackers). Mais de 50 anos depois do lançamento do …

Benfica 3-3 Shakhtar D. | "Águia" permeável diz adeus à Europa

Todos eliminados. Os quatro clubes portugueses caíram todos nos 16 avos-de-final da Liga Europa, o último dos quais o Benfica. Após a derrota por 2-1 na Ucrânia, frente ao Shakhtar, os “encarnados” receberam os comandados de …

Encontrado túmulo milenar de príncipe com coleção de peças valiosas

Em Corinaldo, perto da costa do Adriático, no norte da região italiana de Marche, a descoberta de um túmulo do século VII a.C. trouxe luz a diversos aspetos da Cultura Picena. Os picentinos foram um povo …

Vacina contra o coronavírus não chega a tempo de travar epidemia

Uma eventual vacina eficaz no combate ao novo coronavírus não deverá chegar a tempo de travar a epidemia, saliente o infecciologista Vítor Laerte. O surto de coronavírus, originário de Wuhan, tem-se espalhado aos poucos por todo …

Força Espacial de Trump trabalha "bem de perto" com Musk e Space X

A Força Espacial dos Estados Unidos, cuja criação foi anunciada pelo Presidente norte-americano em junho de 2018, está a desenvolver os seus trabalhos "bem de perto" com o multimilionário Elon Musk e a sua empresa …

Istanbul B. 4-1 Sporting | "Leão" deixa fugir os dois pássaros

O Sporting disse adeus à Liga Europa, ao cair na Turquia, frente ao Istanbul Basaksehirk após prolongamento, com um resultado de 4-1, e 5-4 no conjunto das duas mãos. Após a vitória por 3-1 em Alvalade, …

Fábio Silva: "No Benfica sempre foram impecáveis comigo"

O jovem avançado de 17 anos do FC Porto, Fábio Silva, recordou a passagem pela formação do SL Benfica, confessando que lá todos o trataram muito bem. Em entrevista ao jornal Vivacidade, Fábio Silva, jovem jogador …

Montijo: Rio defende que ao PSD “não lhe compete fazer rigorosamente nada"

O presidente do PSD, Rui Rio, defendeu hoje que é ao Governo que cabe negociar com as Câmaras que se opõem ao futuro aeroporto do Montijo e que aos sociais-democratas “não compete fazer rigorosamente nada”. “Ao …

Canibalismo entre ursos polares está a aumentar (e parte da culpa é nossa)

A falta de alimento, o degelo e o aumento da presença humana são alguns fatores que estão a fazer disparar os casos de canibalismo entre ursos polares no Ártico. Ilya Mordvintsev, especialista em ursos polares no …

Porto 1-3 Leverkusen | Bayer deixa "dragões" de cabeça à roda

O FC Porto disse adeus – “auf wiedersehen” – às competições da UEFA esta temporada, sem glória nos 16-avos-de-final da Liga Europa.  Após o desaire na semana passada por 2-1 na primeira mão desta eliminatória, os …