Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe com certeza o que causou a surdez do artista.

Ao longo dos últimos séculos, especialistas em medicina têm tentado descobrir o que causado a perda de audição de Beethoven. Alguns sugeriram doença de Paget, com base na sua autópsia. Outras possibilidade passavam por otosclerose, marcada pelo crescimento ósseo incomum no ouvido, sífilis terciária, envenenamento por metais pesados, lúpus, febre tifóide e sarcoidose.

No entanto, nenhuma condição sugerida nos últimos 200 anos conseguia explicar perfeitamente todos os sintomas relatados por Beethoven.

Agora, de acordo com a revista Forbes, um grupo de otorrinolaringologistas, especialistas em doenças do ouvido, nariz e garganta, de Itália, encontraram uma nova pista que pode apontar para a origem da perda auditiva de Beethoven.

Em 2018, os médicos atenderam uma paciente numa clínica na cidade italiana de Padua cujos sintomas pareciam assemelhar-se aos sintomas de Beethoven. Tal como o compositor, a sua audição começou a diminuir e tinha alguns sintomas adicionais que correspondiam aos relatos de problemas de saúde de Beethoven no início da sua vida, como fraqueza geral e dor abdominal.

No caso da paciente, a causa dos seus problemas foi facilmente encontrada: o seu sangue e urina continham níveis excecionalmente altos de chumbo. Durante anos, a italiana usou uma panela velha que constantemente libertava chumbo na comida após o desgaste da camada de cerâmica. Quando iniciou o tratamento para remover o chumbo do corpo – e parou de usar essa panela -, a maioria dos sintomas melhorou, embora a sua perda auditiva fosse irreversível.

Assim, de acordo com o estudo publicado na revista cientifica The Laryngoscope, a perda auditiva de Beethoven pode ter sido causada por envenenamento por chumbo. Não é uma sugestão incomum porque, em 2005, uma análise das amostras de cabelo e crânio de Beethoven mostrou que tinha altos níveis de chumbo no corpo.

Na época, os investigadores especularam que poderia estar relacionado com um cálice de chumbo do qual ele bebia regularmente ou com o vinho barato que bebeu durante vários anos. No tempo de Beethoven, o chumbo era adicionado a alguns vinhos para melhorar o seu sabor.

Embora haja evidências de que Beethoven tinha chumbo no corpo, isso não significa necessariamente que tenha sido isso que causou a perda auditiva. No entanto, algumas das suas outras doenças, como dores abdominais, desapareceriam quando parava de beber, assim como os sintomas da paciente de 2018 desapareceram depois de deixar de estar exposta ao chumbo.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Lagoa na Patagónia fica cor-de-rosa devido à poluição

Uma lagoa no sul da Argentina tornou-se cor-de-rosa. Este fenómeno é impressionante, mas assustador, já que os especialistas e defensores do ambiente o atribuem à poluição por um produto químico utilizado para preservar os camarões …

Novo aumento de internados em Portugal, mais 1.610 infeções e nove mortes

Portugal registou esta segunda-feira 1.610 novos casos de infeção por covid-19 e mais nove mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal …

BE acusa Governo de “nunca ter concretizado” medidas para fixar profissionais no SNS

A coordenadora do BE acusou esta segunda-feira o Governo de “nunca ter concretizado” as medidas no Orçamento do Estado de 2019 para fixar profissionais no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e apontou como “absoluta necessidade” …

Bebés voltam a poder ser registados no hospital

No início da pandemia, o serviço "Nascer Cidadão" foi encerrado, Agora, mais de um ano depois, já é possível voltar a registar os bebés nos hospitais onde nascem. Os balcões "Nascer Cidadão" foram instalados há mais …

Fauci revela que uso de máscara está a ser revisto nos EUA para pessoas vacinadas

Anthony Fauci, conselheiro de saúde da Casa Branca, disse que os Estados Unidos estão a estudar a possibilidade de levantar a obrigatoriedade do uso de máscara para pessoas vacinadas contra a covid-19. Este domingo, Anthony Fauci …

Tratamentos de radioterapia em risco no IPO de Lisboa

Tratamentos de radioterapia no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa estão em risco devido à falta de profissionais. O IPO de Lisboa conta com sete aceleradores lineares, aparelhos sofisticados que obrigam à presença física de …

Presidente de associação solidária acusado de violar e escravizar mulheres em situações precárias

O presidente da associação "Paz no Coração" está a ser acusado por 60 crimes sexuais. Atualmente, encontra-se em prisão preventiva. Alfredo Marques Carvalho, líder da associação, acolhia vítimas de violência doméstica, atiradas para a rua com …

Sócrates sai em defesa de Vieira. Em Portugal, "prende-se primeiro e pergunta-se depois"

Em Portugal, "prende-se primeiro e pergunta-se depois", considera o antigo primeiro-ministro José Sócrates, num artigo de opinião publicado esta segunda-feira no qual reage às detenções de Luís Filipe Vieira e Joe Berardo. "Tudo igual, tudo igual, …

Thomas Daley: o ouro para quem sofreu muito

Bullying na escola, morte do pai, homossexualidade, incapaz de caminhar. Thomas Daley venceu uma prova de saltos para a água, em Tóquio, ao lado do também britânico Matty Lee. Surpresa nos saltos para a água, nos …

Depois de uma época dourada, Portugal cai sete lugares no ranking da inovação

A economia nacional caiu sete posições, naquela que é a primeira inversão na trajetória ascendente desde 2014. Apesar do recuo, Portugal melhorou em 18 dos 32 indicadores. A notícia, avançada esta segunda-feira pelo jornal Público, dá …