Cientistas japoneses criam um vidro quase impossível de partir

O novo tipo de vidro é tão resistente que os investigadores responsáveis por esta descoberta asseguram ser quase tão rígido como o aço ou o ferro.

Uma equipa de investigação da Universidade de Tóquio, no Japão, desenvolveu um tipo de vidro que promete ser revolucionário. Os investigadores garantem que o novo material é tão resistente que é praticamente impossível de partir, conta o RT.

Segundo o artigo publicado na revista Nature, a equipa optou por experimentar uma teoria, que estava já a ser testada há vários anos, que mistura óxido de alumínio, um composto químico de alumínio e oxigénio, com dióxido de silício, também conhecido por sílica.

Para isso, os investigadores usaram uma técnica de processamento sem invasão, ou seja, recorreram a gás para impedir que a mistura das duas substâncias se cristalizasse no momento, o principal problema que se mantinha até agora.

O novo tipo de vidro é quase tão rígido como o aço e o ferro e a boa notícia é que mantém a transparência e a nitidez características de um vidro regular.

De acordo com Atsunobu Masuno, professor assistente do Instituto de Ciência Industrial da Universidade de Tóquio, a equipa quer encontrar o mais rápido possível uma forma de produzir este vidro de forma massiva.

Ao contrário do 2-D Glass, vidro que em 2014 entrou para os recordes do Guinness como “o vidro mais fino do mundo”, este novo material parece finalmente ser a solução para alguns dos problemas do nosso dia-a-dia.

A expectativa é a de que o novo material possa ser comercializado daqui a cinco anos e que seja usado, por exemplo, em ecrãs de telemóvel, em vidros de automóveis e em janelas.

ZAP / RT

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. As frases “O novo tipo de vidro é tão resistente que os investigadores responsáveis por esta descoberta asseguram ser quase tão rígido como o aço ou o ferro.” e “O novo tipo de vidro é quase tão rígido como o aço e o ferro e a boa notícia é que mantém a transparência e a nitidez características de um vidro regular.” só podem dever-se a um erro de tradução. Um material muito rígido não dobra porque não é flexível (o oposto de rígido) e é inevitavelmente frágil ou quebradiço, como é o caso do aço que formava o casco do Titanic pois este quebrou literalmente em vez de dobrar.
    As propriedades desejadas, e descritas no artigo, são a dureza (hardness), que sendo alta corresponde a ser difícil de riscar, e o módulo de elasticidade ou de Young (elastic moduli), que sendo alto corresponde a ser necessária muita força para o fazer dobrar.

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …