Cientistas querem saber tudo sobre os mexericos

Desde há muito tempo que os mexericos são comuns na nossa sociedade. A partir do momento em que confidenciamos alguém uma determinada informação, nunca sabemos se essa pessoa será capaz de guardar segredo ou se a vai divulgar com outras pessoas.

Nas estratégias de marketing acontece um fenómeno semelhante. Várias pessoas recomendam-nos um serviço ou produto antes de o comprarmos e, daí em diante, recomendá-lo nós próprios a outras pessoas.

Assim sendo, as bisbilhotices têm sido alvo de estudo há muito tempo, tentando compreender os sistemas sociais. Foi com este pressuposto que investigadores da Universidade de Illinois, em Chicago, estão a estudar a disseminação de doenças infeciosas e de informação.

Os resultados da investigação — disponíveis online no arXiv desde o mês passado — podem também ajudar, por exemplo, empresas de marketing a chegar um determinado público alvo.

“Mostramos que se você exigir que diferentes pessoas lhe digam alguma coisa antes de começar a assumir a informação como um facto, então a propagação da história será muito mais lenta, e alcançará uma proporção muito menor da população”, explicou a autora correspondente do estudo, Laura P. Schaposnik.

Schaposnik e a sua equipa de cientistas descobriu, assim, que apesar de não conseguirem travar a propagação de mexericos, podem controlá-la de certa forma, “exigindo que haja alguma confiança presente”.

De acordo com o Tech Explorist, os cientistas sugeriram um cenário hipotético para comprovar a utilidade do modelo: uma sociedade de 10 mil pessoas, na qual cada uma delas era democrata, republicana, independente ou politicamente agnóstica. Nesta situação, se uma pessoa ouvisse e acreditasse num mexerico de três pessoas, independentemente do tipo, na maioria das vezes as bisbilhotices iriam propagar-se mais rapidamente.

No entanto, se exigíssemos que três pessoas de diferentes orientações políticas nos contassem o rumor, “inicialmente, 250 pessoas precisariam de acreditar no mexerico até ele se espalhar para metade da sociedade ou mais”, explicou Schaposnik.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …

Ministério Público quer anular libertação do amante de Rosa Grilo

O Ministério Público (MP) pediu a nulidade do despacho judicial que ordenou esta sexta-feira a libertação de António Joaquim, acusado de matar o triatleta Luís Grilo, em coautoria com a mulher da vítima, Rosa Grilo. “O …