Cientistas estão há uma semana no Ártico cercados por ursos polares

Victor Nikiforov / WWF Rússia

Os ursos polares não costumam atacar humanos, mas casos como este têm-se tornando mais frequentes

Os ursos polares não costumam atacar humanos, mas casos como este têm-se tornando mais frequentes

Os ursos polares estão entre os maiores predadores do mundo e encontram no Ártico espaço para viver livremente. Mas a presença de 5 destes animais está a provocar apreensão nos cientistas de uma estação meteorológica na ilha de Vaygach, no extremo norte da Rússia.

Os ursos cercaram a estação, e há quase uma semana que mantêm um grupo de investigadores isolado dentro do edifício.

Segundo a secção russa da ONG ambiental WWF, que acompanha o caso, o governo russo prometeu ajudar a resolver a situação.

“Não é um problema que estes ursos polares estejam aqui, é o seu território. O problema é que os cientistas não têm o equipamento necessário para evitar um ataque dos ursos”, explicou à BBC o investigador Victor Nikiforov, da WWF.

Os ursos polares, como os que se vêem das janelas da estação, pesam em média 460 quilos e podem chegar a 2,60 metros de comprimento. Além disso, são muito ágeis e podem saltar até 3,65 metros.

Victor Nikiforov / WWF Rússia

Os cientistas não têm armas nem equipamentos para afugentar os ursos

Os cientistas não têm armas nem equipamentos para afugentar os ursos

O grupo de pesquisa meteorológica, constituído por duas cientistas e um mecânico, interrompeu a medição de temperaturas marítimas, que realizavam duas vezes por dia, depois de terem visto dois dos ursos a lutar por comida.

Os investigadores tentaram afugentá-los com very-lights, sem sucesso.

Os animais estão em busca de alimento no seu habitat natural, e não é vulgar que ataquem humanos.

Mas os investigadores têm registado um aumento de casos de ataques de ursos polares nos últimos anos e acreditam que as mudanças climáticas têm forçado estes animais a explorar terras afastadas do seu habitat natural.

Sem armas ou equipamentos para afugentar os animais, só resta agora aos cientistas que vivem na estação meteorológica esperar por auxílio – ou que os ursos desistam do cerco.

ZAP / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Há centenas de milhares de anos afugentavam-se os predadores com recurso ao fogo. Alguém diga isso às duas cientistas e ao mecânico.

  2. “…mantêm um grupo de investigadores…” Afinal, são só duas cientistas e um mecânico. Felizmente não têm armas. Se lhes derem de comer, os ursos não atacam!

RESPONDER

Estoril vs Benfica | Salvio em cima do gongo

O Benfica arrancou um suado triunfo por 2-1 na visita ao Estoril Praia. A formação benfiquista marcou primeiro, foi superior no primeiro tempo, mas no segundo, os “canarinhos” deram a volta ao texto e justificaram …

Cientistas criam "tatuagem biomédica" para detetar vários tipos de cancro

Cientistas suíços desenvolveram uma "tatuagem biomédica" que escurece quando deteta mudanças no corpo que podem indicar a presença de cancro. Os investigadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH), na Suíça, desenvolveram uma "tatuagem biomédica" …

Vinho tinto e frutos vermelhos podem prevenir doenças mentais

As substâncias presentes nos frutos vermelhos e no vinho tinto podem contribuir para a prevenção da depressão e doenças neurodegenerativas. Investigadores do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (Cintesis) descobriram que as substâncias …

Karl Lagerfeld: "Se não querem que vos baixem as calças, não sejam modelos"

O designer não ficou calado e fez declarações sobre queixas de assédio sexual na indústria do cinema e da moda à revista francesa Número Magazine. Karl Lagerfeld, designer de moda e responsável pela Fendi e Chanel, …

Descobertas acidentalmente ossadas humanas com mil anos enterradas duas vezes

Uma equipa de investigadores do Instituto Politécnico Nacional do México descobriu restos mortais de antigos indígenas que datam do ano de 1100 d.C.. Fósseis humanos com cerca de mil anos foram encontrados na praia de El …

Vem aí chuva de poeiras vindas do Norte de África

Este fim de semana, o sul de Portugal pode enfrentar uma chuva carregada de poeiras vindas do Norte de África. O IPMA explica que se trata apenas de uma deposição. Uma chuva de poeiras pode atingir …

Marcelo deverá vetar mudança de género aos 16 anos

O Presidente da República deverá vetar a lei que permite a mudança de género no registo civil aos 16 anos, por questionar não ser necessário um relatório médico. Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei …

Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há 2 anos em Portugal

Os filhos de imigrantes que vivam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, a não ser que declarem que não querem ser portugueses. Esta alteração vai "inverter a atual regra" e irá encurtar …

Eleições de 2019 com plano europeu para travar perturbações nas redes sociais

Em 2019, o objetivo central dos técnicos da "sala de situação" é proteger as infraestruturas de apoio ao processo eleitoral, nas europeias e as legislativas, ainda sem data marcada. O cenário internacional tem sido marcado pela …

PSD dá a Costa espaço para reformar o SNS sem o Bloco

O ministro-sombra da saúde de Rui Rio, Luís Filipe Pereira, está a preparar um documento estratégico sobre o SNS. O PSD pretende, assim, ir a jogo na discussão sobre o futuro do Serviço Nacional de Saúde. A …