Cientistas encontram desfiladeiros gigantes ocultos sob o gelo da Antártida

Uma nova pesquisa científica, que utilizou radares para obter “raios-X do gelo”, revelou a existência de extensos desfiladeiros debaixo do gelo no Polo Sul.

Uma equipa de cientistas da Universidade de Northumbria, no Reino Unido, que usou radares capazes de penetrar no gelo para traçar um mapa geológico da Antártida, descobriu três extensos desfiladeiros subterrâneos sob a camada de gelo.

Em 2017, um grupo de cientistas tinha descoberto uma dezena de fraturas geológicas com mais de um quilómetro de profundidade sob a superfície do gelo da Antártida – uma enorme rede de fracturas gigantes sob a camada de gelo, que formam um conjunto de rios, canais, baías e vales que chegam a uma profundidade de até 1200 metros.

Mas as cavidades profundas agora descobertas, que não são visíveis na superfície gelada do continente antárctico, estendem-se por centenas de quilómetros e atingem profundidades até agora nunca vistas.

O Foundation Trough, o maior dos desfiladeiros revelados pelas imagens recolhidas pelos cientistas, tem mais de 350 quilómetros de comprimento e quase 35 quilómetros de largura. Para o alcançar, seria necessário perfurar mais de dois quilómetros de gelo, revelou o estudo, publicado no início deste mês na revista Geophysical Research Letters.

Segundo os investigadores, os desfiladeiros desempenham um papel fundamental no controlo do fluxo de gelo. Se o gelo da Antártida começar a derreter devido ao aquecimento global, então o relevo encontrado poderá acelerar a massa de água para o oceano, elevando ainda mais os níveis do mar.

“Se as condições climáticas mudarem na Antártida, podemos esperar que o gelo nestes desfiladeiros irá fluir muito mais rapidamente para o mar, o que os torna realmente importantes. E simplesmente, não sabíamos até agora que eles existiam”, explicou à BBC a geóloga Kate Winter, autora principal do estudo.

A Antártida perde mais de 2,8 quilómetros cúbicos de gelo por ano. Em 2013, foi descoberto que metade do gelo desaparece devido a correntes quentes que banham as  camadas submarinas da cobertura de gelo do continente, através de um sistema de “rios” e canais submarinos.

(dr) Tom Jordan

Área da Antártida onde os desfiladeiros foram localizados

Embora haja numerosos satélites que permitem obter imagens da superfície da Terra e do seu interior, uma grande parte do Polo Sul não é registada devido à inclinação das suas órbitas. O projeto PolarGAP, da Agência Espacial Europeia, ESA, foi lançado precisamente para preencher o vazio nos dados de satélite no Polo Sul.

ZAP // Sputnik News / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pela primeira vez, astrónomos encontraram um exoplaneta sem atmosfera

Nos últimos anos, investigadores descobriram um tesouro de planetas rochosos que orbitam anãs vermelhas, pequenas estrelas com um raio 60% menor que o nosso Sol. Apesar do seu tamanho, estas estrelas são muito ativas - tanto …

Investigadores descobrem esqueletos adolescentes do século V. Um dos cientistas é português

Um grupo de investigadores, do qual também faz parte o português Daniel Fernandes, descobriu três esqueletos do período das migrações bárbaras numa vala em Osijek, na Croácia. "Deformação craniana e diversidade genética em três indivíduos masculinos …

Tesla está a alugar painéis solares por 45 euros por mês

Comprar painéis solares pode ser um investimento dispendioso para muitos. De maneira a oferecer uma solução mais económica aos seus clientes, a Tesla está a alugar a tecnologia por apenas 45 euros por mês. A SolarCity, …

Rui Fonte regressa ao Sporting de Braga e assina por três épocas

O Sporting de Braga, da I Liga de futebol, oficializou ontem a contratação do avançado Rui Fonte, um regresso ao clube, por três temporadas. O jogador, de 29 anos, chega dos ingleses do Fulham, que, …

YouTube remove vídeos de luta entre robôs por violarem políticas contra crueldade animal

O YouTube removeu na segunda-feira vídeos de robôs a lutar entre si da sua plataforma, justificando que estes violavam as políticas de exibição contra crueldade com animais. Depois do sucedido, a empresa informou que os …

Há uma piscina natural no meio do deserto mais quente do mundo

https://vimeo.com/355369476 Um casal a viajar pela Etiópia aventurou-se no deserto e experimentou nadar numa piscina natural num dos lugares mais quentes do planeta. A neozelandesa Bridget Thackwray e o namorado, Topher Richwhite formam a Expedition Earth, a …

The Rock é o ator mais bem pago do mundo

A revista Forbes revelou esta quarta-feira a sua lista anual dos atores mais bem pagos do mundo. O primeiro lugar é ocupado por um repetente. Dwayne "The Rock" Johnson voltou a ser o ator mais bem …

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …