Cientistas encontram desfiladeiros gigantes ocultos sob o gelo da Antártida

Uma nova pesquisa científica, que utilizou radares para obter “raios-X do gelo”, revelou a existência de extensos desfiladeiros debaixo do gelo no Polo Sul.

Uma equipa de cientistas da Universidade de Northumbria, no Reino Unido, que usou radares capazes de penetrar no gelo para traçar um mapa geológico da Antártida, descobriu três extensos desfiladeiros subterrâneos sob a camada de gelo.

Em 2017, um grupo de cientistas tinha descoberto uma dezena de fraturas geológicas com mais de um quilómetro de profundidade sob a superfície do gelo da Antártida – uma enorme rede de fracturas gigantes sob a camada de gelo, que formam um conjunto de rios, canais, baías e vales que chegam a uma profundidade de até 1200 metros.

Mas as cavidades profundas agora descobertas, que não são visíveis na superfície gelada do continente antárctico, estendem-se por centenas de quilómetros e atingem profundidades até agora nunca vistas.

O Foundation Trough, o maior dos desfiladeiros revelados pelas imagens recolhidas pelos cientistas, tem mais de 350 quilómetros de comprimento e quase 35 quilómetros de largura. Para o alcançar, seria necessário perfurar mais de dois quilómetros de gelo, revelou o estudo, publicado no início deste mês na revista Geophysical Research Letters.

Segundo os investigadores, os desfiladeiros desempenham um papel fundamental no controlo do fluxo de gelo. Se o gelo da Antártida começar a derreter devido ao aquecimento global, então o relevo encontrado poderá acelerar a massa de água para o oceano, elevando ainda mais os níveis do mar.

“Se as condições climáticas mudarem na Antártida, podemos esperar que o gelo nestes desfiladeiros irá fluir muito mais rapidamente para o mar, o que os torna realmente importantes. E simplesmente, não sabíamos até agora que eles existiam”, explicou à BBC a geóloga Kate Winter, autora principal do estudo.

A Antártida perde mais de 2,8 quilómetros cúbicos de gelo por ano. Em 2013, foi descoberto que metade do gelo desaparece devido a correntes quentes que banham as  camadas submarinas da cobertura de gelo do continente, através de um sistema de “rios” e canais submarinos.

(dr) Tom Jordan

Área da Antártida onde os desfiladeiros foram localizados

Embora haja numerosos satélites que permitem obter imagens da superfície da Terra e do seu interior, uma grande parte do Polo Sul não é registada devido à inclinação das suas órbitas. O projeto PolarGAP, da Agência Espacial Europeia, ESA, foi lançado precisamente para preencher o vazio nos dados de satélite no Polo Sul.

ZAP // Sputnik News / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A Estónia só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender

O Banco Central da Estónia, que completou em maio 100 anos desde a sua função, só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender, uma vez que o material não é puro …

Explosão atinge autocarro de turistas perto das Pirâmides de Gizé

Uma explosão atingiu um autocarro de turistas perto das célebres pirâmides de Gizé, no Egito, provocando 17 feridos, entre naturais do Egito e da África do Sul, noticia a agência France-Presse. Um engenho explosivo detonou à …

Alerta de erupção vulcânica. Monte Hakone fechado a turistas

As autoridades japonesas activaram este domingo o alerta por possível erupção vulcânica no monte Hakone, e fecharam todos os acessos à popular paisagem natural, que é visitada anualmente por milhões de turistas. A Agência Meteorológica do …

Vírus gigantes nas águas da Índia podem resolver mistério evolutivo

Uma equipa liderada por cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia em Bombaim descobriu mais de 20 novos vírus nas águas da cidade, incluindo versões gigantes destes agentes biológicos que podem ajudar a desvendar questões importantes …

Sondagens dão maioria pró-UE no Parlamento Europeu (mas eurocéticos crescem)

As sondagens para o Parlamento Europeu apontam para uma maioria de partidos pró-União Europeia (UE), apesar de os partidos eurocéticos ganharem terreno em relação à composição que resultou das eleições de 2014. Entre os 751 assentos …

A ciência por detrás de um bom chocolate foi finalmente revelada

O melhor chocolate é uma mistura complexa de ciência e o truque não é novo: esta técnica de mistura tem mais de 140 anos. Uma equipa de cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, Reino Unido, …

Cristiano Ronaldo eleito o melhor da liga italiana

Cristiano Ronaldo foi o melhor jogador da Liga Italiana 2018/19. A distinção foi anunciada neste sábado, com a Série A a explicar que a escolha foi feita com base em cálculos dos sites Opta Sports, …

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …

Já sabemos qual é o segredo para superar a inveja

De acordo com uma investigação recente, temos mais inveja da experiência de uma determinada pessoa antes de ter acontecido do que depois de já ter passado. O segredo está no tempo. Pesquisas anteriores mostraram que os …