Cientistas desenvolvem injeção única que pode reunir todas as vacinas infantis

Sanofi Pasteur / Flickr

Uma equipa de investigadores do MIT, nos Estados Unidos, está a criar uma vacina que poderia dar todas as doses das vacinas a uma criança em apenas uma.

Um dos primeiros “presentes” de quase todas as crianças é uma carteira de vacinação, que tem de ser preenchida ao longo do tempo com cada uma das doses que têm de tomar para ter a certeza que estão protegidas de doenças.

Mas uma nova tecnologia que está a ser desenvolvida nos Estados Unidos pode mudar essa realidade. A ideia é criar uma só dose que valesse por todas, ou seja, uma única injeção que daria às crianças todas as imunizações de uma só vez.

Essa dose armazenaria as vacinas em cápsulas microscópicas, que seriam libertadas aos poucos em tempos específicos.

A técnica começou a ser aplicada em estudos com cobaias e foi divulgada recentemente na revista científica Science. Os cientistas responsáveis afirmam que esta tecnologia poderia ajudar pacientes em todo o mundo.

Micropartículas

Atualmente, tornar as crianças imunes a certas doenças é um processo feito através de muitas doses, que são tomadas desde as primeiras semanas de vida. Para tentar mudar isso, uma equipa do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveu um novo tipo de micropartícula que permitiria combinar todas as vacinas numa única dose.

As partículas são como copos em miniatura preenchidos com as vacinas e depois fechados com uma tampa. A ideia é que o design desses “recipientes” permita que cada um se parta no momento certo, libertando o seu conteúdo no corpo da criança.

Os testes mostraram que essa libertação pode ocorrer no tempo exato de nove, 20 e 41 dias depois de a vacina ter sido injetada nas cobaias.

Outras partículas que poderiam durar por centenas de dias também foram desenvolvidas, mas ainda não foram testadas.

Impacto significativo

Para Robert Langer, um dos cientistas que faz parte do estudo, esta descoberta pode ter um impacto “significativo”.

“Estamos muito animados com este trabalho. Pela primeira vez, podemos criar uma ‘biblioteca’ de pequenas partículas de vacina fechadas numa cápsula, cada uma programada para ser libertada num tempo exato, para que as pessoas um dia possam receber uma única injeção que, na verdade, teria diversas vacinas dentro dela“, disse.

“Isto pode ter um impacto significativo em pacientes de todos os lugares, especialmente nos dos países em desenvolvimento”, afirmou.

A ideia é que as libertações curtas e precisas da vacina imitam o procedimento normal da imunização.

“Nos países em desenvolvimento, essa pode ser a diferença entre não ser vacinado e receber todas as vacinas de uma só vez”, explica ainda o investigador Kevin McHugh.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu a atriz Mya-Lecia Naylor. Tinha 16 anos

A atriz, cantora e modelo britânica Mya-Lecia Naylor morreu no último dia 7, na sequência de um desmaio, mas a notícia só veio a publico esta quinta-feira. A causa da morte precoce de Mya-Lecia Naylor, com …

Embarcação de pesca localizada. Tripulantes estão bem

A embarcação de pesca que estava incontactável desde a noite de quarta-feira foi hoje encontrada e todos os tripulantes estão bem de saúde, disse à Lusa fonte da Marinha. Segundo o porta voz da Marinha, comandante …

Site expôs falhas em plugins Wordpress. Hackers agradeceram e invadiram 160 mil sites

Um trio de vulnerabilidades zero-day em plugins do WordPress deixou 160 mil sites expostos a ataques na última semana. O termo zero-day é usado para descrever uma ameaça que não foi corrigida ou que ainda …

Comissária de bordo em coma depois de contrair o vírus do sarampo

Uma comissária de bordo de Israel, de 43 anos, está em coma profundo há dez dias depois de contrair o vírus do sarampo. Segundo as autoridades de saúde israelenses, a mulher tem encefalite - ou …

Eintracht vs Benfica | Golos fora custam eliminação

Os dois golos que o Eintracht de Frankfurt marcou em Lisboa, na semana passada, acabaram por ser decisivos nos quartos-de-final da Liga Europa. Os alemães venceram o Benfica em casa por 2-0, num jogo em …

Gangue partia membros do corpo a pessoas vulneráveis e encenava acidentes para receber indemnizações

Um grupo criminoso em Palermo (Sicília) encenava acidentes de viação e partia membros do corpo às alegadas vítimas, a fim de receber indemnização de seguros. O esquema, que já levou à prisão mais de 40 …

Rival para Alexa e Siri. O Facebook também quer ouvir a sua voz

O Facebook está a trabalhar num novo assistente de voz para competir com a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon. O projeto começou em 2018 e ainda não tem data de divulgação. O projeto …

O "polencalipse" chegou aos Estados Unidos

No início da semana, o fotógrafo Jeremy Gilchrist capturou algumas imagens incríveis do fenómeno que batizou de "Polenpocalypse" em Durham, Carolina do Norte. A cidade de Durham, na Carolina do Norte, Estados Unidos, declarou no início …

Candidato à presidência da Guatemala detido nos EUA por tráfico de cocaína

As autoridades norte-americanas detiveram na quarta-feira o candidato presidencial da Guatemala Mario Estrada Orellana, acusado por um tribunal federal de Nova Iorque de conspirar para importar cocaína. Estrada Orellana, do partido Unión del Cambio Nacional (UCN, …

Consumidores estão a gastar mais. Televisões e smartphones foram os mais vendidos em 2018

Em 2018 as vendas a retalho cresceram 3,4%, para quase 21 mil milhões de euros. O sector não alimentar foi o que mais contribuiu. São dados do barómetro de vendas da Associação Portuguesa de Empresas de …