Cientistas descobrem que a vida na Terra pode ter surgido antes do tempo

Matthew priteeboy / Deviant Art

"Origins of Life"

“Origins of Life”

Um novo estudo teórico sugere que a vida na Terra é, na escala cósmica, prematura.

Enquanto o universo tem 13,8 mil milhões de anos de idade, a Terra, o nosso planeta, formou-se há apenas 4,5 mil milhões de anos atrás.

Alguns cientistas acreditam que este intervalo de tempo significa que a vida em outros planetas pode ser mil milhões de anos mais antiga do que a nossa.

No entanto, um novo trabalho teórico sugere agora que a vida na Terra é, na verdade, prematura – numa perspectiva cósmica.

“Se alguém perguntar Quando é mais provável que a vida surja?, podemos ingenuamente dizer agora”, diz à Phys.org o autor principal do estudo, Avi Loeb, investigador do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica, nos EUA.

“Mas descobrimos que há uma probabilidade muito maior que tal aconteça no futuro distante”, aponta.

A vida como a conhecemos tornou-se possível cerca de 30 milhões de anos após o Big Bang, quando as primeiras estrelas semearam o cosmos com os elementos necessários para a sua existência dela – como o carbono e o oxigênio – e vai acabar daqui 10 biliões de anos, quando as últimas estrelas desaparecerem e morrerem.

Avi Loeb e os colegas consideraram a probabilidade relativa entre esses dois limites distantes de tempo.

O tempo das estrelas

O estudo de Loeb, publicado no Journal of Cosmology and Astroparticle Physics, concluiu que o factor predominante é o tempo de existência das estrelas. Quanto maior for a massa de uma estrela, mais curta a sua vida útil.

Estrelas maiores, com cerca de três vezes a massa do Sol, desaparecem antes que a vida tenha hipótese de evoluir.

Por outro lado, as menores estrelas do Universo pesam menos do que 10% da massa do Sol. Estas anãs brilham por 10 biliões de anos, dando tempo suficiente a que a vida evolua em qualquer planeta que elas abriguem.

Como resultado, a probabilidade cresce ao longo do tempo – o que resulta numa probabilidade 1.000 vezes maior de que tal aconteça num futuro distante do que agora.

Perigos

“Então, porque é que não estamos a viver no futuro, próximo de uma estrela com uma massa pequena?” diz Loeb.

Uma possibilidade é que sejamos prematuros. Outra possibilidade é que o ambiente em torno de uma estrela dessas seja perigoso”, explica o cientista.

Apesar de estrelas anãs vermelhas viverem por um longo tempo e terem pouca massa, elas também representam ameaças únicas.

Na sua juventude, as anãs vermelhas emitem chamas fortes e radiação ultravioleta, que podem atingir a atmosfera de qualquer planeta rochoso na zona habitável.

Para determinar qual a resposta correta – se a nossa existência é prematura ou se os riscos da proximidade de uma estrela com massa pequena são muito altos – Loeb recomenda que estudemos as proximidades de estrelas anãs vermelhas e os seus planetas em busca de sinais de habitabilidade.

Missões espaciais futuras como o Satélite de Pesquisa Transiting Exoplanet e o Telescópio Espacial James Webb devem ajudar a responder estas perguntas.

Até lá, não nos resta mais que ficar na dúvida: somos prematuros cósmicos? E porquê?

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da luz não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …

Fisco vai devolver 82 milhões no IVAucher

O programa IVAucher irá devolver aos contribuintes 82 milhões de euros, anunciou, esta terça-feira, António Mendonça Mendes. O secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, anunciou esta terça-feira que os contribuintes acumularam …

Creches passam a ser gratuitas para todas as crianças do 2.º escalão

Esta terça-feira, o Governo anunciou o alargamento da gratuitidade das creches a todas as crianças dos agregados do 2.º escalão de rendimentos da comparticipação familiar.  A creche passa a ser gratuita para todas as crianças de …

Bissouma disse que é o melhor médio na Premier League. O que dizem os números?

O jogador do Brighton & Hove Albion apresenta dados importantes, numa equipa que está no quarto lugar da Premier League. As declarações causaram algum impacto e também foram reproduzidas pelo ZAP: “Não quero ser arrogante, mas …

Governo britânico expôs acidentalmente identidade de mais de 250 tradutores afegãos

Os endereços eletrónicos de mais de 250 afegãos que colaboraram com as forças britânicas e procuram realocação no Reino Unido foram divulgados por engano pelo Ministério da defesa britânico. O Ministério da Defesa britânico expôs as …

Etna volta a entrar em erupção. É a segunda vez em menos de um mês

O vulcão Etna, em Itália, voltou a entrar erupção, espalhando rapidamente uma nuvem de fumo na parte oriental da ilha italiana da Sicília. O vulcão mais ativo da Europa entrou em erupção esta terça-feira. Segundo o …