Cientistas cultivaram um cérebro humano em laboratório

Cientistas norte-americanos alegam ter conseguido fazer crescer em laboratório uma versão quase completa de um pequeno cérebro humano, — o que pode representar um avanço revolucionário no tratamento de doenças neurológicas.

Segundo o jornal britânico The Guardian, Rene Anand, investigador da Universidade Estadual do Ohio, nos EUA, conseguiu fazer crescer em laboratório um pequeno cérebro que, “embora sem consciência, tem uma maturidade semelhante à de um feto de cinco semanas”.

“Não apenas o nosso cérebro se parece com um cérebro normal em desenvolvimento, como também os seus diversos tipos de células apresentam todos os genes de um cérebro normal”, disse Anand, doutorado em Farmacologia e responsável pelo programa de investigação em Biologia Molecular e Genética do Cancro da universidade.

Com o tamanho de uma ervilha, o cérebro inclui múltiplos tipos de células, todas as principais regiões do cérebro e uma medula espinhal, mas carece de sistema vascular, explicou o investigador.

Foi desenvolvido a partir de células de pele humana e, segundo os cientistas, é o modelo de cérebro humano mais completo que se conhece até agora.

O trabalho de Anand foi apresentado esta terça-feira, em Fort Lauderdale, na Florida, durante o  MHSRS, Military Health System Research Symposium.

“O poder deste modelo de cérebro é um bom sinal para a saúde humana, porque nos dá melhores opções e dados mais relevantes para testar e desenvolver tratamentos, do que os que obtemos com roedores”, afirmou Anand.

The Ohio State University

O modelo de cérebro de Rene Anad tem o tamanho de uma ervilha mas todas as funções de um cérebro com a maturidade de 5 semanas

O modelo de cérebro de Rene Anad tem o tamanho de uma ervilha mas todas as funções de um cérebro com a maturidade de 5 semanas

Zameel Cader, neurologista do John Radcliffe Hospital, em Oxford, afirma que, apesar de este trabalho parecer muito excitante, é ainda cedo para julgar definitivamente o seu impacto no mundo da Medicina.

“Quando alguém faz uma descoberta tão extraordinário como esta, temos que ser cautelosos nas apreciações”, diz o neurologista.

Mas se o avanço anunciado por Anand se revelar de facto eficaz, podemos mesmo estar perante uma revolução no modo como certas doenças são tratadas.

“Se alguém tiver uma doença hereditária no cérebro, por exemplo, podemos recolher uma pequena amostra de células da pele”, explica Anand, “e fazer um pequeno cérebro a partir da amostra, igual ao do doente, para fazer testes e encontrar o tratamento“.

E dirão até muitos dos nossos leitores que conhecem alguém com um cérebro ainda menor do que o modelo de Anand – e que provavelmente ficava a ganhar com uma troca.

FOX

-

AJB, ZAP

1 COMENTÁRIO

  1. É só juntar um robot e as máquinas começam a dominar os humanos. mas apressem-se que o anabolizado do Schwarzenegger já tem quase 70 anos e não poderá andar cá muito tempo a dar cabo deles!!!

RESPONDER

Emmanuel Macron

Macron e Marine Le Pen vão à segunda volta das presidenciais em França

Os resultados da primeira volta das eleições presidenciais francesas confirmam a vitória de Emmanuel Macron e Marine Le Pen. Os números divulgados às 20h em Paris acabam com o suspense de uma das eleições mais …

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro

Luís Montenegro não quer primárias no PSD e reafirma apoio a Passos

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, disse hoje, em Leiria, ser contra a realização de eleições primárias no seu partido e reafirmou o seu apoio ao atual líder do PSD, Pedro Passos Coelho. À margem …

-

UKIP quer proibir uso da burka em público

O Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), anti-imigração, vai incluir no seu programa para as eleições britânicas de 8 de junho próximo a proibição do uso da burka em público. O líder do UKIP, Paul …

-

Venezuelanos fizeram "marcha do silêncio" para homenagear vítimas dos protestos

A aliança opositora Mesa de Unidade Democrática disse este sábado que, apesar de ter podido marchar de forma pacífica até à sede do Episcopado de Caracas, os protestos vão continuar até ser revertido o "golpe" do …

-

PJ confirma que atropelamento mortal no estádio da Luz não foi acidental

Fonte policial revelou que o atropelamento mortal do adepto italiano, que estava na capital para assistir ao dérbi entre Sporting e Benfica, não foi acidental e que as autoridades já sabem quem foi o autor …

-

Jéssica Augusto vence maratona de Hamburgo

A portuguesa venceu, este domingo, a maratona de Hamburgo, na Alemanha, garantindo mínimos para os Mundiais de 2017, que se vão disputar em Londres. Jéssica Augusto correu a distância em 2:25.30 horas, a mais de um minuto …

Heterocephalus glaber, também conhecido por rato-toupeira-nu

Estranho mamífero consegue sobreviver 18 minutos sem oxigénio

O rato-toupeira-nu, batizado com o nome científico Heterocephalus glaber, é um dos mamíferos mais estranhos do mundo, mas é também por isso que tem tantas características raras. Este roedor de sangue frio, oriundo do leste de África, …

Maddie McCann

Dez anos depois, PJ diz que caso Maddie "continua aberto"

A Polícia Judiciária continua a investigar o desaparecimento de Madeleine McCann, ocorrido em 2007 no Algarve, admitindo que se trata de "um caso único na história da PJ e do país". "O caso continua aberto" e …

Marine Le Pen em visita ao Líbano

Mais de 45 milhões de franceses escolhem hoje quem passa à segunda volta

Mais de 45 milhões de eleitores escolhem, este domingo, os dois candidatos que passam à segunda volta das eleições presidenciais, com as sondagens a indicarem que o confronto decisivo vai opor Emmanuel Macron a Marine …

-

Consumo diário de bebidas light aumenta risco de derrame e demência

Bebidas adoçadas artificialmente, como as bebidas light, podem aumentar o risco de acidente vascular cerebral e demência. É o que mostra um novo estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos. De acordo com este estudo, …