Cientistas criaram retina artificial que poderá devolver a visão a milhões de pessoas

Uma equipa de investigadores do Instituto Italiano de Tecnologia desenvolveu um implante de retina que pode devolver a visão para ratos de laboratório, e estão a planear testar o procedimento em humanos até o final do ano.

O implante converte a luz em sinais elétricos, que estimulam os neurónios da retina, e devolve a esperança para milhares de pessoas que sofrem de degeneração da retina, com doenças como a retinite pigmentosa, em que as células fotorrecetoras morrem, tendo impacto na visão periférica, central e na distinção das cores.

O implante é feito de uma camada fina de polímero condutor, colocado numa base e coberto por um polímero semicondutor. Este polímero semicondutor age como um material fotovoltaico, absorvendo fotões quando a luz penetra na lente dos olhos. Quando isso acontece, a eletricidade estimula os neurónios retinais, preenchendo a falha que existe na retina do paciente.

Para testar este implante, os investigadores colocaram-no nos olhos de cobaias geneticamente selecionados para desenvolver esta degeneração da retina. 30 dias depois da cirurgia, os cientistas testaram a sensibilidade relativamente à luz, comparando o reflexo pupilar deste grupo com os de cobaias saudáveis e cobaias com a degeneração mas que não passaram pelo tratamento.

Os cientistas observaram que, com a baixa intensidade de 1 lux (o equivalente à luz da lua cheia), os cobaias tratados não mostravam resultados muito melhores do que os ratos sem tratamento. No entanto, quando essa luminosidade aumentava para 4-5 lux (a luminosidade do crepúsculo), mostravam resultados semelhantes aos animais saudáveis.

Dez meses depois da cirurgia, o implante ainda se mostrou eficaz nos cobaias, mas todos os grupos (saudáveis, tratados e não tratados) apresentaram uma perda visual provocada pelo avanço da idade.

Ao usarem um aparelho de tomografia para controlar as atividades cerebrais durante os testes de sensibilidade à luz, os cientistas viram uma melhoria na atividade do córtex visual primário, responsável por processar a informação visual.

Com base nestes resultados, agora publicados na revista científica Nature, a equipa concluiu que o implante ativa diretamente os circuitos neuronais residuais da retina degenerada. Porém, ainda são necessárias novas investigações para perceber exatamente como é que esta estimulação funciona a nível biológico.

Por enquanto, não há garantias de que estes resultados se vão repetir em humanos, mas a equipa está otimista. “Esperamos replicar estes resultados excelentes em humanos”, afirmou a investigadora Grazia Pertile.

“Estamos a planear realizar o primeiro teste em humanos na segunda metade do ano e recolher resultados preliminares em 2018”, acrescentou.

2 COMENTÁRIOS

  1. “.e estão planejando testar o procedimento em humanos até o final do ano.”
    Mais rigor por favor com aquilo que escrevem… É um “erro grosseiro”… ou mais parece uma “cópia grosseira”?!

RESPONDER

O que é que se bebe aqui?

Licor Beirão ganha acção contra Licor Beirinha por imitação da marca

O Tribunal da Relação do Porto deu razão à empresa J. Carranca Redondo, que acusava a concorrente Caves Altoviso de imitar o seu famoso produto Licor Beirão, segundo um acórdão consultado esta segunda-feira pela Lusa. Em …

-

Cientistas descobrem lagarta capaz de decompor sacos de plástico

Cientistas europeus descobriram uma lagarta que come sacos de plástico, o que poderá significar uma maneira de combater a poluição com plástico, um dos materiais mais difíceis de decompor que se conhece. A chamada traça da …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia do Norte ameaça "varrer" EUA da face da Terra

Um site oficial norte-coreano advertiu os Estados Unidos de que serão "varridos da face da Terra" se desencadearem uma guerra na península, no último episódio da troca de ameaças que alimenta as tensões na região. No …

-

PGR abre inquérito à morte de adepto do Sporting

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito ao caso da morte de um adepto do Sporting, no sábado, nas imediações do Estádio da Luz, em Lisboa. De acordo com informação da PGR, prestada esta segunda-feira …

Travis Kalanick, presidente da Uber

Uber esteve quase para ser expulsa da App Store por espiar clientes

O historial da Uber em empregar táticas duvidosas já é longo e agora descobriu-se que a aplicação esteve quase a ser expulsa da App Store da Apple por usar métodos não aprovados para identificar os …

-

Detida mulher que ateou fogo no quarto onde estava com os filhos

A mulher que, no sábado, terá pegado fogo ao seu apartamento em Mesão Frio, Guimarães, com os dois filhos menores lá dentro, agiu "num quadro de conflitualidade conjugal", informou esta segunda-feira a PJ de Braga. Em …

-

Portugal pode perder milhares de milhões com venda do Novo Banco

A factura do Novo Banco ainda pode sair mais cara aos contribuintes portugueses. O alerta é feito pelo economista José António Girão que critica a venda do banco ao fundo norte-americano Lone Star, considerando que …

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O corpo de Maddie poderá ter sido escondido por espiões britânicos

A dias de se assinalar o 10.º aniversário do desaparecimento de Madeleine McCann, há novas teorias sobre o que terá acontecido à menina britânica no fatídico dia 3 de Maio de 2007. A Polícia Judiciária revelou …

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte

Duterte até come um terrorista islâmico, se lhe derem sal e vinagre

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou "comer" terroristas islâmicos, e garantiu que se sente capaz de ser muito mais duro do que eles, diz a agência Associated Press. "Se vocês querem que eu me torne …

-

Nova vacina contra a malária vai ser testada em três países africanos

A mais avançada vacina contra a malária, mas que tem uma eficácia limitada, vai começar a ser testada em grande escala no Quénia, no Gana e no Malawi, anunciou esta segunda-feira a Organização Mundial da …