Cientistas criaram retina artificial que poderá devolver a visão a milhões de pessoas

Uma equipa de investigadores do Instituto Italiano de Tecnologia desenvolveu um implante de retina que pode devolver a visão para ratos de laboratório, e estão a planear testar o procedimento em humanos até o final do ano.

O implante converte a luz em sinais elétricos, que estimulam os neurónios da retina, e devolve a esperança para milhares de pessoas que sofrem de degeneração da retina, com doenças como a retinite pigmentosa, em que as células fotorrecetoras morrem, tendo impacto na visão periférica, central e na distinção das cores.

O implante é feito de uma camada fina de polímero condutor, colocado numa base e coberto por um polímero semicondutor. Este polímero semicondutor age como um material fotovoltaico, absorvendo fotões quando a luz penetra na lente dos olhos. Quando isso acontece, a eletricidade estimula os neurónios retinais, preenchendo a falha que existe na retina do paciente.

Para testar este implante, os investigadores colocaram-no nos olhos de cobaias geneticamente selecionados para desenvolver esta degeneração da retina. 30 dias depois da cirurgia, os cientistas testaram a sensibilidade relativamente à luz, comparando o reflexo pupilar deste grupo com os de cobaias saudáveis e cobaias com a degeneração mas que não passaram pelo tratamento.

Os cientistas observaram que, com a baixa intensidade de 1 lux (o equivalente à luz da lua cheia), os cobaias tratados não mostravam resultados muito melhores do que os ratos sem tratamento. No entanto, quando essa luminosidade aumentava para 4-5 lux (a luminosidade do crepúsculo), mostravam resultados semelhantes aos animais saudáveis.

Dez meses depois da cirurgia, o implante ainda se mostrou eficaz nos cobaias, mas todos os grupos (saudáveis, tratados e não tratados) apresentaram uma perda visual provocada pelo avanço da idade.

Ao usarem um aparelho de tomografia para controlar as atividades cerebrais durante os testes de sensibilidade à luz, os cientistas viram uma melhoria na atividade do córtex visual primário, responsável por processar a informação visual.

Com base nestes resultados, agora publicados na revista científica Nature, a equipa concluiu que o implante ativa diretamente os circuitos neuronais residuais da retina degenerada. Porém, ainda são necessárias novas investigações para perceber exatamente como é que esta estimulação funciona a nível biológico.

Por enquanto, não há garantias de que estes resultados se vão repetir em humanos, mas a equipa está otimista. “Esperamos replicar estes resultados excelentes em humanos”, afirmou a investigadora Grazia Pertile.

“Estamos a planear realizar o primeiro teste em humanos na segunda metade do ano e recolher resultados preliminares em 2018”, acrescentou.

2 COMENTÁRIOS

  1. “.e estão planejando testar o procedimento em humanos até o final do ano.”
    Mais rigor por favor com aquilo que escrevem… É um “erro grosseiro”… ou mais parece uma “cópia grosseira”?!

RESPONDER

Adeus, Mr. Charles Bradley

Foi através das redes sociais de Charles Bradley que o mundo ficou a saber da morte do músico norte-americano, aos 68 anos. O dono da marcante voz do soul morreu, vítima de cancro no estômago. Há …

Relatório sobre Tancos é tão secreto que ninguém sabe quem o fez

O primeiro-ministro, António Costa, reiterou esta noite desconhecer o relatório noticiado pelo Expresso sobre o furto de armas em Tancos, sublinhando que o documento não pertence a "nenhum organismo oficial" do Estado. “Não sei a que …

Benfica vs P. Ferreira | Artilharia com excesso de pontaria

O Benfica regressou às vitórias, após três jogos sem vencer. A vítima foi o Paços de Ferreira, que perdeu por 2-0 no Estádio da Luz, perante uma “águia” a querer responder à “crise” com muito …

Moreirense vs Sporting | Machadada na série leonina

O Sporting perdeu os primeiros pontos no campeonato ao empatar, por 1-1, na deslocação ao terreno do Moreirense. Sem Acuña, a equipa “leonina” revelou grandes dificuldades durante toda a partida, acabando por marcar apenas num autogolo, …

México registou 4287 réplicas do sismo de dia 7

O Serviço Sismológico Nacional (SSN) do México registou 4.287 réplicas do terramoto de dia 07, que abanou o centro e sul do país, informou hoje a diretora do centro, Xyoli Pérez Campos. Em conferência de imprensa, …

Autocarro eléctrico fez 1772km com uma só carga

Para que a transição para os veículos eléctricos seja total é necessário demonstrar a sua viabilidade como alternativa para todo o tipo de veículos, e a Proterra acaba de demonstrar que a autonomia não é …

TAP cancela Londres/Porto por falta de tripulação

A TAP cancelou hoje um voo entre Londres e o Porto, por não ter tripulação suficiente, confirmou à Lusa fonte oficial da companhia aérea, após relatos de passageiros que não puderam voar. A empresa explicou que …

Vice-presidente angolano arrasa Portugal e deixa relações por um fio

A defesa de Manuel Vicente, vice-presidente cessante de Angola, atira-se ao Ministério Público português, acusando-o de mentir e de violar a Lei Internacional, no âmbito do processo em que o governante é acusado de corrupção. O …

Ministério Público abre inquérito ao “apagão” dos 10 mil milhões para offshores

O Ministério Público decidiu abrir um inquérito ao 'apagão' informático que entre 2011 e 2014 permitiu que quase 10.000 milhões de euros fossem transferidos para offshores sem passar pela Autoridade Tributária, embora os bancos tenham …

Exército cercou favela da Rocinha (e nem assim acaba a "guerra do Rio")

As Forças Armadas do Brasil cercaram a comunidade da Rocinha, uma grande favela do Rio de Janeiro onde vivem pelo menos 70 mil pessoas. A decisão foi tomada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, com …