Cientistas criaram o impossível: um anel de plasma estável ao ar livre

Mory Gharib / Caltech

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos EUA, e do Instituto de Pesquisa em Tecnologia Marinha da Itália conseguiram pela primeira vez criar um anel de plasma estável ao ar livre. A descoberta tem potencial para ser aplicada em armazenamento de energia.

O plasma é complicado. Um dos quatro estados fundamentais da matéria, assim como o gás, não tem forma ou volume fixo, pelo que tem de ser “contido” para ser útil – como em TVs de plasma, por exemplo.

Agora, engenheiros encontraram uma maneira de criar a forma sem qualquer recipiente e mantê-la indefinidamente em pleno ar, utilizando apenas um jato fino de água e uma placa de cristal.

“Disseram-nos que era impossível, mas nós criamos um anel estável e mantivemo-lo durante o tempo que queríamos, sem vácuo, campo magnético ou qualquer outra coisa”, explicou um dos autores do estudo, Francisco Pereira, do Instituto de Pesquisa em Tecnologia Marinha de Itália.

A equipa tentou a experiência usando dois tipos diferentes de placas de cristal, quartzo e niobato de lítio. Ambas induzem o chamado efeito triboelétrico: ou seja, com fricção suficiente de outro material, gera-se uma carga elétrica, o mesmo efeito que gera eletricidade estática esfregando um balão contra o cabelo, por exemplo.

É necessária muita fricção para gerar plasma e é aí que entra o jato de água. Com apenas 85 mícrones de largura – menos do que um cabelo humano – o plasma explode projetado a uma pressão de 632,7 quilos por centímetro quadrado.

O jato atinge a placa de cristal com uma velocidade de impacto de 304,8 m/s, mais ou menos a mesma velocidade a que uma bala é disparada de um revólver.

À medida que a água atinge a placa carregada negativamente, cria um fluxo suave e uniforme de iões carregados positivamente sobre a superfície. No ponto em que a água atinge a placa, o efeito triboelétrico causa um alto fluxo de eletrões para a superfície, que ionizam os átomos e moléculas no ar.

Isso, por sua vez, gera um anel de plasma brilhante, que permanece estável desde que a água continue a fluir.

Apesar de, por enquanto, nenhuma aplicação comercial ser viável, a equipa inscreveu-se para conseguir uma patente, uma vez que acreditam que um anel de plasma estável ao ar livre tem potencial para armazenar energia.

Enquanto esperamos por esse dia, vamos desfrutando do vídeo da experiência que mostra a ciência em ação.

PARTILHAR

RESPONDER

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …