Cientistas criam o primeiro híbrido de humano e macaco

Instituto Salk

A equipa do investigador Juan Carlos Izpisúa conseguiu criar pela primeira vez uma quimera – um ser híbrido – entre humano e macaco num laboratório da China, dando um importante passo para o seu objetivo final de transformar animais de outras espécies em fábricas de órgãos para transplantes.

A notícia foi confirmada ao jornal estapnhol El País por Estrella Núñez, bióloga e vice-reitora de investigação da Universidade Católica de Murcia (UCAM).

As quimeras, segundo a mitologia grega, eram monstros com ventre de cabra e cauda de dragão, capazes de cuspir fogo pela sua cabeça de leão. Assim, na mitologia tradicional, dá-se o nome de quimera a qualquer animal que tenha partes do corpo de outro animal. Vários cientistas estão a realizar experiências juntando partes de animais com humanas.

O grupo de Izpisúa, distribuído entre o Instituto Salk dos EUA e a UCAM, modificou geneticamente os embriões de macaco para desativar genes essenciais na formação dos seus órgãos.

Em seguida, os cientistas injetaram células humanas capazes de gerar qualquer tipo de tecido. O resultado é uma quimera de macaco com células humanas, que não chegou a nascer, já que os investigadores interromperam a gestação. A experiência foi realizada na China para evitar obstáculos legais noutros países.

“Os resultados são muito promissores”, afirma Estrella Núñez. “Na UCAM e no Instituto Salk já não estamos a tentar continuar a fazer experiências com células humanas e de roedores e porcos, mas sim com primatas não humanos”, explica Izpisúa.

Esta mesma equipa realizou, em 2017, “a primeira experiência do mundo de quimeras entre humanos e porcos”, embora com menos sucesso. “As células humanas não se fixaram. Vimos que contribuíam muito pouco: uma célula humana para cada 100 mil de porco”, explicou o veterinário argentino Pablo Ross, investigador da Universidade da Califórnia em Davis e coautor daquele estudo.

A equipa também já tinha conseguido criar quimeras entre espécies mais semelhantes entre si, como o rato-doméstico e o rato, cujo grau de semelhança é cinco vezes maior que entre humanos e porcos.

Também em 2017, os cientistas utilizaram a técnica de edição genética CRISPR para desativar genes de embriões de rato-doméstico que são fundamentais para o desenvolvimento do coração, olhos e pâncreas. Depois, introduziram células-tronco de rato, capazes de gerar os órgãos. O resultado foi uma série de embriões-quimera de rato e rato-doméstico, cuja gestação também foi abortada pelos cientistas, seguindo o consenso internacional sobre experiências desse tipo.

Já em 2018, a equipa cultivou embriões híbridos de ovelha com células humanas. Trabalhar com ovelhas tem várias vantagens, já que os seus zigotos se produzem mais facilmente por fecundação in vitro e são necessárias quantidades menores.

O médico Ángel Raya, diretor do Centro de Medicina Regenerativa de Barcelona, recorda as “barreiras éticas” que experiências com quimeras enfrentam. “O que acontece se as células-tronco escapam e formam neurónios humanos no cérebro do animal? Terá consciência? E o que ocorre se estas células pluripotentes se diferenciarem em espermatozoides?”.

Para evitar estes entraves éticos, a comunidade científica estabeleceu “uma linha vermelha de 14 dias” de gestação, tempo insuficiente para que se desenvolva o sistema nervoso central humano. Antes desses 14 dias, os embriões quiméricos são eliminados.

O trabalho de Izpisúa com macacos na China foi em boa parte financiado pela Universidade Católica de Múrcia. São estudos muito caros. Em Espanha, este tipo de ensaio é muito restrito e limitado apenas a investigações de doenças fatais.

A primeira equipa científica a criar quimeras de rato e rato-doméstico, em 2010, foi a do biólogo japonês Hiromitsu Nakauchi, da Universidade de Stanford. Em 2017, a sua equipe gerou pâncreas de rato-doméstico dentro de ratos e demonstrou que as células revertiam o diabetes ao serem transplantadas para ratos com essa doença.

No Japão, em março, o país mudou a lei que proibia as experiências para além do 14º dia de gestação e que também vetava a transferência de embriões para o útero de uma fêmea animal, de acordo com a revista Nature. A mudança de critérios do Governo japonês significa dar luz verde ao nascimento de animais com células humanas.

Outros cientistas, como o químico Marc Güell, estão a explorar outras vias, com um objetivo semelhante: resolver a escassez de órgãos transplantáveis. Quase todos os mamíferos têm no seu ADN vírus que passam de pais para filhos. No caso dos porcos, estes vírus incorporados ao genoma podem infetar células humanas. Há quatro anos, Güell ajudou a desativar os vírus graças à ferramenta de edição genética CRISPR.

ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. O Mundo girou, girou… e agora, através da evolução da Genética, os humanos estão a voltar aos primórdios das criações Anunnaki???
    Realmente, nada de novo acontece neste Planeta….
    Será que – algures – a CosmoÉtica existe mesmo?

    • mal li esta parte “para o seu objetivo final de transformar animais de outras espécies em fábricas de órgãos para transplantes.”…. perdi a vontade de ler o resto -_-

  2. “…Trabalho de Izpisúa com macacos na China foi em boa parte financiado pela UNIVERSIDADE CATÓLICA de Múrcia”. Quem diria, né?! O pessoal criticando a falta de escrúpulos dos chineses, mas o dinheiro do projeto veio dos católicos europeus.

    Outra observação: Será mesmo que eles abortaram os híbridos ou só estão falando isso para não chocar tanto a sociedade? Eu tenho minhas dúvidas.

  3. São piores que as crianças ,a elas ainda podemos dizer “não faças isso”;manias de loucos andam a brincar com a vida.Será que o mais importante na vida é viver a qualquer preco!!? Mesmo que daqui a alguns anos vivamos como monstros e, o a humanidade já não é humana .Os catolicos financiam esta pesquisas louca por quê ,eles que tanto defendem a dignidade humana ? É tudo uma questao de interesses …”DINHEIRO”

  4. Quem fala mal nunca precisou de um órgão ou de ter de estar meses por ex. a fazer hemodiálise.
    O Homem sempre utilizou os animais, ou para comer, para transfusões de sangue antes de se perceber porque é que havia em muitos casos rejeição, ou ainda por ex. no inicio quando se descobriu que a insulina podia controlar alguns tipos de diabetes e esta era criada a partir do fígado de porcos isto sem falar da utilização de cobaias no estudo cientifico.
    É difícil de aceitar é verdade mas quando se está a morrer ninguém pergunta ao médico se o medicamento foi descoberto ou testado em animais, porque a probabilidade é que foi.
    E isto sem falar na utilização de cobaias em produtos de beleza ou champô isso é que é uma grande vergonha e não acredito que a maioria das pessoas sequer pense nisso quando vai ás compras.

  5. Simplesmente repugnante e eticamente censurável. Tecnicamente, trata-se de criar uma espécie de escravo biológico. No entanto, com as devidas distâncias, a criação de animais para consumo humano, já antecipava e prenunciava esta forma de comportamento. Somos assim, há alguns milhares de anos, pelo menos desde a revolução do neolítico. Maus.

  6. Uma coisa sao experiencias para tratamentos outra e criacao de aberrações..quem gostaria de viver ou sobreviver sem dignidade?? Sobreviver e criar seres para produzir órgãos. É pra bem da humanidade ou pro mal!!?alguem diga se tiver coragem de viver com 1ou dois orgaos retirados de um animal irracional ..por este caminho ira haver fecundacao de embriões humanos em macacos ..uma mistura de horrores

RESPONDER

Portugal sai da "lista negra" da Suíça de países com chegadas condicionadas

As autoridades federais suíças decidiram esta quarta-feira levantar as restrições à entrada de pessoas provenientes da maior parte de países e regiões que estavam na sua lista negra, incluindo Portugal. Os nacionais ou viajantes provenientes desses …

Estudo sugere que os macacos podem ter-se domesticado como os humanos

Um novo estudo sugere que os macacos, tal como os humanos, podem envolver-se no processo de auto-domesticação, alterando o curso da sua própria evolução e fisiologia através da forma como se comportam uns com os …

A estrela morta que emitiu ondas de rádio no interior da Via Láctea voltou a fazê-lo

O magnetar SGR 1935+2154, que em abril emitiu a primeira explosão de rádio conhecida de dentro da Via Láctea, explodiu mais uma vez. A pequena estrela morta responsável pela primeira deteção de explosões rápidas de rádio …

"Asteróide do caos". Novos dados confirmam que Apophis pode impactar com a Terra em 2068

Um astrónomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havai revelou novas descobertas críticas relacionadas com um grande asteróide que deverá passar muito perto da Terra. Dave Tholen e os seus colaboradores anunciaram a deteção da …

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …