Cientistas criam galinhas com patas de dinossauro

Investigadores da Universidade do Chile realizaram uma experiência com embriões de galinha com a qual conseguiram produzir frangos com patas mais longas – uma característica típica dos seus antecessores, os dinossauros.

Uma equipa de investigadores do laboratório do investigador chileno Alexander Vargas, da Universidade do Chile, liderada pelo cientista brasileiro João Botelho, realizou uma experiência que parece saída d0o filme “Jurassic Park”.

A equipa manipulou geneticamente o embrião de uma galinha e fez com que ela nascesse com uma perna que não é típica da sua espécie, mas sim dos dinossauros.

“Quem vier a comer estes frangos assados, vai ter coxas bastante longas“, comentaram os cientistas em nota de imprensa.

Os cientistas pretendiam estudar os mecanismos envolvidos na evolução das patas das galinhas, que evoluíram a partir dos dinossauros.

A equipa descobriu que quando um gene específico de maturação nas galinhas é inibido, as galinhas mantêm o osso perónio tubular, tal como a tíbia, e ligada à articulação inferior da pata, tal como os dinossauros.

O conjunto da perna das galinhas é formado por dois ossos: a tíbia, mais grosso e longo, e a fíbula, fino e curto. Nos dinossauros, seus ancestrais, a fíbula e a tíbia eram do mesmo tamanho — e essa diferença permite aos animais voadores maior impulsão para iniciar o voo.

Os resultados do estudo, uma técnica do tipo “evolução reversa”, foram publicados a semana passada na revista Evolution.

Além de identificar e inibir o gene associado, os cientistas observaram também que o outro osso da pata, a tíbia, era significativamente mais curto, um desenvolvimento que sugere que o perónio semelhante aos dinossauros estava ligado à articulação inferior da pata para impedir a tíbia de crescer.

Esta observação é consistente com a evolução das aves observada em fósseis, que mostra que as primeiras formas de evolução dos perónios reduzidos foram as aves com dentes, a partir do início do Cretácio.

Estas aves foram contemporâneas dos dinossauros e tinham os perónios desligados da articulação inferior da pata, mas eram quase tão longos como a tíbia.

Os cientistas garantem que estes estudos “não visam produzir dinossauros para fins comerciais ou não-científicos”, como no filme Jurassic Park.

“As nossas experiências estão focadas em características individuais, para testar hipóteses concretas”, diz Alexandre Vargas à Phys.org.

“Sabemos muito sobre o desenvolvimento das aves, e sabemos muito sobre a transição dos dinossauros para as aves, que está bastante bem documentada em registos fósseis”, diz Vargas.

“Isso abre naturalmente hipóteses muito interessantes sobre a evolução, que podemos explorar em laboratório”, explica o cientista.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Oxalá também venham a conseguir gerar seres humanos com cérebro. já que infelizmente cada vez mais o seres humanos parecem irracionais.

  2. Já o fiz anteriormente, mas,como é costume não o publicaram.Parece que estou na “lista negra”.Será?

RESPONDER

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …