Cientistas conseguiram implantar orelhas criadas em laboratório com impressora 3D

Wake Forest Institute for Regenerative Medicine

Uma equipa de investigadores chineses conseguiu cultivar orelhas em laboratório e implantá-las em crianças, graças a uma tecnologia experimental que recorre à impressão 3D.

Trata-se da primeira vez que a cartilagem humana de uma orelha é cultivada em laboratório e implantada cirurgicamente, avança o site IFL Science.

Desde 2015 que a tecnologia existia, mas só agora é que os cientistas a conseguiram implementar.

Os cientistas chineses trataram cinco crianças que sofrem de uma deformação congénita do ouvido externo conhecida por microtia, uma condição rara que afecta um em cada 5 mil bebés e que envolve a forma e as funções das orelhas.

Os pacientes tinham microtia unilateral, o que significa que apenas uma das orelhas estava afectada pela deformação, como explicam os investigadores no artigo científico publicado no início do mês no jornal EBioMedicine.

Criança chinesa tratada com tecnologia experimental que usa impressão 3D para criar orelhas in vitro.

Para procederem à reconstrução dos membros, os cientistas retiraram condrócitos, células das cartilagens, das orelhas saudáveis das crianças afectadas pela deformação.

Depois da multiplicação dessas células, espalharam-nas nos moldes 3D, com a forma da orelha desejada, feitas a partir de compostos biodegradáveis. A cultura in vitro da cartilagem decorreu com recurso a “uma dieta de factores de crescimento”.

Trata-se de um processo de 12 semanas em que “os condrócitos começam a formar colagéneo e fibras de elastina” dentro do molde esponjoso, refere a mesma publicação.

A seguir, os cientistas procederam à implantação das orelhas criadas em laboratório nas crianças, acompanhando os pacientes durante dois anos e meio.

Ainda foi necessário fazer várias cirurgias plásticas para ajustamentos. “Pequenas amostras de tecido retiradas durante estes procedimentos demonstraram que os condrócitos continuaram saudáveis e a produzir cartilagem comparável à de uma orelha natural”, aponta o jornal.

Em quatro dos cinco pacientes, os resultados não revelaram efeitos tão positivos, nomeadamente em termos estéticos, e continuam a ser seguidos pelos investigadores.

Actualmente, o tratamento de microtia implica “colher cartilagem das costelas do paciente e moldar cuidadosamente o tecido na forma de uma orelha”, como destaca o IFLScience, realçando que é um processo muito difícil, que requer grande precisão cirúrgica. E mesmo com a mestria do cirurgião, é complicado obter um resultado final satisfatório.

Assim, esta nova tecnologia experimental assume-se como uma alternativa que pode surtir melhores resultados. Só falta torná-la recorrente nos procedimentos clínicos, o que ainda demorará mais alguns anos.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica renova com Ferro até 2024

O Benfica renovou o contrato com o jovem defesa-central até 2024, revelou, esta quinta-feira, o clube encarnado no seu site oficial. A renovação do contrato com Ferro já tinha sido tema na conferência de imprensa de …

Acordo para o Brexit garante milhões aos homens mais ricos do Reino Unido

Os três homens mais ricos do Reino Unido acabaram de ficar mais ricos apenas com o acordo entre o Governo de Boris Johnson e a União Europeia para o Brexit. O anúncio de acordo fez …

Funcionários da Groundforce julgados por furto de malas no Aeroporto de Lisboa

23 funcionários da Groundforce vão ser julgados por furto de centenas de objetos tirados de dentro de bagagens no Aeroporto de Lisboa. 23 funcionários da Groundforce, que trabalhavam no Aeroporto de Lisboa até 2016, vão ser …

Clássico entre Barcelona e Real Madrid adiado

As duas equipas espanholas têm de chegar a um acordo para uma nova data, até à próxima segunda-feira, para a realização do clássico da 10.ª jornada. O jogo FC Barcelona-Real Madrid, agendado para 26 de outubro, …

Dez escolas fechadas em Lisboa por protestos contra falta de funcionários

As 10 escolas do Agrupamento Vergílio Ferreira, em Lisboa, não abriram as portas, esta sexta-feira, devido a um protesto de trabalhadores não docentes, revoltados com a falta de pessoal. A paralisação irá prolongar-se durante toda …

"Casillas apoiou-me desde o momento em que cheguei", diz Marchesín

O guarda-redes argentino falou da sua adaptação ao novo clube, destacando que o seu antecessor, do qual não esconde a sua grande admiração, o apoiou desde que chegou ao FC Porto. Na semana passada, Agustín Marchesín …

Zoo de Paris apresenta Blob, uma estranha criatura amarela sem cérebro e com quase 720 sexos

O zoológico de Paris exibe desde esta quarta-feira um estranho organismo unicelular criado em laboratório: parece um fungo, mas interage como um animal. De acordo com a agência AFP, a estranha criatura, batizada de bolb (bolha), …

Apesar das críticas, Venezuela conquista um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Venezuela conquistou um assento no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, depois de uma votação, esta quinta-feira, na Assembleia Geral da ONU. O Brasil ficou com a outra vaga destinada aos países da …

Amália Rodrigues apoiou secretamente a causa antifascista

A fadista Amália Rodrigues, que chegou a ser acusada de estar ao serviço do Estado Novo, financiou presos políticos e apoiou a causa antifascista durante a ditadura, revela uma investigação publicada pela revista Visão Biografia. Numa …

FC Porto pode ser obrigado a criar equipa de futebol feminino

A UEFA deverá obrigar todas os emblemas que participem nas competições europeias a ter uma equipa de futebol feminino. O objetivo é promover o desporto e aumentar o número de jogadoras. O FC Porto pode vir …