Raro fenómeno envolveu a Terra numa incrível luz laranja

NASA

No passado dia 7 de outubro, um astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) captou esta incrível fotografia enquanto orbitava a uma altitude de mais de 400 quilómetros acima da Austrália.

Este misterioso espetáculo de luzes laranjas podia muito bem representar um planeta alienígena. Mas não, esta fotografia retrata a Terra, envolta numa incrível luz alaranjada.

Tal como explicou a NASA, o tom laranja que envolveu o nosso planeta é um fenómeno conhecido como airglow – uma luminescência hipnotizante causada por reações químicas que chegam até ao topo da atmosfera terrestre.

Por norma, este brilho quase fantasmagórico ocorre quando a radiação ultravioleta da luz solar energiza moléculas de nitrogénio, oxigénio, sódio e ozono na atmosfera. Por sua vez, estás moléculas carregas com energia colidem entre si, perdendo consequentemente brilho que resulta num brilho fraco – mas visivelmente espetacular.

Segundo a agência espacial norte-americana, e tendo em conta que este brilho é mil milhões de vezes mais fraco do que a luz solar, a melhor forma para ver o airglow é durante a noite. Neste caso em particular, a imagem foi capturada a 400 quilómetros acima do território da Austrália.

O brilho que envolve a Terra, também conhecido como quimilunescência, é comparável às reações químicas mais brilhantes que ocorrem em solo terrestre, incluindo alguns brinquedos como bastões e espadas luminosas, indica a NASA a título de exemplo.

Porém, o airglow é bem mais do que apenas um incrível jogo de luz. A luminescência noturna, tal como nota a agência Europa Press, revela fenómenos importantes sobre o alcance da atmosfera da Terra, podendo ajudar os cientistas a compreender melhor o comportamentos das partículas que “moram” perto da interface entre a Terra e o Espaço, incluindo as ligações entre o clima terrestre e espacial.

Os cientistas já estão a utilizar satélitesIONospheric Connection Explorer (ICON) da NASA, programado para ser lançado a 8 de novembro – para estudar esta zona dinâmica.

Importa ainda salientar que este fenómeno nem sempre ocorre em tons de laranja. Em 2016, o fotógrafo Miguel Claro capturou um airglow bem mais colorido na montanha do Pico, no arquipélago dos Açores – uma espécie de arco-íris, recorda a Space.com.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não comento a notícia sobre este fenómeno nem o que aconteceu. Limito-me a tentar compreender o que li.
    Mas já agora, porque ainda me lembro, vou tentar descrever o que vi há mais de 70 anos, na aldeia onde vivia.
    Era um dia de semana. Ia a manhã a meio. Tinha-me levantado da cama pouco antes. Tomado o pequeno almoço saí até ao quintal. A luz da manhã era límpida. Só quando me voltei para trás reparei que as PAREDES BRANCAS da casa de meus avós, onde então passava uns dias, NÃO ERAM BRANCAS, mas sim de um AZUL TURQUEZA. Fiquei encantado, na minha saudável inocência de rapaz, mas também intrigado. Dirigi-me à minha avó que, deixou os seus afazeres domésticos no interior da casa para ver a que se devia a minha curiosidade e, coitada, ficou perplexa. As paredes da casa não eram azuis. A luz do Sol é que era, e projectada no branco deixava-se ver nessa cor. Mas se incidisse sobre uma superfície amarela, essa superfície tendia a ser verde. E avioletada se batesse sobe tons vermelhos.
    Que se terá passado?
    Se alguém com conhecimento de fenómenos deste género poder deixar alguma explicação, Fico grato.

    Sérgio O. Sá

RESPONDER

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes, "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …

Depois de 10 horas de reunião, não há acordo. Greve mantêm-se

Foram mais de dez horas de reunião entre os representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que terminaram na madrugada deste sábado sem acordo. A …

Descoberto novo órgão sensorial no corpo humano

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele capaz de detetar estímulos mecânicos dolorosos, tal como picadas ou impactos. A descoberta do Instituto Karolinska, uma das maiores e …

"Mundo Jurássico" de vulcões encontrado sob a Austrália

Uma equipa de cientistas acaba de descobrir um "Mundo Jurássico" com cerca de 100 vulcões antigos enterrados sob as bacias de Cooper-Eromanga, na Austrália, noticia esta semana a Europa Press. Segundo a agência noticiosa, está …

Cientistas "recrutam" bactérias para mineração extraterrestre

Uma equipa de astrobiólogos da Agência Internacional Europeia enviou 18 estripes diferentes de bactérias para a Estação Espacial Internacional (EEI), visando determinar se é viável avançar para a bio-mineração extraterrestre num ambiente sem gravidade. De acordo …

O buraco negro que vive no coração da Via Láctea brilha muito mais do que o normal (e ninguém sabe porquê)

Uma equipa de cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, observou que Sagitário A * (Sgr A *), o buraco negro supermassivo que vive no coração da Via Láctea, brilha 75 vezes mais que …