Cientistas afirmam que os buracos negros podem ter “cabelo”

Um novo estudo demonstra que as perturbações em redor de um buraco negro podem roubar-lhe parte da energia e fazer crescer “cabelo”.

A descoberta dos cientistas das universidades de Aveiro, Valência, Munique e México contraria a metáfora capilar do físico norte-americano John Wheeler que, em 1973, apontou que “os buracos negros não têm cabelo”, querendo com isso dizer que, sobre os buracos negros, bastaria saber a respetiva massa e velocidade de rotação para os conhecer totalmente.

O estudo realizado por Carlos Herdeiro, físico da Universidade de Aveiro (UA), em colaboração com cientistas da Universidade de Valência, do Instituto Max Planck para a Astrofísica (Munique), e da Universidade Nacional Autónoma do México, defende que, afinal, pode crescer “cabelo” aos buracos negros – fazendo com que estes adquiram propriedades físicas muito distintas.

“A deteção das ondas gravitacionais torna extremamente pertinente reconsiderar este paradigma de simplicidade, que pode agora ser testado diretamente usando as ondas gravitacionais, que nos informarão sobre propriedades detetadas de buracos negros em sistemas binários ou perturbados”, aponta Carlos Herdeiro.

Em 2014, Carlos Herdeiro e o investigador Eugen Radu do Departamento de Física da UA, obtiveram um resultado que surpreendeu a comunidade internacional, ao mostrar que, afinal, a teoria da Relatividade Geral possibilita a existência de buracos negros em que o “cabelo” é um campo de partículas (escalares ou outras mais gerais), que existe em rotação síncrona com o buraco negro.

“A rotação síncrona cria um equilíbrio, e impede que o campo seja absorvido pelo buraco negro, ficando a flutuar eternamente em torno do horizonte de eventos, que constitui a fronteira do buraco negro”, explica o artigo publicado na Physical Review Letters.

Os físicos do grupo de gravitação da UA mostraram ainda que este novo tipo de buracos negros pode ter propriedades observáveis muito diferentes do modelo convencional, nomeadamente as suas sombras.

No novo estudo agora divulgado, os cientistas mostram que, dinamicamente, as perturbações em redor de um buraco negro “careca”, podem roubar parte da energia do buraco negro e fazer crescer uma espécie de carga – chamada de “cabelo” – que fica presa em torno deste.

Carlos Herdeiro explica que “a demonstração dinâmica de que o cabelo se pode formar em torno de um buraco negro ainda não é o final da história”.

Nas simulações feitas agora pelos especialistas, foi usado “um modelo simplificado para modelar os buracos negros astrofísicos em rotação” e, “embora o resultado seja sugestivo, a questão fundamental se o processo pode acontecer num ambiente astrofísico realista, ainda está em aberto”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E andam pais a gastar dinheiro para os filhos virem,quiçá, a ser cientistas,para nos virem dizer que há,eventualmente,pelos em buracos negros.
    Só resta agradecer a informação.

RESPONDER

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …

"Votei num tipo chamado Trump". Presidente dos EUA votou antecipadamente na Florida

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, votou este sábado antecipadamente em West Palm Beach, na Florida, para as eleições presidenciais, juntando-se aos quase 55 milhões de americanos que também já o fizeram. Donald Trump …

Chegou o camião autónomo que não precisa de motorista para se deslocar

No ano passado foi lançado o T-pod, um protótipo de um camião elétrico autónomo e sem cabine. Agora, o seu fabricante, a empresa sueca Einride, revelou a última geração do veículo, que vai passar a …

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …