Cientista indemnizada em 6 milhões por danos cerebrais devidos a atraso de ambulância

BBC

A cientista Caren Paterson

A cientista Caren Paterson

A Justiça britânica obrigou o serviço de emergência de Londres a indemnizar em 6 milhões de euros uma mulher que ficou com danos cerebrais sérios e permanentes depois de esperar mais de uma hora e meia por uma ambulância.

A cientista Caren Paterson, de 36 anos, desmaiou no seu apartamento no bairro de Islington, em 2007.

O seu namorado accionou o serviço de emergência da capital britânica, o 999.

Mas, por engano, o endereço da cientista em Islington, um bairro de classe média no norte de Londres, estava incluído na lista das áreas de “alto risco” da capital britânica.

Seguindo o procedimento padrão, os paramédicos estacionaram a ambulância a 100 metros de distância do apartamento e ficaram à espera de uma escolta policial que os levasse a casa de Paterson.

Sem polícias disponíveis imediatamente para a missão, a cientista esperou cerca de 1h e 40m até à chegada dos paramédicos.

O namorado ainda ligou mais duas vezes para a emergência, mas os médicos não quiseram entrar no apartamento sem escolta policial.

Caren Paterson acabou por ter uma paragem cardíaca poucos minutos antes de a equipa médica chegar ao seu apartamento.

Danos irreversíveis

A cientista, que trabalhava em investigação na área da genética no respeitado King’s College, em Londres, ficou com danos cerebrais permanentes, sofrerá de amnésia crónica e desorientação para sempre, precisará de assistência 24 horas por dia para o resto da vida, e nunca mais voltará a trabalhar.

“A minha filha era uma cientista bem-sucedida e cheia de ambições. É angustiante pensar que todas as suas aspirações e ambições foram tolhidas por causa deste dano cerebral”, diz a mãe de Caren, Eleanor Paterson.

“Pensar em paramédicos à espera na esquina dentro de uma ambulância, enquanto a minha filha estava desmaiada com a vida em risco, o que causou danos irreparáveis no seu cérebro, ainda é um choque. Espero que ninguém tenha de passar pelo que passámos.”

A Justiça britânica condenou o serviço de emergência de Londres a indemnizar a cientista em 1,7 milhões de euros, mais pagamentos vitalícios anuais que elevarão a conta a 6 milhões de euros.

Um porta-voz do serviço apresentou as suas “sinceras desculpas” pelo erro e disse esperar que o dinheiro possa suprir as necessidades de Paterson agora e no futuro.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Autarca de Torres Vedras condenado a multa de 5.000 euros por plágio na tese de doutoramento

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes (PS), foi esta quinta-feira condenado a pagar uma multa de 5.000 euros, pelo crime de contrafação na tese de doutoramento. A multa será aplicada durante …

Francisco J. Marques acusado de sete crimes por divulgar e-mails do Benfica

Francisco J. Marques, Júlio Magalhães e Diogo Faria estão a ser acusados de vários crimes relativamente ao caso da divulgação dos e-mails do SL Benfica. O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi …

Depressão Jorge traz fim-de-semana com chuva e vento

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê um fim-de-semana chuvoso e ventoso, a começar já a partir de sábado. Em causa está a passagem da depressão Jorge por Portugal. O tempo de primavera …

Dieselgate. Volkswagen vai pagar 800 milhões de euros a clientes

O fabricante de automóveis Volkswagen está disposto a pagar cerca de 800 milhões de euros a 460.000 clientes afetados pela manipulação de motores 'diesel', após um acordo extrajudicial com o gabinete de proteção do consumidor …

Novo partido Volt Portugal perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional

O novo partido Volt Portugal (VP) está muito perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional para a sua formalização. De acordo com a edição desta sexta-feira do jornal Público, o processo dura já há quatro …

Vitalino Canas e Clemente Lima chumbados para o Tribunal Constitucional

A Assembleia da República 'chumbou' hoje Vitalino Canas e António Clemente Lima para juízes do Tribunal Constitucional (TC) e voltou a rejeitar reconduzir o ex-ministro Correia de Campos para presidir ao Conselho Económico e Social …

Turquia declara guerra ao regime sírio e abre portas da Europa aos refugiados após baixas em Idlib

A Turquia vai deixar de impedir que refugiados cheguem à Europa, por terra ou por mar, decisão que antecipa a chegada de refugiados da província de Idlib, no norte da Síria, onde a ofensiva do …

Cerca de 80% dos processos de racismo acabam arquivados

Cerca de 80% dos processos instaurados pela Comissão pela Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) entre 2006 e 2016 acabaram arquivados, concluiu um estudo do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, …

Liga Europa. Há um duelo entre treinadores portugueses nos "oitavos"

Com todas as equipas portuguesas fora de prova, conhecem-se os clubes que se vão defrontar nos oitavos-de-final da Liga Europa. Em competição continuam três treinadores portugueses. O sorteio dos oitavos-de-final da Liga Europa foi dado a …

Desigualdade entre homens e mulheres é "estúpida" e "inaceitável", diz Guterres

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, declarou esta sexta-feira que a desigualdade entre homens e mulheres é "estúpida" e "inaceitável" e enumerou ainda cinco áreas que necessitam de igualdade de género para "mudar o …