Cientista cria fotossíntese artificial para limpar o ar e produzir energia

O professor de química da Universidade da Florida Central (EUA) Fernando Uribe-Romo encontrou uma maneira de desencadear artificialmente o processo de fotossíntese num material sintético.

Segundo o estudo publicado no Journal of Materials Chemistry A, o especialista conseguiu transformar gases de efeito estufa em ar limpo e produzir energia ao mesmo tempo.

Esta descoberta tem um grande potencial para a criação de uma tecnologia que pode reduzir significativamente os perigos do efeito estufa ligados à mudança climática e oferecer uma maneira mais amigável ao meio ambiente de gerar energia.

Uribe-Romo e a sua equipa conseguiram desencadear uma reação química num material sintético chamado “estrutura metal-orgânica” (MOF), que transforma o dióxido de carbono em materiais orgânicos inofensivos.

Basicamente, é um processo de fotossíntese artificial, semelhante à forma como as plantas convertem o dióxido de carbono e a luz solar em alimento. Em vez de produzir alimentos, o novo método produz energia solar.

Os cientistas de todo o mundo tentam realizar esta façanha há anos. O desafio era encontrar uma maneira de a luz visível desencadear a transformação química.

Os raios ultravioleta têm energia suficiente para permitir a reação em materiais comuns, como o dióxido de titânio, mas representam apenas cerca de 4% da luz que a Terra recebe do Sol. A parte visível dos comprimentos de onda representa a maioria dos raios solares, mas há poucos materiais que captam essas cores para criar a reação química que transforma o CO2 em combustível.

Os cientistas já testaram uma variedade de materiais, mas aqueles que podem absorver a luz visível tendem a ser raros e caros, como a platina, o rénio e o irídio.

Fernando Uribe-Romo usou titânio, um metal comum não tóxico, e adicionou moléculas orgânicas que agem como antenas para “recolher” a luz. Essas moléculas podem ser projetadas para absorver cores específicas de luz quando são incorporadas na estrutura metal-orgânica (MOF) e, neste caso, os cientistas escolheram a cor azul.

A equipa montou um fotorreactor LED, que imita o comprimento de onda azul do Sol e, ao alimentar a máquina com dióxido de carbono, observou uma reação química que criou duas formas reduzidas de carbono, formiato e formamida – dois tipos de combustível solar.

“O objetivo é continuar a aperfeiçoar a tecnologia, para que possamos criar maiores quantidades de carbono reduzido, de forma mais eficiente”, afirmou Uribe-Romo.

No futuro, os cientistas também pretendem testar se outros comprimentos de onda da luz visível são igualmente capazes de desencadear a reação. Caso funcione, o processo pode ser uma forma significativa de reduzir os gases de efeito estufa.

“A ideia seria montar estações para recolher CO2 perto de centrais hidroelétricas. O gás seria sugado para a estação, passando pelo processo que iria reciclar os seus efeitos nocivos e ao mesmo tempo produzir energia”, sugere o especialista.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Caro António Gomes Martins,
      Obrigado pelo seu reparo. O especialista não diz que as centrais hidroelétricas produzem CO2, diz que o melhor sítio para montar estações para recolher CO2 é perto de centrais hidroelétricas, para onde depois o CO2 é enviado.

  1. O cientista não diz isso, nem poderia dizê-lo, sendo cientista. De facto, ele refere-se bem nitidamente (do minuto 1:40 em diante) a centrais que produzem CO2 porque queimam carvão. Identifica a potencial utilização do processo que descobriu para transformar o CO2 em novo combustível que poderia ser usadona própria central. Não entra em detalhes, porque não é esse o seu objetivo, sobre o modo de produzir calor na central térmica a partir do combustível produzido pelo novo processo. Mas refere-se a uma central que queime carvão. Em nenhuma parte do vídeo há qualquer referência a centrais hidroelétricas, o que seria completamente despropositado no contexto.

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …