Cientista cria fotossíntese artificial para limpar o ar e produzir energia

O professor de química da Universidade da Florida Central (EUA) Fernando Uribe-Romo encontrou uma maneira de desencadear artificialmente o processo de fotossíntese num material sintético.

Segundo o estudo publicado no Journal of Materials Chemistry A, o especialista conseguiu transformar gases de efeito estufa em ar limpo e produzir energia ao mesmo tempo.

Esta descoberta tem um grande potencial para a criação de uma tecnologia que pode reduzir significativamente os perigos do efeito estufa ligados à mudança climática e oferecer uma maneira mais amigável ao meio ambiente de gerar energia.

Uribe-Romo e a sua equipa conseguiram desencadear uma reação química num material sintético chamado “estrutura metal-orgânica” (MOF), que transforma o dióxido de carbono em materiais orgânicos inofensivos.

Basicamente, é um processo de fotossíntese artificial, semelhante à forma como as plantas convertem o dióxido de carbono e a luz solar em alimento. Em vez de produzir alimentos, o novo método produz energia solar.

Os cientistas de todo o mundo tentam realizar esta façanha há anos. O desafio era encontrar uma maneira de a luz visível desencadear a transformação química.

Os raios ultravioleta têm energia suficiente para permitir a reação em materiais comuns, como o dióxido de titânio, mas representam apenas cerca de 4% da luz que a Terra recebe do Sol. A parte visível dos comprimentos de onda representa a maioria dos raios solares, mas há poucos materiais que captam essas cores para criar a reação química que transforma o CO2 em combustível.

Os cientistas já testaram uma variedade de materiais, mas aqueles que podem absorver a luz visível tendem a ser raros e caros, como a platina, o rénio e o irídio.

Fernando Uribe-Romo usou titânio, um metal comum não tóxico, e adicionou moléculas orgânicas que agem como antenas para “recolher” a luz. Essas moléculas podem ser projetadas para absorver cores específicas de luz quando são incorporadas na estrutura metal-orgânica (MOF) e, neste caso, os cientistas escolheram a cor azul.

A equipa montou um fotorreactor LED, que imita o comprimento de onda azul do Sol e, ao alimentar a máquina com dióxido de carbono, observou uma reação química que criou duas formas reduzidas de carbono, formiato e formamida – dois tipos de combustível solar.

“O objetivo é continuar a aperfeiçoar a tecnologia, para que possamos criar maiores quantidades de carbono reduzido, de forma mais eficiente”, afirmou Uribe-Romo.

No futuro, os cientistas também pretendem testar se outros comprimentos de onda da luz visível são igualmente capazes de desencadear a reação. Caso funcione, o processo pode ser uma forma significativa de reduzir os gases de efeito estufa.

“A ideia seria montar estações para recolher CO2 perto de centrais hidroelétricas. O gás seria sugado para a estação, passando pelo processo que iria reciclar os seus efeitos nocivos e ao mesmo tempo produzir energia”, sugere o especialista.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Caro António Gomes Martins,
      Obrigado pelo seu reparo. O especialista não diz que as centrais hidroelétricas produzem CO2, diz que o melhor sítio para montar estações para recolher CO2 é perto de centrais hidroelétricas, para onde depois o CO2 é enviado.

  1. O cientista não diz isso, nem poderia dizê-lo, sendo cientista. De facto, ele refere-se bem nitidamente (do minuto 1:40 em diante) a centrais que produzem CO2 porque queimam carvão. Identifica a potencial utilização do processo que descobriu para transformar o CO2 em novo combustível que poderia ser usadona própria central. Não entra em detalhes, porque não é esse o seu objetivo, sobre o modo de produzir calor na central térmica a partir do combustível produzido pelo novo processo. Mas refere-se a uma central que queime carvão. Em nenhuma parte do vídeo há qualquer referência a centrais hidroelétricas, o que seria completamente despropositado no contexto.

Responder a PK Cancelar resposta

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …