Trabalhadores remotos estão a encher pequenas cidades (que agora têm os problemas das grandes)

A pandemia de covid-19 está a levar a um novo fenómeno: a migração para “comunidades de passagem” – pequenas cidades próximas a grandes terras e estações de esqui – à medida que mais pessoas começam a fazer trabalho remoto.

Um novo artigo publicado no Journal of the American Planning Association mostra que as populações nessas comunidades já estavam a crescer antes da covid-19 chegar, levando a alguns problemas tradicionalmente considerados como questões urbanas, como falta de moradias, disponibilidade de transportes públicos, congestionamento e desigualdade de renda.

Embora a pandemia de covid-19 tenha acelerado o atrito, o estudo sugere que os planeadores urbanos podem ajudar a ajustar os lugares, de acordo com o Fast Company.

Houve um aumento drástico no trabalho remoto desde março. Agora, quase 60% dos trabalhadores trabalham remotamente em tempo integral ou parcial, de acordo com um inquérito recente do Gallup. E quase dois terços dos trabalhadores que trabalham remotamente gostariam de continuar a fazê-lo.

Esta situação daria aos trabalhadores muito mais flexibilidade quando se trata de escolher onde querem viver.

As comunidades de passagem no oeste dos Estados Unidos já estavam a sentir uma tensão, de acordo com Danya Rumore, professora assistente da Universidade de Utah que liderou o estudo.

A investigação analisou cidades com menos de 25 mil habitantes, que estavam a menos de 16 quilómetros de um parque nacional, monumento, floresta, lago ou rio, e a pelo menos 24 quilómetros de uma área urbana designada pelo censo. Os investigadores identificaram 1.522 cidades que se encaixam nessa descrição, conduziram entrevistas detalhadas com funcionários públicos de 25 dessas comunidades e, em seguida, entrevistaram outros 333 trabalhadores.

“Um dos resultados mais impressionantes é até que ponto a acessibilidade da habitação e as questões de custo de vida são uma preocupação nas comunidades de passagem em todo o oeste”, disse Rumore. “Mais de 80% dos entrevistados da pesquisa de cidades de todas as formas e tamanhos disseram que a acessibilidade da moradia é moderada a extremamente problemática para a sua comunidade.”

As segundas residências e os alugueres de curto prazo foram os principais motivos de preocupação. “A força de trabalho local é simplesmente reduzida. As pessoas que trabalham aqui já não podem dar ao luxo de trabalhar aqui”, disse um diretor de desenvolvimento comunitário.

Lugares como Sandpoint, Idaho, que está localizado num lago e perto de uma popular estação de esqui, já começaram a ver um aumento da migração nos últimos 5 a 10 anos. Agora, está a preparar-se para ainda mais trabalhadores remotos devido à pandemia de covid-19.

A questão é se se podem adaptar aos desafios das grandes cidades mencionados e desenvolver-se de forma sustentável. Muitos estão a experimentá-lo de uma variedade de formas possíveis, como incentivar unidades habitacionais acessórias (pequenas habitações secundárias em propriedades existentes), diminuir o uso da terra e os regulamentos de zoneamento, desenvolver terras públicas para moradias acessíveis e aumentar o acesso aos transportes públicos e ciclovias.

No entanto, muitas das comunidades carecem de pessoal e recursos – especialmente numa crise. Um entrevistado no estudo reconheceu que a sua comunidade estava num grande período de crescimento e precisava de ficar à frente da curva, mas “não tínhamos diretrizes de design em vigor.”

Assim, foi lançado o Gateway and Natural Amenity Region Initiative (GNAR), que vai fornecer um kit de ferramentas online, que fornecerá informações básicas de planeamento urbano que estes comunidades precisam, como estudos de caso e modelos de decretos.

Embora o nome “Cidade Zoom” seja uma piscadela para o passado, os investigadores escreveram que estas pequenas comunidades com problemas de grandes cidades podem ser uma espreitela para o futuro, como “laboratórios valiosos para novas abordagens de planeamento e inovação no planeamento”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …