A cidade capaz de “superar o Dubai” que o Paquistão quer construir vai deixar pescadores em risco

A proposta de uma megacidade insular ao largo de Karachi poderá colocar em risco vários pântanos e, ao mesmo tempo, os milhões de empregos que dependem deles.

A Ilha Bundal localiza-se no Mar da Arábia, ao largo da costa de Karachi, no Paquistão, e é maioritariamente composta por uma comunidade de pescadores, que agora se encontra em risco. De acordo com o jornal The Guardian, tudo porque o Governo pretende construir neste território insular uma cidade capaz de “superar o Dubai”.

No mês passado, o Governo federal emitiu uma ordem para assumir o controlo desta ilha e da “irmã” Ilha do Buddo, que fazem parte do Delta do Indo, onde o rio desagua no Mar da Arábia, no sul de Sinde, uma das quatro províncias em que se divide o país.

Na mesma altura, numa conferência de imprensa na capital paquistanesa, Imran Ismail, o governador de Sinde afirmou que este plano vai atrair investimentos de cerca de 42 milhões de euros e criar 150 mil empregos.

Mas, como seria de esperar, a novidade não foi bem recebida entre os locais de Bundal. Mohammed Hasan Dabla tem 80 anos, pesca desde os 12 e é uma dessas pessoas. “Não vamos deixar o nosso lugar ancestral, vivemos aqui há séculos. Ao ocupar a ilha, o Governo não só arrebatou o sustento dos pescadores, mas também a sua esperança”, cita o jornal britânico.

“Imran Khan [primeiro-ministro do Paquistão] prometeu milhões de empregos para os pobres. Mas, em vez disso, está a fazer exatamente o contrário. Está a deixar o nosso povo desempregado e a acabar com a esperança de viver e de orar”, afirma, por sua vez, Rahila Habib.

“Não somos contra o desenvolvimento, mas isso deveria beneficiar também os pescadores. O Governo é tão ganancioso, que quer mais, custe o que custar”, diz Roshan Ali.

Segundo o jornal inglês, ativistas argumentam que esta megacidade irá destruir os pântanos que o Governo outrora protegeu e declarou como ameaçados. E recorde-se que o delta também abriga as maiores florestas de mangue de clima desértico do mundo.

“Estas ilhas fazem parte de um ecossistema delicado. Os manguezais são viveiros de peixes, são o lar de aves migratórias e também uma barreira entre a cidade e o oceano. Foi este lugar que salvou Karachi durante muitos ciclones”, explica o ambientalista Arif Hasan.

Além disso, conta o The Guardian, nos últimos meses, os pescadores viram os seus movimentos serem restringidos, foram banidos da Ilha do Buddo e aqueles que foram apanhados com os seus barcos demasiado perto foram afugentados ou até mesmo atacados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PRR. Nome de Vítor Caldeira na mesa para presidir à Comissão de Auditoria e Controlo

O inspetor-geral de Finanças vai presidir à Comissão de Auditoria e Controlo (CAC) que acompanhará a implementação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e que deverá, também, integrar o ex-presidente do Tribunal de Contas …

Altice Portugal avança "nas próximas semanas" com despedimento coletivo

A Altice Portugal confirmou esta terça-feira à Lusa que vai dar início, "nas próximas semanas", a um processo de rescisões de contratos de trabalho através de despedimento coletivo, no âmbito do Plano Integrado de Reorganização, …

BE e PAN criticam "falta de liberdade de expressão" no Porto

As deputadas do Bloco de Esquerda e do PAN na Assembleia Municipal do Porto criticaram a “falta de liberdade de expressão” na cidade, depois de dois grafitis terem sido “apagados pelos serviços da autarquia”. “Soubemos que …

Marcelo pede aos jovens que facilitem vacinação em "corrida contrarrelógio"

O Presidente da República fez esta terça-feira um apelo aos jovens para que não deixem de se vacinar e adequem a habitual mobilidade no período do verão para facilitar um processo de vacinação em "corrida …

“Nenhum país está preparado para um evento da magnitude de Pedrógão Grande", diz Comissão Técnica Independente

O engenheiro António Salgueiro, da Comissão Técnica Independente (CTI) que avaliou os incêndios na Região Centro em junho de 2017, afirmou esta terça-feira que nenhum país está preparado para a magnitude do fogo de Pedrógão …

Escócia também adia desconfinamento para julho

A Escócia também decidiu adiar o desconfinamento por várias semanas, tal como Inglaterra, devido ao agravamento da pandemia no Reino Unido, que registou 27 mortes e 11.625 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Inicialmente …

Países do Golfo continuarão dependentes do petróleo por mais uma década

Um estudo da agência de notação financeira Moody's revelou que os países exportadores de petróleo do Golfo vão continuar dependentes da produção de hidrocarbonetos pelo menos na próxima década. Segundo o estudo, citado pela agência Reuters, …

PSP do Porto reforça policiamento no São João e apela ao cumprimento das regras

A PSP do Porto garantiu, esta terça-feira, que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira, e apela ao cumprimento das regras atendendo ao contexto atual da pandemia de covid-19. “Solicita-se …

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …