Chuchar no dedo e roer as unhas protege as crianças contra alergias

sean dreilinger / Flickr

-

As crianças que chucham no dedo ou que roem as unhas têm menos probabilidades de desenvolver alergias. É o que conclui um novo estudo científico realizado na Nova Zelândia.

A investigação publicada na Pediatrics apurou que os hábitos de roer as unhas e de chuchar os dedos nas crianças podem ajudar o sistema imunitário a criar defesas, evitando assim o aparecimento de alergias.

“A exposição a organismos microbianos influencia o nosso sistema imunitário e torna-nos menos susceptíveis de desenvolver alergias”, salienta um dos autores do estudo, o professor Robert Hancox, da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, em declarações ao Live Science.

“Muitos pais desencorajam estes hábitos e não temos provas suficientes para mudar isto. Certamente que não recomendamos encorajar morder as unhas ou chuchar no dedo, mas se uma criança tem um destes hábitos, talvez sirva de alguma consolação o conhecimento de que pode reduzir o risco de alergias“, diz ainda o investigador.

O estudo avaliou dados de mais de mil crianças nascidas na Nova Zelândia, em 1972 e em 1973, bem como as informações fornecidas pelos respectivos pais quanto aos seus hábitos de chuchar os dedos ou morder as unhas quando tinham 5, 7, 9 e 11 anos de idade.

As crianças foram testadas para saber se sofriam de alergias quando tinham 13 anos de idade. E os resultados revelaram que 38% das que chuchavam o dedo ou mordiam as unhas apresentaram pelo menos uma alergia, contra 49% das que não tinham estes hábitos.

O estudo apurou que as que chuchavam o dedo e mordiam as unhas em simultâneo, apresentaram ainda menos probabilidades de sofrer de alergias aos 13 anos, em comparação com as que tinham apenas um destes hábitos.

O estudo levou em consideração outros factores que podem potenciar alergias, como a hereditariedade, ter animais de estimação e pais fumadores, mas a associação verificada manteve-se idêntica.

Esta pesquisa vem ao encontro de uma outra, publicada no mesmo jornal em 2013, e que revelou que as crianças cujas mães limpam as chupetas dos filhos na própria boca têm menos riscos de desenvolver alergias.

“Embora o mecanismo e a idade da exposição [a agentes patogénicos] sejam diferentes, ambos os estudos sugerem que a resposta imune e o risco de alergias podem ser influenciados pela exposição a bactérias orais ou a outros micróbios”, salienta-se no estudo agora divulgado.

Estas ideias vêm também ao encontro das considerações feitas por diversos cientistas sobre o facto de os ambientes mais higienizados, com menos germes e sujidade, tornarem as crianças mais susceptíveis a alergias.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …