China vai ser o centro mundial de venda de ouro

bullionvault / Flickr

-

O maior consumidor de ouro do mundo, a China, vai ser o centro mundial que determina o seu preço. Esta previsão foi feita por peritos russos, após à abertura, no passado dia 18, da bolsa de valores de ouro de Shangai, que terá acesso directo a 40 comerciantes internacionais.

Os comerciantes internacionais de ouro têm acesso a três tipos de contrato na Bolsa de Ouro de Shangai, para a aquisição de lingotes de ouro com uma pureza de 99,9% e com o peso de 100 gramas, 1 e 12,5 quilogramas.

Anteriormente, o mercado de ouro da China estava acessível apenas a um reduzido número de residentes da China, através de “filhas” chinesas. Actualmente, o acesso é garantido a 40 membros internacionais registados na bolsa de valores.

Na mira da nova Bolsa de Shangai estão bancos internacionais de investimento importantes como a Goldman Sachs, o UBS, o HSBC, o Australia & New Zealand Banking Group ou a Standard Chartered PLC.

Refira-se que a HSBC, a par do Deutsche Bank, Société Générale, Scotia Mocatta e Barclays Capital, fazem parte do “quinteto de ouroque determina o preço financeiro do ouro. Este é determinado no mercado interbancário de ouro de Londres.

hto2008 / Flicke

-

A abertura, pela China, do seu próprio mercado de ouro para investidores estrangeiros fará coincidir o epicentro do consumo do ouro com o da formação do seu preço.

Segundo o especialista financeiro Serguei Khestanov, citado pela RVR, “há muito que a China se tornou num dos maiores produtores e utilizadores de ouro. O centro de consumo de ouro transferiu-se para o sudeste asiático. Contudo, o local de formação do preço do ouro continua a ser em Londres, onde os cinco maiores comerciantes de ouro praticamente determinam o preço mundial”.

Essa contradição levou as autoridades chinesas a liberalizar a venda do ouro, uma medida bastante coincidente com a tendência actual das autoridades chinesas de liberalização da esfera financeira.

Até há pouco tempo, o mercado de ouro chinês estava relativamente limitado, razão pela qual os preços na China e em Londres divergiram, até recentemente, em 30 a 40 dólares por onça.

Shangai concorre agora para o lugar de praça que determinará o preço do ouro para toda a Ásia.

Os contratos de ouro em yuan já são negociados na bolsa de Hong-Kong. Mas a bolsa de ouro de Shangai será o maior mercado da China.

investingingold / Flickr

-

Segundo o especialista Yakov Berger, “Shangai será o centro mundial de comércio de ouro e de divisa, a par de Londres e Nova York. Trata-se de uma política dirigida, que transformará Shangai no centro financeiro mundial”.

De acordo com Berger, “o país tem uma enorme reserva de ouro. A participação de grandes reservas de ouro no jogo da bolsa define também a política mundial, os preços a nível mundial nesse sector. Por isso é que a China usa o ouro para reforçar a sua posição financeira”

“A introdução na Bolsa de Shangai das maiores empresas mundiais que trabalham com ouro, transforma a China, de forma orientada, mais forte jogador do sector”, diz Berger, “e prepara o terreno, aos poucos, para a conversão do yuan em divisa de reserva financeira”.

ZAP / RVR

PARTILHAR

RESPONDER

Contrariando as autoridades, Hong Kong assinala aniversário de Tiananmen. "Podem reprimir as nossas atividades mas não o nosso espírito"

Evocando razões de saúde pública devido à pandemia, as autoridades de Hong Kong proibiram a vigília de quinta-feira que visava assinalar o 31.º aniversário do massacre de Tiananmen. As aglomerações com mais de oito pessoas …

Governo pondera criar nova contribuição sobre a banca para financiar Segurança Social

O Governo de António Costa está a estudar a criação de uma contribuição adicional de solideriedade sobre o setor bancário para ajudar a financiar a Segurança Social e fazer face aos custos de resposta à …

Arqueólogos encontram rara ferramenta de caça com 300 mil anos

Arqueólogos encontraram uma ferramenta de madeira utilizada na caça há 300 mil anos. É muito raro encontrar artefactos paleolíticos feitos de madeira, realça o autor do estudo. Uma equipa de investigadores da Universidade de Tübingen e …

Twitter não descarta suspender conta de Donald Trump

Um alto responsável da plataforma digital Twitter não excluiu a suspensão da conta da Donald Trump caso o Presidente norte-americano prossiga a publicação de mensagens incendiárias que transgridam as regras daquela rede social. Com 81,7 milhões …

Patrões agradados com o plano do Governo. PSD diz que "é muito fraco"

Enquanto patrões e sindicalistas ficaram bastante satisfeitos com o Programa de Estabilização Económica e Social apresentado pelo Governo, o PSD deixou duras críticas. Esta quinta-feira, no final do Conselho de Ministros, onde foi aprovado o plano …

Na resposta a uma crise, ligações humanas podem piorar ainda mais as coisas

Um novo estudo sugere que a conexão humana nem sempre é uma coisa boa, sobretudo quando se trata de ultrapassar uma crise com sucesso. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 2480 voluntários …

Brasil ultrapassa Itália e torna-se no terceiro país com mais mortes

O país sul-americano, que tem uma população estimada em 210 milhões de habitantes, contabiliza 34.021 vítimas mortais e 614.941 casos confirmados. O Brasil ultrapassou a Itália e tornou-se no terceiro país do mundo com mais mortes …

PCP é o primeiro partido a retomar comícios ao ar livre

O PCP foi o último partido a fazer um comício, em março, antes de o país "parar" devido à pandemia de covid-19 e vai ser o primeiro a organizar uma iniciativa deste tipo, no domingo, …

Asteróide que matou os dinossauros criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que Yellowstone

O asteróide que dizimou os dinossauros da face da Terra criou uma província hidrotermal nove vezes maior do que a caldeira do supervulcão Yellowstone, localizado nos Estados Unidos, conclui um novo estudo agora divulgado. De acordo …

Encontrar uma agulha num palheiro cósmico. Astrónomos resolvem mistério do primeiro Anel de Einstein

Determinados a encontrar uma agulha num palheiro cósmico, um par de astrónomos viajou no tempo através dos arquivos de dados antigos do Observatório W. M. Keck em Mauankea e do Observatório de Raios-X Chandra da …