China vai proibir comércio de marfim até final de 2017

Marfim apreendido para destruição nos Estados Unidos

A China, o maior consumidor mundial de marfim, anunciou na sexta-feira que vai proibir todo o comércio e transformação deste material até ao final de 2017.

“Para proteger melhor os elefantes e combater melhor o tráfico, a China vai parar progressivamente a venda e a transformação com fins comerciais do marfim e de objetos de marfim” até ao final de 2017, lê-se num comunicado do Conselho de Estado chinês.

Até 31 de março, deverão cessar as atividades de um primeiro grupo de ateliês e vendedores, segundo o mesmo texto.

O marfim é muito procurado na China, onde o preço pode chegar a mais de mil euros por quilo. É um símbolo de estatuto social elevado e a procura na China alimenta anualmente o massacre de milhares de elefantes em África, asseguram organizações internacionais.

Segundo associações ambientalistas, mais de 20 mil elefantes foram abatidos no ano passado por causa do marfim. O Fundo Mundial para a Natureza, World Wild Life, alerta que a população de elefantes no mundo está reduzida a 415 mil exemplares.

Pequim é um dos signatários da CITES, Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies de Fauna e Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção, que abrange matérias e objetos considerados uma ameaça para os elefantes.

No entanto, a China continua a ser o maior consumidor mundial de marfim de contrabando e nunca proibiu, por exemplo, a revenda de marfim comprado antes da proibição definida na CITES, em 1989.

O WWF já se congratulou com a decisão de Pequim anunciada na sexta-feira, saudando “o calendário estabelecido pela China para salvar os elefantes da extinção”.

As organizações internacionais esperam agora que Hong Kong, uma região chinesa com administração especial, gozando por isso de autonomia em relação a Pequim, acabe com o comércio de marfim até 2021.

“Com o mercado chinês fechado, Hong Kong pode tornar-se no mercado preferido dos traficantes”, afirmou uma responsável da WWF, Cheryl Lo, citada pela agência AFP.

animalrescueblog / Flickr

Presas de elefante apreendidas em Hong Kong

Presas de elefante apreendidas em Hong Kong

Entre 800 e 900 negócios de contrabando ilegal de marfim são descobertos todos os anos na China, segundo dados oficiais.

O segundo destino do marfim ilegal são os Estados Unidos, que em junho anunciaram uma proibição quase total do comércio deste material oriundo de África. No entanto, mantém exceções, como as antiguidades.

Também a China continuará a permitir a venda de antiguidades em marfim devidamente identificadas e oriundas de “fontes legítimas”, garantiu o Governo chinês.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uma anã branca "ressuscitou" para devorar a sua companheira mais fraca

Os astrónomos detetaram uma explosão de uma "estrela vampira" em dados colhidos acidentalmente pelo telescópio espacial Kepler. Este fenómeno é um dos eventos mais raros de novas - explosões nuclear cataclísmica numa estrela. As novas ocorrem …

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …