/

China exige scan facial para novos clientes de telemóvel e internet

3

A partir deste domingo as operadoras de telecomunicações na China passaram a ter a obrigação de recolher imagens digitais do rosto dos novos clientes de serviços de telemóvel e internet, por decisão do governo.

Segundo noticiou o Jornal de Notícias, o objetivo é usar o reconhecimento facial como identificação e autenticação para garantir que o utilizador é a pessoa que registou o serviço. Agora, os consumidores que subscrevam um novo número de telemóvel em qualquer loja na China têm de apresentar o seu cartão de identificação e ser fotografados.

“O requisito de ‘correspondência facial’ significa que as pessoas quando adquirem um novo número de telefone têm de fazer o registo virando a cabeça de lado e a piscar os olhos”, explicou fonte da empresa de telecomunicações estatal Unicom, citada pela France Presse.

O governo de Pequim justificou a medida, que já tinha sido anunciada em setembro, com a salvaguarda dos direitos e interesses legítimos dos cidadãos no ciberespaço, limitando a atividade anónima online.

Esta nova regra pode ajudar a reduzir as fraudes na subscrição de serviços com utilizadores fantasma, ao mesmo tempo que ajuda a China a ter ainda mais controlo sobre os seus cidadãos. Os sistemas de reconhecimento facial já são comuns em muitas cidades chinesas, nomeadamente para efetuar pagamentos.

  ZAP //

3 Comments

  1. Cada vez o cidadão comum é tratado como um criminoso, enquanto isso os verdadeiros criminosos recebem cartões VIP e carta branca para todo o tipo de atropelias. Mundo doentio.

  2. O sonho de qualquer governo e de gente poderosa é ter o controlo absoluto sobre as pessoas, as suas vidas, etc. É uma nova fase da escravização humana. Apoderam-se de dados pessoais, que vendem entre si, ou seja, faturam com o acto, por si só abusivo, de partilhar os dados alheios, numa gigantesca invasão de privacidade.
    Hoje em dia, tudo é escrutinado, numa sociedade entregue a meia duzia de poderosos, autênticos esquizofrenicos, sociopatas,, com um desejo alucinante de controlar tudo e todos.
    Quantas vezes damos por nós a ser incomodados por tlm, por entidades desejosas de nos impingir alguma coisa ( cartoes de credito, seguros de saude, operadoras de comunicacoes, etc, etc…) e a quem nunca demos os nossos dados nem com quem tivemos qualquer especie de contacto? Comigo é ás pazadas. Dia que não levo com Bankinter, Endesa, Medicare, entre outros, (tudo empresas a quem nunca pedi nada nem com quem nunca estabeleci qualquer contacto) não é dia.
    A criatividade desta gente, para obter dados das pessoas, não tem limites…

  3. Ai querem um mundo digital, ai está, e também na América querem por nos aeroportos para verem quem entra e quem sai do pais.
    Querem um mundo digital, agora aguentem.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.