China e Rússia unidas para promover uma “verdadeira democracia”

30

kremlin.ru / Wikimedia / Wikimedia

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, com o presidente da Rússia, Vladimir Putin

A China trabalhará com a Rússia para promover uma “verdadeira democracia”, afirmou o ministro das Relações Externas chinês, Wang Yi, enquanto o Ocidente aponta o dedo às duas nações por alegadas violações dos direitos humanos.

“A China está disposta a trabalhar em conjunto com a Rússia e a comunidade global para promover uma verdadeira democracia, baseada nas condições próprias de cada nação”, disse Wang Yi, citado na quarta-feira pela Bloomberg. Ambos os governos, classificados como autoritários, são acusados ​de violação os direitos humanos.

Wang sublinhou que “monopolizar” a definição de democracia e de direitos humanos para influenciar outras nações é uma tática “fadada ao fracasso”.

Os Estados Unidos (EUA) lideraram o Ocidente e outros países na imposição de sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia. Já o Presidente chinês, Xi Jinping, declarou apoio ao homólogo russo, Vladimir Putin, na véspera da invasão, abstendo-se de falar com o chefe de estado ucraniano, Volodymyr Zelensky.

O político chinês referiu igualmente que Pequim e Moscovo devem “continuar a fazer contribuições importantes” para a governação mundial como membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Na semana passada, tanto a China quanto a Rússia vetaram uma resolução da ONU que impunha novas sanções à Coreia do Norte em consequência de uma série de testes que envolveram lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais.

Nas palavras do ministro chinês, a segurança global e regional não deve ser alcançada através do “fortalecimento de grupos militares” ou da “fragmentação de cadeias de abastecimento”.

“A China e a Rússia devem continuar a dar as mãos aos países” que buscam a “paz no mundo, salvaguardando a ordem mundial, tendo a ONU como núcleo e com base nas leis internacionais”, reforçou Wang.

No início de março, durante uma visita a Pequim, o ministro das Relações Externas russo, Sergei Lavrov, declarou: “Nós [Rússia], juntamente convosco [China] e com os nossos simpatizantes, avançaremos em direção a uma ordem mundial multipolar, justa e democrática”.

Num comunicado do Ministério das Relações Externas da China, Wang referiu que as relações bilaterais entre os dois países “resistiram ao novo teste da mudança da situação internacional, mantiveram a direção correta do progresso e mostraram um impulso de desenvolvimento tenaz”.

  ZAP //

30 Comments

  1. Se duas ditaduras constroem uma verdadeira democracia quatro devem promover uma democracia celestial. Definitivamente há gente que não se enxerga.

  2. Os Americanos enfraquecer am a sua posição Mundial e isso levou a China e a Rússia estão a querer dar nas vistas. O Presidente dos EUA é um fraco e a UE também, quando acordarem tem a Rússia e a China à porta de casa.

    • O biden é um fraco, mas o Trumpas não lhe fica atrás é outro frangalhote sem tino!
      O problema é esse mesmo, não existir uma alternativa idêntica a Obama.

    • Realmente…não tinham um presidente mais…novo. acho que ele nem chega ao final da presidência. está tão velhinho e apresenta-se sempre tão fraco.

  3. Democracia e direitos humanos são valores universais da Humanidade que já não podem ser reescritos, Regimes totalitários que querem promover uma “verdadeira democracia” na verdade querem destruí-la pois não sabem o significado da tolerância e respeito pelas opiniões diferentes e a vontade popular e não têm qualquer respeito pelas vidas humanas.

  4. Em Portugal os Russos e os chineses têm os seus agentes informadores que são o Bloco de esquerda e o Partido Comunista, para abrirem o caminho à ocupação de Portugal. Temos de enviar o Jerónimo de Sousa e a sua trup para a Rússia e ilegalizar o Partido Comunista e outros que se mostram a favor do Extermínio do Povo Ucraniano.

      • Marco Rodrigues: a nossa dívida para com o PCP é não termos aceitado a transformação deste país numa Cuba europeia!

      • O PCP lutou contra a tirania de Salazar para impor a sua própria tirania ao serviço duma potência estrangeira (URSS). Felizmente perdeu, caso contrário teria sido necessário outra revolução, quiçá sangrenta, para acabar com essa tirania e ter finalmente Liberdade.

    • Eu não digo tanto. Mas não consigo perceber , quando uma pessoa aparece na informação televisiva, ou na radio a apoiar o Um criminoso como o Putin e essa pessoa recebe um salário de dinheiro que ele não produziu .Possivelmente pensa que pode vir a ser beneficiado com isso .

  5. Não percebo esta noticia neste site…
    Ainda hoje lia uma noticia de que a Rússia, em duas reuniões com a china, mostrou o seu desagrado pelo apoio da China na guerra com a Ucrânia. E, que a China alegou nessas reuniões, que não abdica dos seus interesses e dos seus cidadãos…

    Noticias contraditórias….

  6. Num país “verdadeiramente democrático” os seus cidadãos devem ter a liberdade de comprar as armas que quiserem e estarem assim devidamente habilitados a matar qualquer um, ou muitos de uma só vez, sempre que acordarem mal dispostos.
    Um país “verdadeiramente democrático” deve aproveitar todos os conflitos mundiais para fornecer armas inclusivamente às duas partes do conflito.
    Com “democracia” e muita diplomacia também, (para que os povos não percebam e fiquem por bons samaritanos) devem fabricar conflitos para terem bons negócios.
    Porém as guerras e conflitos devem estar sempre, longe dos seus domínios, claro!
    Fico por aqui.

    • Falas muito em armas. Não devia haver armas para ninguém. Se quissessem andar a luta uns com os outros que utilizassem as lutas greco romanas. Repara só o que acontece nos USA, por toda a gente poder ter armas sem controlo algum.

  7. Mas !!!!!!!!……quem pode acreditar nestes dois perigos Mundiais ?………Só se estiverem a falar de uma Ditadura Democrática , sem Opinião Popular livre !..

  8. Vejam TV e outros ‘ normais’ meio de comunicação das “massas” e continuam na mesma!!!!!…..
    Procurem INFORMAÇÃO sobre a NOVA ORDEM MUNDIAL .
    Não são nem os russos nem os chineses . Uma coisa sabe- se SÃO MUITO BONS em tudo que “FAZEM”.

    • Que eu saiba….o putin é considerado um dos homens mais ricos do mundo e não deve ser á custa da integridade dele. que eu saiba o putin anda a ocupar territórios que não são dele…..o mesmo acontece com o chinês que está mortinho por ocupar taiwan.

  9. Estes brincam com os povos deles como sejam donos e senhores de toda a sua vontade e pensamento e baseados no poderio militar, procuram impingir cá para fora a maravilha de um mundo que renegam lá dentro aos seus cidadãos! Nessa treta foram muitos africanos que hoje até arriscam a vida na travessia do mediterrâneo para virem para este lado, mas nunca para a Rússia ou China, porque será?

  10. Verdadeira democracia??? Vinda de escroques ditatoriais. Só se for democracia para eles, do género: como roubarem mais o povo, como se tornarem os homens mais ricos do mundo mais depressa a desviar dinheiro, como usurparem mais territórios que não são deles………… essa deve ser a democracia deles.

  11. Somos cúmplices por não exigirmos que nossos governos se posicionem firmemente em relação aos anti-valores praticados e promovidos por nações como a Rússia e a China. Em geral, por medo de perder exportações e outras retaliações internacionais.
    Mas o preço a pagar por termos potências econômicas e geopolíticas totalmente contrárias aos nossos valores de democracia e liberdade está sendo e será ainda mais caro, não compensando as vantagens econômicas de curto prazo.
    A tendência é que nos tornemos todos vassalos da China.

  12. Um comunista aliado a um ditador capitalista constroem a verdadeira democracia? Será que estes dois trastes pensam que os ocidentais têm o cérebro bloqueado como os chineses e os russos?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.