/

China prepara missão a Marte “por volta de 2020”

DLR / Wikimedia

Foguetão Longa Marcha 2F da agência espacial chinesa

Foguetão Longa Marcha 2F da agência espacial chinesa

A China está a planear enviar uma missão a Marte “por volta de 2020”, pela primeira vez, revelou no fim de semana um responsável do programa espacial chinês.

“O estudo de viabilidade está concluído e o objetivo, agora, é enviar uma sonda e um veículo robotizado para Marte“, disse a agência noticiosa Xinhua, citando o presidente da China Aerospace Science and Technology Corporation, Lei Fanpei.

Ainda não foi oficialmente anunciada a data da missão a marte, mas Lei Fanpei espera que ocorra “por volta do ano 2020”, a partir de uma nova base de lançamentos, na ilha de Hainan, sul da China.

O lançamento será assegurado por um novo foguetão, o Longa Marcha-5, que está ainda a ser desenvolvido.

DR Tom Kimmell / Space News

O presidente da China Aerospace Science and Technology Corporation, Lei Fanpei

O presidente da China Aerospace Science and Technology Corporation, Lei Fanpei

Depois da suave aterragem na lua, em dezembro passado, os cientistas espaciais chineses têm os olhos postos no planeta vermelho, disse Lei Fanpei.

A entrevista com Lei Fanpei foi feita no domingo depois de o satélite sino-brasileiro CBERS-4 ter sido colocado em orbita. Foi o 200.º lançamento espacial da China, numa proeza que apenas conseguida pela Rússia e os Estados Unidos.

A China já tinha tentado alcançar Marte em 2011, através de um foguetão chinês, mas a missão falhou.

Paralelamente, a China continua a desenvolver a sua primeira Estação Espacial permanente, que deverá estar concluída em 2022.

/Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE