China “precisa de mais multimilionários”, defende jornal do PC chinês

天下文章一大抄 / Wikimedia

Congresso do Partido Comunista da China

Congresso do Partido Comunista da China

Um jornal do Partido Comunista Chinês (PCC) defendeu que “a China precisa de ter mais multimilionários”, argumentando que “a acumulação privada de riqueza não é incompatível com a justiça social” preconizada pelo sistema socialista.

“Se um dia metade dos mais ricos do mundo forem chineses, isso evidenciará os enormes sucessos alcançados pela China no seu processo de desenvolvimento económico e social”, disse o Global Times, jornal de língua inglesa do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC.

Num editorial intitulado “Ressentimento contra os ricos é exagerado“, o jornal sustenta que a maioria dos ricos chineses “tem uma imagem positiva na China” e “são adorados como ídolos pelos jovens”.

O editorial reconhece que “o ódio à riqueza é particularmente virulento na Internet”, mas considera que “a inveja e a insatisfação não são os sentimentos dominantes acerca do crescente número de chineses multimilionários”.

Na lista mundial dos multimilionários divulgada em março passado pela revista norte-americana Forbes, correspondente a fortunas superiores a mil milhões de dólares, a China continental tinha 213 nomes, mais 61 do que em 2014.

Um dos chineses melhor classificados, Wang Jianlin, presidente do Wanda Group, com uma fortuna avaliada em 24.200 milhões de dólares (22.600 milhoes de euros), é também membro do Partido Comunista Chinês.

De acordo com os dados do Gabinete Nacional de Estatísticas da China, o rendimento anual disponível per capita no país China aumentou 84 vezes nos últimos 35 anos, atingindo 28.844 yuan (cerca de 4.400 euros) em 2014.

Constitucionalmente, a China define-se como “um estado socialista liderado pela classe trabalho e baseado na aliança operário-camponesa”. O marxismo-leninismo continua a ser “um princípio cardial” do PCC.

Contudo, desde há cerca de duas décadas, o PCC passou a defender a “economia de mercado socialista” e a encorajar a iniciativa privada.

Vistos outrora como “inimigos de classe”, os empresários já podem filiar-se no PCC e muitos deles fazem parte dos órgãos de Estado.

O mais conhecido em Portugal é Guo Guangchang, presidente do grupo Fosun Group, o consórcio chinês que já comprou a companhia de seguros Fidelidade e é apontado como candidato à compra do Novo Banco

Delegado à Conferencia Política Consultiva do Povo Chinês, o principal órgão de consulta do partido comunista e do Governo chineses, Guo Guangchang ocupa o 25º lugar da lista dos mais ricos da China elaborada pela revista Forbes, com uma fortuna estimada em 4.300 milhões de dólares.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …

Um milhão de assinaturas contra sátira de Natal da Porta dos Fundos

A petição online contra o filme “Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo”, uma sátira da produtora brasileira Porta dos Fundos, exibido na Netflix, conta com mais de um milhão de assinaturas. Lançada na semana …

Sondagem: 81% dos brasileiros defende continuidade da operação Lava Jato

Uma sondagem aponta que 81% dos brasileiros consideram que a investigação levada a cabo pela Lava Jato, maior operação contra a corrupção no país, ainda não cumpriu o seu objetivo e que deve continuar. A sondagem, …