China posiciona aviões de combate em ilha disputada com Taiwan e Vietname

Google Maps

Ilha Woody, disputada pela China, Taiwan e Vietname

A China colocou aviões de combate numa das ilhas disputadas do Mar do Sul da China, uma decisão que aumentará a tensão regional.

Com base em informações prestadas por altos funcionários dos Estados Unidos, a cadeia de televisão norte-americana Fox News revela que a China dispõe de aviões J-11 e JH-7 na Ilha Woody, no arquipélago das Paracel, disputado também por Taiwan e Vietname.

Trata-se do mesmo território junto ao qual uma embarcação militar norte-americana navegou no final de janeiro, numa ação classificada por Pequim como “provocação deliberada” e onde a China confirmou já manter armamento.

Segundo informações avançadas também pela Fox News na semana passada, com base em imagens registadas pelos satélites ImageSat International, a China terá mesmo instalado um sistema de lançamento de mísseis terra-ar na ilha.

ImageSat International N.V.

Imagens de satélite dos dias 3 e 14 de fevereiro mostram a instalação de mísseis na ilha de Woody, no arquipélago Paracels, no Mar do Sul da China

Imagens de satélite dos dias 3 e 14 de fevereiro mostram a instalação de mísseis na ilha de Woody, no arquipélago Paracels, no Mar do Sul da China

Os chefes da diplomacia dos Estados Unidos e China, John Kerry e Wang Yi, respectivamente, reuniram-se, entretanto, para tentar encontrar uma solução para as disputas territoriais naquela parte da Ásia-Pacífico.

“Queremos pôr fim à expansão e militarização dos lugares ocupados. Acreditamos que todo o mundo será beneficiado por uma efetiva desmilitarização”, disse hoje Kerry.

Sem culpar abertamente a China, o secretário de Estado norte-americano lamentou que “existam mísseis, aviões de combate, armas e artilharias, entre outras coisas, no Mar do Sul da China”.

“É uma grande preocupação para quem depende do mar para fazer trocas comerciais no Pacífico“, notou.

Por outro lado, Wang assegurou que “tanto a China como os EUA e os países da Associação de Nações do Sudeste Asiático se comprometeram a não militarizar” o território.

“John Kerry e eu concordamos em manter o nosso diálogo sobre o Mar do Sul da China para aprofundar o nosso entendimento comum. É importante evitar qualquer erro de cálculo”, destacou Wang.

O gigante asiático insiste que tem direitos de soberania sobre a quase totalidade do Mar do Sul da China, uma via marítima estratégica pela qual passam um terço do petróleo negociado internacionalmente.

Nos últimos meses, a China tem construído ilhas artificiais capazes de receber instalações militares em recifes do arquipélago Spratly, a sul do Paracel, disputado total ou parcialmente pela China, Vietname, Taiwan, Filipinas, Malásia e Brunei.

Agência Brasil

PARTILHAR

RESPONDER

"A democracia prevaleceu". Joe Biden apela à união na tomada de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos

O democrata Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio, em Washington. Joe …

Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Uma lista elaborada com dados da IG - consultora britânica de mercados financeiros - revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente …

Novo estudo reitera eficácia da vacina da Pfizer contra variante britânica do coronavírus

Um novo estudo da empresa alemã BioNTech sugere que a vacina desenvolvida por esta e pela farmacêutica norte-americana Pfizer contra a covid-19 é também eficaz na variante do coronavírus que surgiu no Reino Unido. O estudo, …

Governo reúne-se com especialistas ainda esta quarta-feira

O Governo vai reunir-se ainda nesta quarta-feira com epidemiologistas. A informação foi inicialmente avançada pela TSF, sendo posteriormente confirmada pelo primeiro-ministro, António Costa, em Bruxelas. O encontro será presidido pela ministra da Saúde, Marta Temido, …

Charles Michel propõe "pacto fundador" para tornar Europa e EUA "mais fortes"

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, propôs esta quarta-feira ao novo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a criação de um “pacto fundador” para tornar a Europa e a América “mais fortes”. “No primeiro dia …

Mayan faz visita "surreal" a hospital fechado em Miranda do Corvo (e adverte para destruição económica e social)

O candidato presidencial apoiado pelo Iniciativa, Liberal Tiago Mayan Gonçalves, esteve na terça-feira em campanha nas instalações do hospital fechado de Miranda do Corvo, tendo-o apontado como um cenário “surreal” num dos períodos mais difíceis …

Parlamento prepara renovação do estado de emergência até ao fim de fevereiro

O parlamento agendou para dia 11 de fevereiro um debate e votação sobre o eventual decreto presidencial para a prorrogação do estado de emergência em Portugal, por novo período de 15 dias, para fazer face …

Trump já deixou a Casa Branca. "Tenham uma boa vida, voltaremos a ver-nos”

O Presidente cessante dos Estados Unidos já deixou a Casa Branca. A poucas horas da tomada de posse do democrata Joe Biden, Donald Trump afirmou ter sido uma “grande honra” ter desempenhado este cargo. “Foi …

Investigadores admitem abstenção recorde entre os 60% e 70%

As presidenciais de domingo podem registar uma abstenção recorde, entre os 60% e os 70%, devido ao medo da pandemia de covid-19, ao desinteresse dos eleitores e por haver um candidato favorito, segundo especialistas ouvidos …

Irão impõe sanções simbólicas a Donald Trump. Presidente iraniano saúda "fim" da era do "tirano"

O Irão impôs esta terça-feira sanções ao Presidente cessante dos EUA, Donald Trump, e a diversos membros da sua administração sobre o seu alegado apoio ao “terrorismo”, de acordo com a página digital do Ministério …