China pode entrar no TPP que os EUA abandonaram

Ricky Qi / Wikimedia

O outono em Shangai

Um especialista do Instituto de Estudos Internacionais da China (CIIS), um grupo de analistas ligado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, considera que a China poderá juntar-se ao Acordo de Associação Transpacífico (TPP).

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na segunda-feira a saída do TPP, que foi sempre visto em Pequim como uma estratégia de Washington para contrariar a ascensão económica e comercial da China.

“Se houver novas negociações sobre o TPP, não creio que haja nenhum obstáculo que impeça a China de participar“, afirmou Teng Jianqun, diretor do Departamento de Estudos Americanos do CIIS, num encontro com jornalistas em Pequim.

O TPP, uma iniciativa impulsionada pelo ex Presidente norte-americano Barack Obama, inclui os EUA, Austrália, Brunei, Canadá, Chile, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Singapura e Vietname e abrange 40% da economia mundial.

Segundo Teng, a China gostaria de participar do TPP, já que “é um acordo de comércio regional e a China quer incrementar a cooperação com todos as países”.

“A postura da China é clara: primeiro, somos abertos, e, segundo, somos inclusivos”, afirmou. Tang destacou ainda as vantagens do TPP para todos os países, insistindo que “não há nenhuma razão para que a China não participe”.

O Presidente chinês, Xi Jinping, tem defendido o livre comércio e a globalização, face ao protecionismo advogado pelo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mas Teng Jianqun rejeitou que a China vá assumir a liderança da economia mundial.

“Não queremos assumir nenhuma liderança”, afirmou Teng, em contraposição com o diretor do Departamento dos Assuntos Económicos Internacionais do ministérios dos Negócios Exteriores, Zhang Jun, que assegurou que a China está preparada para assumir as rédeas da economia mundial, “caso seja necessário”.

Com a chegada de Trump à Casa Branca, Teng prevê que os dois países vão encontrar um mecanismo para gerir as suas diferenças, não descartando que as relações atravessem um período turbulento nos próximos anos.

“A cooperação e os conflitos coexistirão”, ressalvou, descartando que a Administração Trump envie barcos para bloquear o acesso da China às ilhas disputadas no Mar do Sul da China, no que constituiria uma “declaração de guerra”.

Segundo o académico chinês, Trump decide com a cabeça, é inteligente e atua como um empresário que procura maximizar os benefícios.

“Porém, as relações internacionais não são apenas uma maximização dos benefícios. Também há deveres morais e outros fatores além de tirar vantagens e interesses comerciais”, disse.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos anuncia candidatura à liderança do CDS

Francisco Rodrigues dos Santos anunciou, no Facebook, novidades para terça-feira, às 21h, num hotel do Porto. Luís Marques Mendes disse, na SIC, que será nessa altura que apresentará a sua candidatura à liderança do CDS. …

Até os dinossauros tinham piolhos

Insetos ancestrais semelhantes ao piolhos modernos parasitavam os dinossauros, alimentando-se das com suas penas, como evidenciado por um novo par de fósseis em âmbar. Por vezes, os pássaros modernos são infestados por piolhos que mastigam e …

Simeone confessa que gostava que João Félix "tivesse mais gasolina"

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, elogiou João Félix no final da partida deste sábado contra o Osasuna, mas confessou que gostava que o internacional português "tivesse mais gasolina na fase final dos …

Ex-diretor do FBI admite que houve "negligência" na investigação da ingerência russa

O ex-diretor do FBI James Comey admitiu este domingo que “verdadeiras negligências” foram cometidas pela polícia federal no início da investigação sobre a ingerência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos. Donald Trump, …

"Alcochete sempre". Equipa do Sporting vaiada à chegada aos Açores

A comitiva do Sporting foi este domingo vaiada à chegada ao hotel em Ponta Delgada, nos Açores, na véspera do jogo contra o Santa Clara. "Alcochete sempre", gritou um grupo de cerca de 30 adeptos à …

Os seus genes não são o único fator que determina o risco de Alzheimer

O desenvolvimento da doença de Alzheimer não está exclusivamente ligado à genética, sugere um artigo científico publicado recentemente. No primeiro estudo publicado sobre a doença de Alzheimer em trigémeos idênticos, os cientistas descobriram que, apesar de …

"Poções do amor" podem tornar-se na solução para uma relação eterna

Numa verdadeira fusão entre ficção e realidade, as nossas relações amorosas podem vir a ser salvas por uma "poção do amor". A solução passa por se recorrer à manipulação química do amor para tentar que …

Há uma segunda população estelar no disco espesso da Via Láctea

As estrelas que compõem o disco espesso da Via Láctea pertencem a duas populações estelares distintas, com características diferentes. Um novo estudo sobre a composição cinemática e química de uma amostra de estrelas nas proximidades do …

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …